sábado, 8 de julho de 2017

VITÓRIA 2X1 ATLÉTICO DE GOIAS E SAI DA ZONA DO RTEBAIXAMENTO DA SERIE A E MUITO MAIS


Sábado, 08 de Julho de 2017 - 18:38

Alexandre Gallo destaca primeiro tempo do Vitória no triunfo sobre o Atlético-GO

por Matheus Caldas
Alexandre Gallo destaca primeiro tempo do Vitória no triunfo sobre o Atlético-GO
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O Vitória conseguiu um resultado importante para suas pretensões na Série A. O triunfo por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, neste sábado (8), em Goiânia, pela 12ª da competição. O Rubro-negro saiu do Z4 e, de quebra, colocou o rival Bahia na posição indesejada – o Tricolor pode sair com um empate. Técnico do Leão, Alexadre Gallo, destacou a atuação do time no primeiro tempo, antes das saídas forçadas de Yago, Willian Farias e André Lima.
“O comportamento do time no primeiro tempo foi muito bom. Depois dos 10 minutos, acho que entramos no jogo. Tivemos um pouco de dificuldade no gramado e na troca de passes (...) Aí começamos a ter problemas físicos. A contusão do Yago primeiro, depois do Farias. Ficamos o segundo tempo quase inteiro com um a menos. O Cleiton Xavier sentiu câimbra nas duas pernas (...) Nós merecíamos vencer por tudo que fizemos no primeiro tempo”, disse, à rádio Metrópole.

Perguntado sobre a falha de posicionamento no gol do Dragão, ele vê naturalidade, mas tratou de ressaltar a atuação do time. “Tivemos muitos acertos hoje. Até porque o time deles joga muito com a bola na área. Muita bola parada em função do centroavante alto, a zaga boa na bola área. Nós tivemos méritos. O importante é que tínhamos que vencer esse jogo e jogamos melhor, principalmente no primeiro tempo”, concluiu.

O Rubro-negro está na 16ª posição, com 12 pontos. O próximo compromisso será contra o Vasco, às 21h45 desta quarta-feira (12), no Barradão.

Sábado, 08 de Julho de 2017 - 18:06

Herói do Vitória em triunfo, Uillian Correia comemora gol, mas desabafa com reserva

por Matheus Caldas
Herói do Vitória em triunfo, Uillian Correia comemora gol, mas desabafa com reserva
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Herói do Vitória em triunfo, Uillian Correia comemora gol, mas desabafa com reserva
O volante Uillian foi o herói do Vitória no triunfo por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, neste sábado (8), em Goiânia. Ele marcou o gol que desempatou o jogo aos 41 minutos do segundo tempo. Após a partida, o jogador desabafou.

“Todo mundo é importante. É um grupo. Uillian Correia das doze, jogou dez. Às vezes a gente não entende as escolhas do treinador. Fiquei chateado sim. Mas procurei fazer o meu papel. Os números dizem tudo. Por isso a gente está nessa situação. Conseguimos o nosso objetivo contra um adversário. Agora é trabalhar, descansar, voltar para Salvador e comemorar com os nossos familiares. Já convocar a nossa torcida para lotar o Barradão contra o Vasco”, disse, ao canal Premiere.

O próximo jogo do Leão será nesta quarta-feira (12). O adversário será o Vasco, no Barradão, às 21h45.

Sábado, 08 de Julho de 2017 - 17:53

Vitória vence o Atlético-GO no fim do jogo e deixa momentaneamente o Z4

por Matheus Caldas
Vitória vence o Atlético-GO no fim do jogo e deixa momentaneamente o Z4
Foto: Carlos Costa / Futura Press / Estadão Conteúdo
O Vitória conseguiu sair, pelo menos momentaneamente, da zona de rebaixamento da Série A. O Rubro-negro venceu o Atlético-GO por 2 a 1, neste sábado (8), em Goiânia, pela 12ª rodada da Série A. André Lima abriu o placar e Andrigo empatou para o Dragão. No entanto, no finalzinho do jogo, Uillian Correia definiu o triunfo rubro-negro.
O próximo compromisso do Leão será contra o Vasco, às 21h45 desta quarta-feira (12), no Barradão, pela 13ª rodada da competição.

O JOGO

Gol no final do primeiro tempo

O jogo foi morno durante todo o primeiro tempo. No entanto, nos minutos finais, o Vitória pôs fogo. Aos 37 minutos, Patric achou Cleiton Xavier dentro da área. O meia não foi fominha e tocou para André Lima empurrar para o fundo das redes

Aos 48 minutos, foi a vez de David. Em jogada individual, o atacante partiu para cima, chutou colocado, mas a bola tocou caprichosamente na trave

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Vitória deu azar. No primeiro tempo, Yago já havia sido substituído porque sentiu uma lesão. Na volta do intervalo, o volante Willian Farias, após uma dividida, e André Lima, por passa mal, também precisaram ser substituídos 

Empate do Atlético
Numa cobrança de escanteio, os goianienses empataram. Bruno Pacheco cobrou o esquinado aos 24 minutos, Roger Carvalho deu uma casquinha na bola e encontrou Andrigo livre. Ele encheu o pé e igualou o placar: 1 a 1

Vitória volta à frente
Numa boa jogada, Uillian Correia conseguiu fazer o 2 a 1 para o Leão

FICHA TÉCNICA Atlético-GO x Vitória
Campeonato Brasileiro – Série A
Data
: 08/07/2017
Horário: 16h Local: Olímpico, em Goiânia (GO) Árbitro: Rafael Traci (PR) Assistentes: Ivan Carlos Bonh (PR) e Luciano Roggenbau (PR) Assistentes adicionais: Adriano Milcvski (PR) e Edna Alves Batista (PR-Fifa) Cartões amarelos: Ramon e Rafaelson (VIT); Everaldo (AGO) Gols: André Lima e Uillian Correia(VIT); Andrigo (AGO)
Atlético-GO: Felipe; Eduardo (Jonathan); Eduardo Gabriel, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva, Marcão Silva (Niltinho), Andrigo, Luiz Fernando e Breno Lopes (Walter); Everaldo. Técnico: Doriva.
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Ramon, Kanu e Geferson; Willian Farias (Fred), Yago (Uillian Correia), Cleiton Xavier e Carlos Eduardo; David e André Lima (Rafaelson). Técnico: Alexandre Gallo.
Sábado, 08 de Julho de 2017 - 12:40

Paulo Carneiro apelida Ivã de Almeida de 'Quincas Berro d'Água': 'Enfraquecido'

por Ulisses Gama / Matheus Caldas
Paulo Carneiro apelida Ivã de Almeida de 'Quincas Berro d'Água': 'Enfraquecido'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A situação no Vitória não é de conforto. Se dentro do Campeonato Brasileiro o clube figura na zona de rebaixamento, fora de campo o clima é de tensão e pressão sobre a diretoria, sobretudo sobre o atual presidente Ivã de Almeida. Um dos mais críticos à gestão do mandatário é alguém que já se sentou à mesma cadeira outrora: Paulo Carneiro. Em oposição ferrenha a Ivã desde o pleito do final do ano passado, o qual saiu derrotado, Carneiro criticou o atual dirigente máximo da instituição rubro-negra. E, em tom de brincadeira, ele fez uma analogia do presidente do clube com o personagem principal de Jorge Amado, no livro ‘A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água’. “Ivã está enfraquecido e morto. Por isso apelidei ele de Quincas Berro D’Água. Você conhece a história dele? Ele estava no caixão, deu um sorriso e os amigos acharam que ele estava vivo. Tiraram Quincas do caixão e saíram fazendo farra por Salvador, com um morto nas costas. É Ivã. Ivã é certinho isso. Ele não tem mais condições nenhumas de tocar o Vitória. Ele é um incompetente. Ele não tem culpa disso. Tem culpa de estar lá”, disparou. Para o ex-presidente rubro-negro, no entanto, não só Ivã é culpado do fraco aproveitamento da agremiação na Série A. “O grupo que entrou no Vitória é absolutamente estranho ao negócio futebol. Aí saíram fazendo uma série de estripulias. Um descalabro administrativo total”, criticou. As ressalvas de PC também chegam a algumas peças do elenco. Ele questionou os meandros do acordo com o meia Cleiton Xavier, com quem o clube tem contrato até 2019. “Quando você contrata um jogador de 34 anos como Cleiton Xavier, ganhando R$ 300 mil por mês, acho que é um crime contra a sociedade como um todo. Nada contra o rapaz, não. Ele é profissional, tem jogado, se esforçado. Mas o Vitória não estava preparado para fazer um contrato de dois anos e meio com um jogador em fim de carreira. Só nisso foram R$ 10 milhões”, contestou.
Sábado, 08 de Julho de 2017 - 06:05

Vitória encara o lanterna Atlético-GO em busca da reação

por Glauber Guerra
Vitória encara o lanterna Atlético-GO em busca da reação
Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação / Vitória
Dois times que estão na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e que lutam por uma reação. Esse é o ingrediente para o duelo entre Atlético-GO e Vitória, neste sábado (8), às 16h, no Olímpico, em Goiânia, válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro baiano é o 18ª colocado com nove pontos, enquanto a equipe goiana tem sete e figura na lanterna.
 
Para a partida, o técnico Alexandre Gallo não poderá contar com Kieza, que se recupera de uma cirurgia no ombro e deve ficar fora de combate por até três meses. Outra ausência é  o lateral-esquerdo Geferson, suspenso após acumular três cartões amarelos.
 
Capitão do Vitória, Willian Farias espera que sua equipe possa impor o ritmo de jogo. “Vai ser uma partida equilibrada, mas temos que impor nosso ritmo e buscar os três pontos”, afirmou.
 
O goleiro Felipe, do Atlético-GO, projeta um grande jogo. “O Vitória é um time qualificado, que tem bons jogadores no aspecto individual. Vai ser um grande jogo, difícil como é a Série A”, disse o arqueiro.
 
Vitória e Atlético-GO já se enfrentaram cinco vezes na história do Campeonato Brasileiro da Série A. O Rubro-negro não conseguiu vencer nenhuma. Foram três empates e duas derrotas diante dos atleticanos.
 
FICHA TÉCNICA
Atlético-GO x Vitória
Campeonato Brasileiro – Série A
Data: 08/07/2017
Horário: 16h
Local: Olímpico, em Goiânia (GO)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bonh (PR) e Luciano Roggenbau (PR)
Assistentes adicionais: Adriano Milcvski (PR) e Edna Alves Batista (PR-Fifa)

Atlético-GO: Felipe; Eduardo; Eduardo Bauermann, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva, Marcão Silva, Andrigo, Luiz Fernando e Breno Lopes; Everaldo. Técnico: Doriva.

Vitória: Fernando Miguel; Patric, Ramon, Kanu e Geferson; Uillian Willian Farias, Yago, Cleiton Xavier e Carlos Eduardo; David e André Lima. Técnico: Alexandre Gallo.
Sábado, 08 de Julho de 2017 - 00:00

Ex-presidente do Vitória, Paulo Carneiro explica 'caso Edinho Nazareth'; clube rebate

por Ulisses Gama / Matheus Caldas
Ex-presidente do Vitória, Paulo Carneiro explica 'caso Edinho Nazareth'; clube rebate
Foto: Tiago Dias / Bahia Notícias
O “caso Edinho Nazareth” segue causando polêmica entre Vitória e Paulo Carneiro, ex-presidente do clube baiano (leia mais aqui). O Rubro-Negro conseguiu uma liminar que suspende o pagamento da dívida com o ex-técnico do time, nos anos de 1996 e 2003, que atualmente é comentarista do canal SporTV. Numa conversa com o Bahia Notícias, o mandatário do Vitória à época se explicou e criticou a agremiação pela condução do caso.

Segundo PC, o próprio Edinho o procurou, em 1996, para emprestar uma quantia de U$ 1,1 milhão. Devido às dificuldades financeiras vividas pela instituição na ocasião, o ex-dirigente optou por receber o auxílio do então técnico do Leão àquela altura. “Não tínhamos dinheiro de televisão e estávamos na Série A. [O clube] Se manteve assim por 12 anos, sendo oito sem televisão (...) Um dia esse rapaz me procurou por iniciativa dele, perguntando se eu não estava querendo uma ajuda e eu disse: ‘Eu quero ajuda que venha de todo lado’. Aí ele me ofereceu um dinheiro emprestado para me tira do sufoco e, assim, eu recebi o dinheiro”, contou, em entrevista ao Bahia Notícias.

Em 1999, segundo o ex-presidente, U$ 600 mil do total da dívida já havia sido paga ao ex-treinador. Foi então que o Vitória fez um acordo "formal" com Edinho. Para saldar o débito, foram oferecidos percentuais de direitos econômicos de quatro jogadores: Dudu, Moisés, Marcone e Fernando. Carneiro definiu isso como um erro. “ Em 99 assinamos uma confissão de dívida. Aí foi o primeiro erro do jurídico do Vitória, de então”, admitiu. 

Atual diretor jurídico rubro-negro, Otávio Freire definiu a prática como "irregular". “Ele pegou esse dinheiro por fora. Isso é compactação com sonegação fiscal. E, depois, fez algo que não estava devidamente registrado dentro do Vitória. Aí começa a irregularidade toda”, rebateu.

Ainda segundo Freire, à época, essa confissão de dívida foi feita por conta de um investimento de U$ 6 milhões do Banco Excel, parceiro do clube até então. No entanto, por conta de uma suposta inexistência de documentações que comprovassem o negócio com Edinho, os investidores optaram por não liberar o pagamento. “Nos livros de registro do Vitória não existe essa comprovação que esse dinheiro entrou no caixa do clube (...) Então, o representante do banco se negou a fazer esse pagamento. Por isso ele fez um aditivo para pagar com percentual de jogadores”, contrapôs. 


Foto: Tiago Dias / Bahia Notícias

Em 2008, Edinho ingressou com uma ação na Justiça alegando a dívida do clube. Carneiro questionou o motivo pelo qual o ex-treinador rubro-negro cobra esse dinheiro. Ele também criticou o clube por não ter citado a confissão de dívida na sua defesa. “Aí você pensa: ‘Meu Deus, eu queria ser um homem para entrar no túnel do tempo para saber por que esse cara levou esse tempo todo para entrar com esse processo contra o Vitória’. Por que ele voltou a ser treinador do Vitória em 2003 e nunca reclamou nada? Por que ele voltou a trabalhar no Vitória, depois da minha saída, em 2007 [gerente de futebol], e não falou nada?”, indagou.

Na defesa, o Vitória só teria arguido a prescrição de cinco anos do acontecido. Para Carneiro, isso foi um erro. “Podia também arguir preliminarmente a confissão de dívida, que está nos autos, mas não fez isso”, destacou.

Foi então que, em 2014, PC acusa o Vitória de ter cometido "um erro processual grave". O clube teria vencido, em primeira instância, o caso, com a prerrogativa da prescrição da dívida. No entanto, na segunda instância, a agremiação foi derrotada nos tribunais. Na visão da Justiça, a venda de Fernando, em 2004, não tinha dado tempo para ser prescrita – ele foi o último do pacote de quatro jogadores a ser negociado. “O Vitória perdeu. Quando foi recorrer, errou, pois não fez os embargos de declaração devidos e o processo não foi reconhecido no TJ [Tribunal de Justiça], em Brasília. O juiz lá foi bem claro, porque a decisão não foi fundamentada (...) O Vitória ganhou na primeira, perdeu na segunda e foi incompetente juridicamente pra caminhar para a terceira”, atacou.

As críticas do ex-presidente rubro-negro seguiram em relação ao clube. Na sua visão, faltou bom senso do clube ao não terem o contactado para saber mais sobre os desdobramentos do caso, o que ele considera "negligência" e "incompetência". “Você acredita que, em nenhum momento no Vitória, não teve uma santa pessoa para ligar para o presidente do Vitória a época para dizer: ‘Pô, Paulo, entrou uma ação desse cara aqui. Como vamos resolver? Você tem algumas informações?’”, disparou.

Por fim, ele voltou a criticar o atual presidente do Vitória, Ivã de Almeida. No mês passado, o clube havia feito um acordo com Edinho, encerrando, portanto, o imbróglio (relembre aqui). Numa nota exposta no site oficial, a assessoria de imprensa notificou o fato. Contudo, Carneiro diz que o texto foi redigido pelo próprio Ivã. “Soube que foi feita pela própria caneta dele. Ele acha que estava fazendo algo grande pelo Vitória. Então ele quis capitalizar isso pra si e fez uma nota me criticando e ao ex-presidente Alexi Portela”, desabafou. “Ele achou que estava tendo um grande triunfo. Você já viu na sua vida uma divida de oito [milhões] fazer um acordo de sete?”, concluiu.

Segundo o diretor jurídico do clube, Carneiro teria deixado essas e outras dívidas à instituição que, somadas a outras gestões, anteriores e subsequentes, chegam a R$ 76 milhões, no acordo firmado com o Profut. “O problema todo é que esse caso tem causado ao Vitória, por conta de PC e [Walter] Seijo, sérios com a Receita Federal para o Vitória. (...) O contingenciamento deixado por essas diretorias todas é de R$ 23 milhões. O que tem no Profut é de R$ 76 milhões. Essa é a herança dessas gestões. Isso é gestão temerária”, criticou.

Em nota, Paulo Carneiro fez uma linha do tempo de todo esse processo (leia aqui).

Sexta, 07 de Julho de 2017 - 17:45

Vitória fica perto de anunciar reforços para a equipe de futebol feminino

por Glauber Guerra
Vitória fica perto de anunciar reforços para a equipe de futebol feminino
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
A diretoria do Vitória está próxima de anunciar reforços para a equipe de futebol feminino. Em processo de reformulação após o rebaixamento para a Série A2 do Campeonato Brasileiro, o clube já começou a preparação para o Baiano, que começa em agosto. A primeira mudança foi no comando técnico. Saiu Sérgio Odilon para a entrada de Marcos Carvalho (saiba mais aqui). Segundo Agenor Gordilho, vice-presidente da agremiação, algumas jogadoras serão anunciadas nos próximos dias.
“A gente está em processo de reformulação. Saíram 12 jogadoras do elenco anterior. No Brasileiro a gente teve muito problema de lesão... O departamento médico ficou cheio. O time já está treinando sob o comando de Marcos Carvalho e já acertamos alguns reforços, que devemos anunciar nos próximos dias. Dependemos só da questão burocrática”, disse Agenor, em entrevista ao Bahia Notícias.

O dirigente ainda demonstrou confiança em uma boa temporada. “Estamos fazendo as coisas com calma. Quando chegamos o time já estava montado. Fomos campeões estaduais, mas no Brasileiro fomos abaixo do esperado. A gente está trabalhando para fazer uma boa temporada”, finalizou.
Taça BH Sub-17: Vitória estreia na quarta-feira contra a Chapecoense
Foto: Divulgação / Vitória
Uma das principais competições de base do Brasil, a Taça BH Sub-17 começa na próxima quarta-feira (12). E o Vitória vai estrear contra a Chapecoense, no mesmo de dia do início do certame, às 11h, na Toca da Raposa, em Belo Horizonte (MG).
A delegação Rubro-negra irá embarcar para Belo Horizonte na terça-feira (11), véspera da estreia. O técnico Rodrigo Chagas irá levar 18 jogadores para a competição.

A Taça BH reúne 32 equipes divididas em oito chaves com quatro times cada. O Vitória integra o Grupo B ao lado do Cruzeiro, Chapecoense e Novorizontino-SP.
MAIS DE 999 MIL - /08/07/17 - ACESSOS,  RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!
Alemanha Mais de  181 Mil,  líder  Internacional  de  Acessos, Estados Unidos  mais  128 Mil. Nos  Mais de 100  Países do Planeta  Terra
487 ML ACESSOS INTERNACIONAIS,  VISIBILIDADE  EM MAIS  DE 100 PAÍSES NO PLANETA TERRA.....

Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
517429
Alemanha
181896
Estados Unidos
128194
Rússia
45562
Malásia
19730
China
14395
Ucrânia
9022
França
6117
Portugal
5660
Índia
4199






O POETA MARATONISTA!
          
 Chiquitinha  (Gamaliel Chagas) na  Maratona  do Rio de Janeiro /23/8/1986
(3h 5 min),  foto no  no aterro do  Flamengo/RJ, 42,195 km.

                        CORRER É VIVER, REJUVENESCER...
                   (A Poesia do Corredor)

                        Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, intspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

     Poetizada  em  13/02/1985/Cidade  de Dias D'Ávila, quando Gamaliel Chagas/
 realizava  treinamento (Bairro de Nova Dias D'Ávila).

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registratdo em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João)
Correu  14 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)
2 maratonas em Nova York (1984 e 1986)
2 São Silvestre (1983, 1984)
Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Critstóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).

CORREU UM  "MARATONA" DA AMEBA/CIDADE  DE SALVADOR,   COM 37 KM, EM 1987
*******************************************************************************

GAMALIEL CHAGAS - RESUMO DAS PRINCIPAIS CORRIDAS:

O MARATONISTA BAIANO DE 1984 - BICAMPEÃO DOS 10 E 5 MIL METROS NA PISTA DA FONTE NOVA 1983/84.
2 MARATONAS INTERNACIONAIS /CIDADE DE NOVA YORQUE
PENTACAMPEÃO MATENSE DEt VETERANOS / CORRIDA RÚSTICA DO BOMFIM DE MATA DE SÃO JOÃO, NA DÉCADA DE 2000.
15 MARATONAS COMPETIDAS - COMPETIÇÃO NO ATLETISMO BAIANO BRASILEIRO, EM 6 ESTADOS DO BRASIL! 5 MARATONAS NO RIO E JANEIRO, 2 EM BRASILIA, 2 SÃO SILVESTRES EM SÃO PAULO, ANOS 1983/84. VÁRIAS ELIMINATÓRIAS BAIANA DA S. SILVESTRE NA DÉCADA DE 1980.

COMPETIU:

01 MARATONA EM SÃO PAULO, 01 EM JOÃO PESSOA, 30 KM DE SÃO CRISTÓVÃO A ARACAJU EM 1985, 2 MARATONAS EM BRASILIA.
COMPETIÇÃO 3 OLIMPÍADAS DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI ONDE FOI BICAMPEÃ, COMPETIU NOS CITADOS JOGOS, NOS 10M, 1.500M, 5 E 10 MIL METROS, ALÉM DE 28 HM DE CAMAÇARI A PRAÇA ACM IDA E VOLTA, QUANDO FICOU EM 5º LUGAR ANO 1982.
COMPETIU DEZENAS DE CORRIDAS EM SALVADOR E CIDADES DO INTERIOR DA BAHIA, CONQUISTANDO MEDALHAS E TROFÉUS....t

NESSE PERÍODO TRABALHAVA DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, TREINAVA DAS 17H40 ÁS 20H30 DA NOITE. E FIM DE SEMANAS.

t

t
tt

t

t com credenciamento CFMO 097}

     No ano   de  1985  Gamaliel   iniciou  o   curso  de  Comunicações  Verbais  PPD-IOB (Treinamento  Programado  a  Distância)  por  correspondências  tendo  concluído  o  citado curso no  dia  7/3/1986.  O  citado  curso  organizado  por Oswaldo  Melantonio,  formado em  Direito, Filosofia  e  Jornalismo,  Oswaldo   presidente de  honra  de   várias  instituições  culturais  dentre  elas  a  Academia   Paulista de   Oratório  e  Academia   Brasileira  de   Comunicações  Verbais. O  curso  de  Comunicações   Verbais  teve  a  duração  de  6  meses  equivalente  a  100 horas/ aula  e  credenciado  pelo  CFMO  097.
.
     Oswaldo  Melantonio  realizou   vários   cursos  complementares  no  exterior  e  no  ano  de   1986   fazia 35  anos  se  dedicando  exclusivamente  as  Comunicações  Verbais;  inicialmente,  oratória   formal   e  informal   para   líderes   políticos   e  religiosos.   Nos  últimos   anos   Oswaldo  especializou-se   na   área   de   comunicações   dos   executivos,  objetivando a melhoria  da  produtividade  pela  eficiência  da  comunicação.

PERSONALIDADES EXPOENTES DAS  COMUNICAÇÕES VERBAIS

Várias personalidades  de Top  da  Política Executivos, da Oratória  Geral,  Locutores Esportivos, a  exemplo  de Osmar Santos/SP, Orestes Quércia  Jânio Quadros, Franco Motoro e  outros  expoentes que realizaram este  magnífico  curso, amplo usando as técnicas  da Grécia  antiga,   a exemplos  de   formidáveis  gênios  da  Comunicação, oratória da Grécia Antiga,celeiro exuberantes, Ícones das Comunicações Verbais; Aristóteles Demóstenes Cícero, este  considerado como um dos  maiores   gênios nas  Comunicações  verbais da  Grécia  e  do  Mundo, chegando ao ponto  de  governantes políticos gregos tentarem elimina-los, tal era o seu poder de oratória persuasiva (dotado de espetacular oratória  de convencimento, resumindo   era  um " Um Gênio Abençoado  da  Oratória  das Comunicações Verbais!".
    
Conteúdo  do  curso

     Introdução,  exposições  práticas,  técnicas  da  comunicação  dos  executivos,  educação  da  voz,  expressão  corporal,  figuras  tde  estilos,  dez   qualidades   básicas   do  executivo,  práticas  de  comunicações  verbais  e  práticas  de  oratória
     De  modo  especial,  Oswaldo  realiza  treinamentos  para  as  lideranças  dos   principais  escalões   das   grandes   organizações   privadas   e   publicas.  O   citado   curso  já  treinou  grandes  personalidades  de diversos  seguimentos  sociais  a  exemplo  de  Franco  Motoro, Osmar   Santos,  narrador   esportivo   no  estado  de  São  Paulo,  Jânio   Quadros   que   foi  Presidente   da   República   de   31/1/1961   renunciando   o   governo   em   25/8/1961,  foi  prefeito  de  São Paulo  nas  décadas  seguintes.

     Jânio  Quadros  nasceu  em  Campo  Grande,  (Mata  Grosso  do  Sul)  no  ano  de  1917  e  faleceu  no  ano  de  1992  em  São  Paulo  e  outros  não  citados.  IOB – Cursos    de    Legislação   Empresarial   Ltda – CGC   47.677.810/0002-21,   credenciado  no  CFMO  097,  com  endereço  na  Avenida  Marques...  Asa  Branca – SP

********************************************************************************
TORCIDA, DA NAÇÃO  TRICOLOR DO EC BAHIA!
RUA LADEIRA DAS PEDRAS SETOR NORTE DA ARENA FONTE NOVA /BAHIA/BRASIL/20
******************************************************************************

                                      GALERIA DE  FOTOS

FOTOS DE FRANK CHAGAS  NO  VITÓRIA 1961 

Vitória Campeão 
 Torneio Início 30/07/1961/Fonte Nova


                              VITÓRIA CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO 30/07/1961

EC Vitória campeão do Torneio início de 1961/ na primitiva Fonte Nova, com mais de 22 mil pessoas, Flu de Feira foi o vice-campeão. Torneio inicio Organizada pela ABCD - Associação Bahiana dos Cronistas Desportivo.
O citado Torneio, tradicional da então FBDT - Federação Bahiana de Desporto Terrestre (atual FBF). Abria o tradicional Campeonato Baiano de profissionais, desde dos primórdios, do citado campeonato da antiga FBDT (atual FBF).
Frank Chagas, com este titulo do torneio início, tornou-se o primeiro jogador metense no Profissional da Bahia, a sagra-se Campeão de evento profissional do futebol Baiano.
Neste citado Torneio, a renda era para ABCD, a Fonte Nova, recebeu um público excelente de mais de 22 mil pessoas pagantes..
Em pé: Frank Chagas, Touro, Ouri, Medrado, Carlos Alberto... Agachados: Reginaldo (2º), Matos, Carlinhos Gonçalves e Ricardo. Tecnico Pinguela


FLU DE FEIRA VICE-CAMPEÃO DO TORNEIO 1961

Flu de Feira Vice-campeão do Torneio Início de 30/07/1961/Fonte Nova

VITÓRIA 0x 2 FLU DE FEIRA/Campeonato Baiano de 1961

Time do Vitória 1961 Fonte Nova, Ataque, agachados: Frank (nº 7), Reginaldo, Matos, Carlinhos Gonçalves....Em pé: dentre outros, vemos Nelinho e Boquinha (direita da foto), Jornal Tarde 24/09/1961 (jogo abaixo).

Nessa partida o EC Vitória jogava pela sequencia do campeonato Baiano de Profissionais, na primitiva Fonte Nova, diante do timaço do Flu de Feira e o Vitória foi derrotado por 3x2, com Frank Chagas na ponta direita (ele, Frank, era o coringa do Vitoria e jogava, em várias posições, ataque, defesa, meio campo, sendo técnico o excelente jogador Pinguela (exercia dupla função de jogador e técnico interino do Leão da Barra)).

Nenhum comentário:

Postar um comentário