quarta-feira, 5 de julho de 2017

NOTICIAS DA POLTICA E ESPORTES NA BAHIA E NO MUNDO


Sexta, 07 de Julho de 2017 - 07:40

Lagedo do Tabocal: Ex-prefeito é preso por desvios na educação básica em 2008

Lagedo do Tabocal: Ex-prefeito é preso por desvios na educação básica em 2008
Foto: Reprodução / Blog do Marcos Frahm
O ex-prefeito de Lajedo do Tabocal, no Vale do Jiquiriçá, Nilton Andrade Santos, o Nilsinho, teve a prisão decretada pela Justiça Federal nesta quinta-feira (6). A sentença é da juíza Karine Costa Carlos Rhem da Silva, da Vara Única da Subseção Judiciária de Jequié. Segundo o Blog do Marcos Frahm, Nilsinho é acusado de desvio de recursos do Fundeb [Fundo federal para a educação básica] repassado ao município em 2008. O ex-gestor foi preso por agentes da Polícia Civil de Itiruçu, sob coordenação da delegada Maria do Socorro Damásio. Ele já havia sido condenado pela Justiça Federal pela prática de improbidade administrativa [ato ilegal contra a administração pública]. Até o momento, a defesa do ex-prefeito ainda não se pronunciou sobre o teor da decisão que levou o político para a cadeia. Ainda segundo a delegada, em informações repassadas ao Blog Marcos Frahm, Nilton Andrade foi recolhido a carceragem da Delegacia Territorial de Itiruçu.
Sexta, 07 de Julho de 2017 - 07:20

'Brasileiros não suportam mais ver tanta corrupção', bradou Aécio em 2014

por Fernando Duarte
'Brasileiros não suportam mais ver tanta corrupção', bradou Aécio em 2014
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O novamente senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve como uma das principais bandeiras em sua campanha à presidência da República, em 2014, o combate à corrupção. Em um dos inúmeros momentos em que o tucano enfrentou a então candidata à reeleição Dilma Rousseff, ele disse “que o sentimento do brasileiro hoje é de indignação que não suportam mais ver tanta corrupção”. A declaração aconteceu no dia 24 de outubro, às vésperas do segundo turno, quando o grão-tucano era o paladino da moralidade e o herói disposto a salvar o Brasil das garras do PT. Pula para maio de 2017. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, suspende o sigilo do conteúdo das delações do Grupo JBS e uma conversa de compadres entre o empresário Joesley Batista e o presidente do PSDB ganha as manchetes. Aécio pede R$ 2 milhões para ajudar na defesa das inúmeras citações dele no âmbito da Operação Lava Jato, desde os indícios de corrupção na construção da Cidade Administrativa do Governo de Minas Gerais ao caixa 2 da mesma campanha eleitoral de 2014, quando o próprio Aécio prega o fim da corrupção e da era do PT no governo. O mesmo ministro do STF determina o afastamento temporário do tucano do Senado. Após o episódio, senadores pedem a cassação do mandato de Aécio por quebra de decoro. O presidente do Conselho de Ética, João Alberto de Souza (PMDB-MA), arquiva o pedido. O afastamento do Senado é revogado no último dia 30, pelo novo relator do processo, o ministro Marco Aurélio Mello. Mais uma passagem de tempo. Quinta-feira, 6 de julho de 2017. Reunidos no Conselho de Ética, 11 senadores da República arquivam, em definitivo, o pedido de cassação contra Aécio Neves, sob o mesmo argumento utilizado pelo presidente do colegiado: “falta de provas”. Entre o dia 24 de outubro de 2014 e 06 de julho de 2017, os brasileiros não mudaram. A fala do próprio Aécio não pode ser mudada. E a situação política do Brasil também não mudou. A corrupção caminha para ser empurrada para baixo do tapete, apesar dos esforços do Ministério Público Federal e da Polícia Federal em tentar extirpar esse flagelo. O Senado provou isso. Pena. Este texto integra o comentário para a RBN Digital, veiculado às 7h e com reprise às 12h30. Veja o Tweet que rememorou a fala de Aécio:
Convênio permitirá emissão de carteiras de trabalho em postos Simm e prefeituras-bairro
Foto: Secom Salvador
A prefeitura e a Superintendência Regional do Trabalho (SRTE) firmaram acordo de cooperação técnica nesta quinta-feira (6) para emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) em todas as unidades do Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) e das prefeituras-bairro. Assinaram o termo o prefeito ACM Neto e a superintendente regional do Trabalho e Emprego na Bahia, Gerta Schultz. Com a assinatura do termo, a superintendência vai oferecer a capacitação dos funcionários das prefeituras-bairro e do Simm – a previsão é de que quarenta pessoas participarão do atendimento em todos os postos municipais. “A iniciativa surgiu da necessidade de facilitar a vida das pessoas, melhorando o fluxo da emissão deste documento. Com isso, as pessoas não precisarão mais se deslocar para longe de casa, nem enfrentar filas. O atendimento será o mesmo dos demais postos da SRTE”, afirmou o titular da Semtel, Geraldo Júnior. Entre janeiro a maio deste ano, somente nos quatro postos próprios do Simm – Comércio, Cajazeiras, Boca do Rio e Cabula –  foram realizados 24.887 atendimentos ao público, sendo 8.089 inscrições e 12.181 encaminhamentos para oportunidades de emprego.
Sexta, 07 de Julho de 2017 - 06:40

MPF ataca medida provisória defendida pelo Banco Central

por Fabrício de Castro | Estadão Conteúdo
MPF ataca medida provisória defendida pelo Banco Central
Sede do Banco Central em Brasília | Foto: Divulgação
O Ministério Público Federal (MPF) partiu nesta quinta-feira (6) para o ataque contra a medida provisória 784, que cria a possibilidade de acordo de leniência entre instituições financeiras envolvidas em delitos e o Banco Central. Para os coordenadores de três câmaras técnicas do MPF, a medida provisória é inconstitucional, foi editada sem amplo debate técnico e afasta a possibilidade de investigação criminal pelo Ministério Público. Publicada em 8 de junho no Diário Oficial, a MP já havia sido duramente criticada em um primeiro momento por procuradores da Operação Lava Jato, que viam na proposta brechas para que bancos eventualmente envolvidos em crimes escapassem de punição. Tecnicamente, a medida institui um novo marco punitivo aos bancos que cometerem delitos administrativos. Entre as novidades, porém, está o acordo de leniência, acessível inclusive por instituições que tenham cometido crimes no passado, no âmbito da Lava Jato. Ao responder às críticas, o Banco Central sempre defendeu que a nova legislação não prejudica a atuação do Ministério Público, nem recai sobre questões penais. Esse não foi o entendimento do MPF. Na nota técnica assinada por três procuradores, responsáveis pelas Câmaras de Coordenação e Revisão do MPF nas áreas criminal, consumidor e ordem econômica e combate à corrupção, a instituição afirma que a MP afasta a possibilidade de persecução penal, uma prerrogativa do Ministério Público. Além disso, os procuradores citaram pontos inconstitucionais na proposta e criticaram a pressa na edição da MP. "É intuitivo que não há urgência requerida para o manejo de medida provisória para tratar do assunto, o qual requer amplo debate técnico, transparência e maior consenso", disseram. Para eles, "a suposta urgência coincide indevidamente com avanços investigativos da Operação Lava Jato".  As críticas do MPF à medida provisória surgem em um momento em que a Operação Lava Jato aproxima-se do sistema financeiro e, em especial, de bancos que possam ter mantido relação com agentes públicos investigados ou contribuído para a lavagem de dinheiro. Na fila para assinar delações premiadas que podem implicar bancos estão o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e o doleiro Lúcio Funaro. Nesta quinta-feira (6) após as novas críticas do MPF, o BC adotou postura conciliadora. Por meio de sua assessoria de imprensa, informou que tem tratado aspectos técnicos e jurídicos da MP "junto a várias instâncias do MPF". Além disso, reafirmou sua posição de "diálogo produtivo e aberto" com o Ministério Público e o Congresso. Atualmente, a MP tramita em comissão mista específica no Congresso - formada por representantes do Senado e da Câmara.

Sexta, 07 de Julho de 2017 - 00:00

Senadores baianos avaliam que arquivamento de ação contra Aécio fere imagem da Casa

por Guilherme Ferreira
Senadores baianos avaliam que arquivamento de ação contra Aécio fere imagem da Casa
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Os senadores baianos não concordaram com a decisão do Conselho de Ética do Senado que arquivou em definitivo o pedido de cassação contra Aécio Neves (PSDB-MG) (veja mais). Lídice da Mata e Otto Alencar não são titulares do colegiado e tomariam posições diferentes caso participassem da sessão que livrou momentaneamente o parlamentar mineiro de uma punição. Mas em um ponto eles concordam: a decisão desta quinta-feira (6) tirou a credibilidade da Casa legislativa. Otto foi o mais duro nas críticas. "O Conselho de Ética deveria ser extinto. Se não vai investigar uma coisa dessa natureza, vai investigar o que?", disse em entrevista ao Bahia Notícias. Ele gostaria que o colegiado votasse pela admissibilidade da ação contra Aécio e comparou o caso com o que aconteceu com o ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), cassado em maio de 2016. Ele avalia que as duas denúncias possuem teor semelhante e a decisão contra Delcídio se deu pelo fato dele representar o PT. "O Conselho de Ética, a grande maioria é dos partidos aliados a Michel Temer. Como existe um acordo para o PMDB salvar Aécio, e o PSDB salvar Temer, a coisa funciona desse jeito", acusou o senador. O senador Roberto Muniz foi procurado pelo Bahia Notícias, mas não respondeu as ligações. Já Lídice apoia a decisão que devolveu a Aécio o direito de retomar as atividades parlamentares, mas defende também que o Senado deveria aguardar uma posição do Supremo Tribunal Federal (STF) antes de optar pelo arquivamento do caso no Conselho de Ética. "O simples arquivamento da questão deixa uma situação de questionamento da credibilidade do Senado. "Não seria ruim para o senador Aécio e nem para o senado que essa medida não fosse analisada agora, esperando uma decisão do Supremo", sustentou. A representação contra Aécio por quebra de decoro parlamentar foi arquivada por 11 votos a 4. Ele retomou seu mandato na terça-feira (4), depois de passar 45 dias afastado do Senado por decisão do ministro Edson Fachin, do STF.
Sexta, 07 de Julho de 2017 - 00:00

Presidente da Fetrab acusa governo Rui de tentar 'desmobilizar' sindicatos

por Bruno Luiz
Presidente da Fetrab acusa governo Rui de tentar 'desmobilizar' sindicatos
Foto: Divulgação
A presidente da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), Marinalva Nunes, acusou o governo Rui Costa (PT) de tentar desmobilizar os sindicatos que agrupam servidores estaduais. De acordo com ela, o governador, que integra um partido historicamente ligado aos movimentos sindicais, usou o recadastramento de associados como forma de esvaziar os cofres das entidades. “Esse governador é muito espertinho. Ele baixou o 'diabo' de uma portaria obrigando os sindicatos a fazerem de novo o recadastramento dos sócios. Eles queriam terminar o prazo do recadastramento rápido. Nós negociamos e conseguimos prolongar o prazo. O problema é que, enquanto não finalizarmos isso, a gente fica sem dinheiro. Nós estamos sem dinheiro para fazer os nossos atos”, reclamou Marinalva em entrevista ao Bahia Notícias. A consequência são limitações para defender pautas dos servidores, a exemplo do reajuste salarial pelo qual os servidores lutam há dois anos. Sobre essa questão, a dirigente sindical afirmou que o fato de o governo estadual ter promovido e dado progressão de carreira a 12 mil funcionários (veja aqui) retira muitos da faixa dos que recebem atualmente menos de um salário mínimo, mas não faz com eles desistam do aumento. “Estamos nos esforçando e mobilizando o servidor para que o governo faça mais que a progressão. Para quem está abaixo do mínimo não consegue chegar ao mínimo de hoje se houver apenas reposição inflacionária. Nós queremos reposição para quem não está impactado e, para quem está, um percentual que tire desse impacto. Ou aumentar as progressões”, reivindicou.
'Objeto da Limpurb está se perdendo', admite presidente ao explicar reestruturação
Foto: Divulgação / Limpurb
A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) lançou nesta quinta-feira (6) o regulamento do Programa de Demissão Voluntária (PDV), destinado para funcionários que estão aposentados perante a Previdência Social, mas ainda permanecem na ativa. A economia prevista para os quatro anos é de R$ 70 milhões, e expectativa de redução à metade dos atuais 820 funcionários da casa. De acordo com o presidente da empresa, Kaio Moraes, o programa dá início a um plano de reestruturação interna, para enxugar a folha de pagamento e deixar a Limpurb mais próxima da prática de fiscalização, não execução. "A Limpurb é de 1979. O propósito é que ela fizesse a coleta da cidade. Hoje a realidade é diferente, contrata empresas para que serviços sejam prestados. (...) O objeto da Limpurb está se perdendo, então eu muito mais fiscalizo do que executo", explicou Moraes. Tendo isso em mente, continuou, a intenção é levar ao conselho de administração a proposta para a empresa se tornar em lei um órgão fiscalizador. "Estou reunindo com a técnica para apresentar ao conselho uma mudança de lei, para que possa levar até o Conselho de Concessão e, como o município tem 70% da Limpurb no contrato social, o prefeito [ACM Neto] se pronuncia sobre. Já estou aproveitando o próprio processo licitatório [da concessão de lixo] para tentar arrumar a casa de uma vez só: mudo o sistema da coleta (entenda aqui) e readequo a estrutura da Limpurb", acrescentou. Se tudo ocorrer conforme a direção da empresa considera, será enviado um projeto de lei para a Câmara Municipal para apreciação do Legislativo. O Programa de Demissão Voluntária terá início no próximo dia 17 e tem término previsto para o dia 31 deste mês - o prazo, no entanto, pode ser prorrogado. Os empregados que aderirem ao PDV receberão o saldo de salário, férias vencidas e/ou proporcionais, com abono constitucional; décimo terceiro salário proporcional, multa de 40% calculadas sobre o saldo do FGTS e aviso prévio indenizado. Para aderir ao plano, o funcionário deve ter idade igual ou superior a 50 anos, mínimo de 15 anos de admissão regular na administração pública municipal, aposentadoria pelo INSS e estar apto no exame médico demissional. O regulamento completo está disponível no Diário Oficial do Município desta quinta. 
Sexta, 07 de Julho de 2017 - 00:00

Everaldo admite mais equilíbrio na Lava Jato, mas insiste em direcionamento contra PT

por Fernando Duarte / Bruno Luiz
Everaldo admite mais equilíbrio na Lava Jato, mas insiste em direcionamento contra PT
Foto: Cláudia Cardozo/ Bahia Notícias
Desde seu início, em março de 2014, a Operação Lava Jato é atacada por diversos setores do PT pelo seu suposto “partidarismo”. Para a sigla, que viu vários de seus nomes ou pessoas ligadas a ela atrás das grades, o tratamento da força-tarefa responsável pela investigação era diferenciado em relação a outros partidos alvos. Entretanto, recentemente, figuras de outras agremiações, como PSDB e PMDB, apareceram com força no noticiário político-policial por conta da Lava Jato. Do senador Aécio Neves (PSDB) ao presidente Michel Temer (PMDB), a operação dificultou a vida de quem quer imputar a pecha de “partidária” a ela. Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente estadual do PT admitiu um equilíbrio maior da ação. No entanto, insistiu em afirmar que a Lava Jato é mais dura com o PT. “Quem está na prisão é o tesoureiro no PT, não os tesoureiros de outros partidos. O Vaccari [Neto, ex-tesoureiro do PT] está preso apenas com base em delações, não há provas”, reclamou. Ele voltou a insistir que a justiça tem que ser “ a mesma para todo mundo”. “Os que são condenados pela Justiça com base em provas ou que têm investigação autorizada pela Justiça são soltos, caso de Aécio. Não pode haver contradições”, ponderou.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 22:00

Tasso diz que 'caminhamos para ingovernabilidade' e cita Maia para 'travessia'

por Julia Lindner | Estadão Conteúdo
Tasso diz que 'caminhamos para ingovernabilidade' e cita Maia para 'travessia'
Foto: Agencia Senado
O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE) fez um aceno nesta quinta-feira (6) ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para uma eventual sucessão do presidente Michel Temer. Caso a denúncia contra o peemedebista seja aceita pelos deputados e ele seja afastado do cargo, Maia assumiria provisoriamente o cargo por até 180 dias até o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar o caso. A escolha do relator da denúncia contra Temer por corrupção passiva na Câmara, deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), e a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, acenderam o alerta entre Tasso e seus aliados para acelerar o desembarque. Agora, com os boatos de que o ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha pode fechar acordo de delação premiada, o presidente interino do PSDB acha que a crise deve se intensificar ainda mais. "Se Eduardo Cunha fizer delação, aí não tem nem o que discutir mais. Se vier essa delação não sei nem quem vai ser citado, quem não vai ser, mas vai ser um semestre terrível para nós", avaliou. Ele reclama que "não dá para viver cada semana uma nova crise" e que "está na hora de buscar alguma estabilidade" para o Brasil. Embora diga que ainda é "precipitado" falar em nomes para uma "transição", Tasso afirma que o candidato "tem que ser alguém que dê governabilidade" para o País até a eleição de 2018. "Isso não é algo difícil de se encontrar", minimizou. "Na travessia, se vier, têm várias opções. Se vier um afastamento pela Câmara, ele (Maia) é presidente por seis meses. Se Temer renunciasse já seria diferente, mas, se passar a licença para a denúncia, aí ele (Maia) é presidente por seis meses e tem condições de fazer, até pelo cargo que possui na Câmara, de juntar os partidos ao redor com um mínimo de estabilidade para o País", declarou o tucano. Ele diz que está sempre aberto para tratar de uma "saída negociada" com Temer. Sobre um cenário hipotético de transição, caso Temer deixe o cargo, Tasso avalia que a equipe econômica do atual governo deveria ser mantida para manter a estabilidade. "O governo tem que ser o mais próximo possível do intocável em termos de postura ética", completou. Tasso admite que está conversando com todas as legendas sobre o assunto. "Eu acho que o ideal é envolver todos os partidos, inclusive os de esquerda", defendeu. Para ele, o governo "caminha para a ingovernabilidade", assim como considera que ocorreu com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) antes do processo do impeachment. Tasso considera ainda que o maior problema de Temer na base aliada é com o próprio PMDB, que está dividido. "O primeiro sinal que vamos ter é com o relator (da denúncia contra Temer na CCJ, o deputado Sergio Zveiter), que é do PMDB. O PSDB não tem importância nenhuma nessa história. Se ele (Zveiter) der o voto licenciando o processo, quem está dando autorização é o PMDB. Quer coisa mais significativa que isso? Se ele não der (parecer favorável à aceitação da denúncia), aíé outra coisa." Após mais de 45 dias longe das atividades legislativas, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), voltou ao cargo esta semana e, com isso, gerou um impasse sobre quem ficará no comando do partido. Tasso tem pressionado o tucano a tomar uma decisão definitiva sobre o assunto o quanto antes para ter maior legitimidade em suas decisões. Ele disse que, se continuar na função, a legenda vai começar a defender o parlamentarismo de uma maneira "bastante intensa".
Advogado contesta punição a promotor por agressão física contra mulher
Foto: Divulgação
A defesa do promotor do Ministério Público da Bahia (MP-BA) Luciano Rocha Santana contestou a punição aplicada ao seu cliente por agressão contra sua companheira, Jennifer Silva. Para o advogado do promotor Fabiano Pimentel, a violência física não foi provada e a suposta vítima teria inclusive se retratado. “Jennifer Silva, e ávida por esclarecer a verdade e impedir que fosse condenado um inocente, retratou-se. Ficou evidente que nem mesmo a suposta vítima confirmou a agressão”, afirma o advogado. Ele sustenta também que os policiais civis que atenderam a ocorrência afirmaram que a mulher não portava lesões em seu corpo. "O que ocorreu foi uma discussão de casal, mas não houve agressão física", alega Pimentel. A defesa promete ingressar na próxima semana com o recurso para reformar a decisão. O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), em sessão realizada nesta terça-feira (4), suspendeu o promotor por 30 dias. O processo administrativo foi instaurado por determinação da Corregedoria Nacional do Ministério Público (veja mais).
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 21:20

'Não estamos ocupados somente com as pedras no caminho', declara Temer em vídeo

por Guilherme Ferreira
'Não estamos ocupados somente com as pedras no caminho', declara Temer em vídeo
Foto: Alan Santos / PR
O presidente Michel Temer publicou vídeo durante a tarde desta quinta-feira (6) afirmando que não está ocupado "somente com as pedras no caminho". Durante a maior parte da gravação divulgada por meio do Facebook, ele ressaltou que o país vem demonstrando resultados econômicos que justificam um aumento no otimismo com o futuro do país. "Podem ter certeza, não estamos ocupados somente com as pedras no caminho. Estamos fazendo a tarefa de casa. Estamos fazendo a travessia, mas os resultados positivos não param por aí. Aliás, para mim, o melhor é o retorno da confiança no país", declarou Temer, sem mencionar diretamente a crise política no governo. Ele destacou que as últimas duas semanas tiveram boas notícias para os brasileiros, citando, por exemplo, a redução da meta da inflação, a queda de juros, e a aprovação do requerimento de urgência para a tramitação da reforma trabalhista no Senado. "É um prenúncio claro de que logo, logo o aumento do emprego será ainda maior", avaliou Temer. O vídeo foi divulgado pouco antes do seu embarque para a cidade de Hamburgo, na Alemanha, onde acontece reunião dos países integrantes do G-20 e do Brics. Assista:
Renato Duque renuncia a mais de 20 milhões de euros depositados no exterior
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Preso e condenado pela Operação Lava Jato, o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, renunciou a 20,5 milhões de euros, o equivalente a R$ 77 milhões, depositados em contas no exterior. A renúncia foi informada à Justiça Federal na quarta-feira (5) pelos advogados de Duque. Esta quantia havia sido bloqueada pelo Judiciário para servir de compensação quando as ações contra o ex-diretor transitassem em julgado. Com a autorização de Duque, contudo, o procedimento para repatriação do dinheiro pode começar imediatamente. A devolução do dinheiro é uma exigência do juiz federal Sérgio Moro para que o ex-diretor da petrolífera saia da cadeia após cinco anos de prisão. Atualmente, ele está detido na carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 20:40

Em menos de 10 dias, segunda pessoa morre durante exercício em academia em Salvador

por Júlia Vigné
Em menos de 10 dias, segunda pessoa morre durante exercício em academia em Salvador
Foto: Reprodução / Pixabay
Um homem morreu ao se exercitar em uma academia da Mata Escura nessa quarta-feira (5). É o segundo caso em menos de 10 dias em Salvador. De acordo com informações do Centro Integrado de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública (Cicom), Jorge Ribeiro Santiago, de 58 anos, estava se exercitando quando se sentiu mal. Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando chegou ao local, Jorge já teria vindo a óbito. A 11ª Central Independente de Polícia Militar (11ª CIPM) está investigandoo caso. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Perícia Técnica (DPT).
Boia substituta de equipamento que se desprendeu na Barra será instalada nesta sexta
Foto: Divulgação
Uma nova boia luminosa será colocada na ponta sul do Banco de Santo Antônio nesta sexta-feira (7), às 6h, para substituir o equipamento que se desprendeu a oito quilômetros da praia da Barra na madrugada da última terça (4), por conta dos fortes ventos e a ressaca registrada em Salvador nos últimos dias (relembre). De acordo com a Marinha do Brasil, a boia substituta já foi embarcada em um navio balizador, que desatracará nesta madrugada da Base Naval de Aratu para fazer o lançamento do sinal náutico dela.
'Fora, Temer': Artistas se unem em campanha para pressionar Sérgio Zveiter
Foto: Reprodução / O Globo
Um grupo de artistas lançou a campanha “Estamos de olho, Sérgio Zveiter”. A iniciativa é para pressionar o deputado que é relator do processo contra Michel Temer, na Câmara dos Deputados, em Brasília. A turma de artistas, tem se reunido na casa da esposa de Caetano Veloso, Paula Lavigne, no Rio de Janeiro, unindo esforços pela saída de Temer da presidência. Nesta quinta-feira (6) foi a vez de Renata Sorrah e Tico Santa Cruz entrarem na campanha. Os dois pousaram segurando um cartaz com o dizeres: “Zveiter, estou de olho em você!”. De acordo com o O Globo, o grupo mandou o seguinte recado ao deputado através das redes sociais: "você é deputado federal pelo Rio de Janeiro e responsável pelo relatório da Comissão de Justiça sobre as denúncias de Temer. Está em suas mãos recomendar ou não que Temer seja investigado por seus conhecidos crimes. Essa é a hora de fazer pressão, vamos compartilhar esse post, entrem na página do deputado e deixem mensagens, mobilizem seus grupos! #ZveiterEstouDeOlhoEmVoce #EstamosDeOlho #ForaTemer".
Deputado pedirá a Jardim explicações por fim de grupo de trabalho da Lava Jato
Foto: Reprodução/ Facebook
O deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) vai protocolar nesta sexta-feira (7) um requerimento para pedir ao ministro da Justiça, Torquato Jardim, explicações sobre a decisão da Polícia Federal de encerrar o grupo de trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba (leia aqui). Como a PF é subordinada ao Ministério da Justiça, cabe ao titular da pasta fornecer informações sobre o assunto. Segundo Almeida, há “fortes indícios” de que a decisão tenha sido uma “manobra política para abafar” a operação. “Há investigações importantes em curso, como o anúncio das delações de Eduardo Cunha e [Lúcio] Funaro. Estranha-se, neste momento, uma mudança como essa. Estranha-se, ainda mais, quando não são os petistas no momento alvo da investigação. É estranho que, quando chega ao PSDB, como o caso do senador Aécio Neves, há essa mobilização”, sugeriu.
Zé Ronaldo e secretária de saúde são acionados pelo MP-BA por contratações irregulares
Foto: Ney Silva / Acorda Cidade
O prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (DEM), e a secretária de Saúde do município, Denise Lima Mascarenhas, foram acionados pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) por ato de improbidade administrativa. Segundo o promotor de Justiça Tiago Quadros, eles cometeram irregularidades ao realizar contratações diretas de profissionais para atuarem na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Mangabeira por meio de duas cooperativas. O promotor pede que a Justiça puna os acionados com perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil, além de proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios. As cooperativas Feireinse de Saúde (Coofsaúde) e de Trabalho em Apoio Técnico Operacional (Coopersade), que também foram acionadas pelo MP, firmaram contratos de prestação de serviço com o município para disponibilizar profissionais já aprovados em concurso público e que aguardavam nomeação para os mesmos cargos. O promotor explica que devidamente “cooperativados”, diversos contratados continuaram exercendo as suas funções.  “O modelo vigente em Feira de Santana permite que os gestores escolham livremente quem desejam ver ocupando os cargos e funções públicas”, alerta o promotor. O MP-BA alega que já havia alertado Zé Ronaldo sobre o modelo de terceirização de mão de obra adotado na cidade. No entanto, segundo o órgão, as irregularidades continuaram acontecendo.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 19:00

Depósitos em poupança superam saques em R$ 6 bilhões em junho

por Fabrício de Castro | Estadão Conteúdo
Depósitos em poupança superam saques em R$ 6 bilhões em junho
Foto: Marcos Santos / USP Imagens
O volume de recursos que os investidores depositaram na poupança em junho, já descontados os saques, somou R$ 6,090 bilhões, informou nesta quinta-feira (6) o Banco Central. Em junho do ano passado, houve saques líquidos de R$ 3,718 bilhões e, em maio de 2017, aportes de R$ 292,6 milhões. Foi a segunda captação líquida mensal registrada em 2017 e o melhor resultado para junho desde 2013, quando houve captação de R$ 9,451 bilhões. Os dois últimos dias do mês (29 e 30), quando geralmente o volume de depósitos sobe em função do pagamento de salários, foram os destaques. Juntos, este dois dias somaram R$ 4,663 bilhões em depósitos na poupança, já descontados os saques. Em 2015 e 2016, a crise econômica acirrou os saques, com as famílias mais retirando do que colocando recursos na poupança para fazer frente às despesas. Em 2017, o fenômeno voltou a acontecer, com retiradas líquidas em janeiro, fevereiro, março e abril. Em maio e em junho, porém, houve captação líquida. Nestes dois meses, os trabalhadores puderam retirar recursos de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o que pode ter contribuído para elevar os depósitos na poupança. De acordo com o BC, o total de aplicações na poupança em junho foi de R$ 174,539 bilhões, enquanto os saques somaram R$ 168,449 bilhões. O estoque do investimento na poupança está em R$ 675,348 bilhões, já considerando os rendimentos de R$ 3,750 bilhões de junho. No acumulado de 2017, a poupança registra saques líquidos de R$ 12,290 bilhões, resultado de aportes de R$ 1,001 trilhão e retiradas de R$ 1,013 trilhão. Em todo o ano passado, em meio à crise, R$ 40,702 bilhões líquidos saíram da poupança. Além da influência da crise econômica, a poupança vinha perdendo espaço para outros investimentos, considerados mais atrativos. A remuneração da poupança é formada por uma taxa fixa de 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR) - esse cálculo vale para quando a Selic (a taxa básica de juros) está acima de 8,5% ao ano. Atualmente, ela está em 10,25% ao ano.
Geddel admitiu ter ligado 'mais de 10 vezes' para esposa de Funaro em um ano; veja vídeo
Foto: Dida Sampaio/ Agência Estado
O ex-ministro Geddel Vieira Lima admitiu, durante audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (6), ter realizado mais de 10 ligações para a esposa do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, preso há mais de um ano, a senhora Raquel Funaro. A tese levantada pelo Ministério Público Federal (MPF) é que Geddel estaria atrapalhando as investigações ao tentar evitar que o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Lúcio Funaro firmassem acordo de delação premiada com o MPF. Apesar de ter admitido as “mais de 10” ligações, Geddel negou que o teor das chamadas seriam no sentido de oferecer acordos, propina, pressão ou qualquer benefício que contrarie a lei. “Não houve sondagem. Não houve absolutamente nada. As ligações eram realizadas para tratar de assuntos cotidianos. Era um ‘como vai você? Como está sua filha?’”, esbravejou Geddel. Quando questionado quem era o autor das ligações, Geddel afirmou que, eventualmente, os dois realizavam as chamadas. “Ela ligava pra mim, eu ligava para ela”, disse o ex-ministro dos governos Dilma e Temer, que negou contatos com Cunha no período do último ano. A defesa de Geddel questionou a materialidade e o rito em que a prisão preventiva foi realizada, sendo que a ação apenas é proferida em últimos casos pela Justiça. Para o advogado Gamil Föppel, a esposa de Funaro deveria ter sido ouvida antes mesmo do encarceramento de Geddel ter sido requerido pelo MPF. Tal fato, agora, acaba postergando uma possível decisão da Justiça de, ou revogar a prisão preventiva, ou minorá-la para uma medida preventiva, como prisão domiciliar e uso de tornozeleira. Föppel ainda contestou a isonomia do caso, tendo em vista que o ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, cumpre medida preventiva a mando do Supremo Tribunal Federal (STF). “Loures foi solto substituindo sua prisão preventiva por medidas cautelares. A presunção de inocência existe para todos e a situação de Geddel é menos complicada: não tem imagem dele carregando mala para onde quer que seja e o senhor Geddel está preso e o senhor Rocha Loures está solto”, protestou o advogado, que ressaltou que o ex-ministro está há oito meses sem ocupar cargo público e mantém compromissos com a Justiça. A defesa também contestou a ação da Justiça, que foi realizada um dia antes do início do recesso do Judiciário, que ocorreu na última segunda-feira (3) e irá perdurar até dia 31 deste mês. A realização do depoimento de Raquel Funaro a este momento, de acordo com o advogado de Geddel, pode remodelar o teor de seu depoimento. “Além disso, todos saberão as impugnações que a defesa fará. A essa altura, é óbvio que essa senhora dirá que se sentiu intimidada [com a ligação de Geddel]”, repugnou. O ex-ministro se manteve emocionado a todo o momento. Segurando o choro, Geddel disse que o maior objetivo dele, a este ponto, é que o seu filho, conhecido como Geddelzinho, continue carregando o seu nome. Com relação a cumprir medidas preventivas, Geddel declarou que irá cumprir a decisão proferida pelo juiz Vallisney Oliveira. “Não tomarei nenhum passo que venha a retornar a esse imenso constrangimento que eu estou tendo pessoalmente e moralmente”, afirmou ressaltando que, após a divulgação do áudio pelo empresário Joesley Batista, “já estava praticamente em prisão domiciliar". “Eu saía mais da minha casa apenas para resolver algumas coisas e para levar meus filhos um pouco para ver a luz do sol com o pai”, disse.
MP-BA denuncia homens suspeitos de estuprarem quatro crianças em Camacã
Foto: Reprodução/ TCM
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou quatro pessoas suspeitas de estuprarem quatro crianças no município de Camacã, no Litoral Sul do estado. Foram alvos da ação Gutemberg Silva Marques, Cosme Bandeira Castro, Damião Bandeira Castro e José Antônio dos Santos. as crianças violentadas possuem, atualmente, sete, oito, 10 e 13 anos de idade e são filhas, enteada e sobrinha de um dos denunciados. De acordo com a denúncia da promotora Catharine Rodrigues Cunha, Marques abusou sexualmente das filhas e da enteada. O homem cometia os estupros desde que uma das filhas tinha cinco anos e a sobrinha, dez. Já a enteada, segundo o MP-BA, é vítima dele, pelo menos, desde 2015. Gutemberg oferecia bala, pipoca e dinheiro às meninas e cometia os crimes contra a vontade dele. Os atos aconteciam na própria casa dele. Ainda de acordo com o órgão, no mesmo local, os também denunciados Cosme Castro e Damião Castro estupraram diversas vezes as quatro crianças. Ainda conforme descrito no documento apresentado à Justiça, José Antônio cometeu o mesmo crime, chegando a dormir na casa de Gutemberg, que tinha ciência e concordava com os atos. O MP-BA informa que casos de violência sexual praticados contra crianças e adolescentes podem ser denunciados pelo “Disque 100”.
Euvaldo Jorge critica atual gestão do Bahia e não descarta ser candidato à presidência
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Apaixonado pelo Esporte Clube Bahia, o ex-vereador de Salvador, Euvaldo Jorge, confirmou que pode ser candidato à presidência do Tricolor na próxima eleição. “Amigos, conselheiros, pessoas que querem mudar a situação, fazer o Bahia voltar a disputar títulos, querem que eu dispute. As pessoas, pela minha trajetória de homem público, querem que eu me candidate. Eu aceito o desafio se for para unir, para agregar, para criar uma diretoria baseada na meritocracia, com pessoas que entendam de futebol. Coloco meu nome à disposição, um sonho que sempre tive. Mas se tiver algum outro nome melhor do nosso grupo, eu também vou apoiar”, disse. Perguntado sobre a existência de uma chapa, previamente formada, o ex-parlamentar revelou que reuniões já estão acontecendo, com esse objetivo.  “Já existe um grupo, já tivemos algumas reuniões. Não existe chapa ainda, apenas conversa da gente formar um grupo e lançar a chapa para disputar a eleição. Nomes dessa conversa não vou citar agora, têm muitos, mas fizemos acordo de não soltar nome nenhum agora. Vamos esperar formar um grupo bem forte”, afirmou. Sócio do clube desde a década de 70, Euvaldo afirma sonhar com o Bahia do passado, que conquistava grandes títulos. De acordo com ele, a atual gestão não tem competência para dirigir o clube.  “Eu acho essa diretoria muito imatura, o Bahia está com um time mediano. Time que não pode disputar nenhuma partida de igual para igual com os grandes clubes do Brasil. Falta coragem, falta ousadia, falta experiência para investir. Nós não temos uma estrutura de futebol forte. Não temos uma base, não sai um jogador que você possa arrecadar fundos para investir no plantel principal. Pouquíssimos sócios filiados ao Bahia, nós precisamos ter de novo um Bahia grande, como sempre foi! Se você colocar um time grande, a torcida paga!”, finalizou.
Em discurso, Temer afirma que há 'tentativa de desarmonizar os Poderes do Estado'
Foto: Alan Santos / PR
O presidente Michel Temer fez um discurso nesta quinta-feira (6) criticando autoridades que se acham "iluminadas por uma centelha divina" por tentar “desarmonizar os Poderes do Estado”. "O que mais se verifica, muitas e muitas vezes, é a tentativa de desarmonizar os Poderes do Estado. Isso é um crime em um Estado democrático de direito, isso só passa pela cabeça daqueles que na verdade acham que são autoridades iluminadas por uma centelha divina”, declarou. O presidente deve embarcar às 13h desta quinta-feira para o encontro do G20, que reúne autoridades das 20 maiores economias do mundo em Hamburgo, na Alemanha. A declaração foi dada durante cerimônia de anúncio de remodelações no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que foi rebatizado de Novo Fies.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 17:50

Boletim 4x4: Trilha do Caju consolidada no calendário do 4x4 baiano

por Alexandre Reis
Boletim 4x4: Trilha do Caju consolidada no calendário do 4x4 baiano
Foto: Jefferson Peixoto
No Boletim 4x4 desta semana tem uma cobertura especial da quarta edição da Trilha do Caju, realizada no último final de semana em Cícero Dantas, a cerca de 300 quilômetros de Salvador. A coluna preparou uma resenha banaca, além de fotos fantásticas do fotógrafo Jefferson Peixoto. Destaque ainda para os preparativos para a Trilha do Sertão, o próximo grande evento do calendário de trilhas da Bahia, em Feira de Santana. Saiba ainda como se inscrever para a Trilha do Araça, que acontece em agosto no município de Araças, pertinho de Alagoinhas. Tem também a criação de um grupo voltado exclusivamente para situações de resgate 4x4 e o pré-lançamento do Arena Off Road. Não perca nada. Clique logo aqui para ler o Boletim 4x4
Reunião do G20 começa com confronto entre polícia e manifestantes na Alemanha
Foto: Reprodução/ Globo News
A reunião do grupo dos 20 países mais ricos do mundo, o G20, em Hamburgo, na Alemanha, começou com confronto entre policiais e manifestantes nesta quinta-feira (6). O lema do protesto é “Bem-vindos ao inferno” (#welcometohell). A polícia conteve a manifestação quando um grupo de black blocs, vestido com máscaras e roupas pretas, se juntou aos manifestantes. A ação ocorreu porque, no país, é proibido fazer protestos com máscara. A polícia pediu insistentemente que os objetos fossem retirados. Por volta de 19h30 locais (14h30 de Brasília), a polícia estimou que havia 12 mil manifestantes. Deles, cerca de mil eram black blocs. O ato foi encerrado às 20h30 locais. No Twitter, a polícia informou que seu porta-voz foi agredido e teve de ir para um lugar seguro. A polícia também avisou pelo Twitter que com o aumento das tensões foi necessário usar os lançadores de água. Os policiais dizem que foram alvejados por garrafas e outros objetos.
Vitória libera Gabriel Xavier para clube japonês; Leão poderá receber quase R$ 900 mil
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O Vitória decidiu não criar empecilho e liberou Gabriel Xavier para acertar sua transferência para um clube japonês (saiba mais aqui). O atleta foi cedido por empréstimo pelo Cruzeiro e precisava do aval da diretoria Rubro-negra para que a negociação seja concretizada. O Bahia Notícias apurou que o Vitória irá receber aproximadamente R$ 900 mil caso o martelo seja batido. O acerto agora só depende dos dirigentes mineiros e dos japoneses. Gabriel, de 23 anos, desembarcou na Toca do Leão no início da temporada. Até o momento, o jogador atuou em 20 partidas e marcou dois gols.
Rui autoriza reforma de BA entre Aramari e Ouriçangas; obra deve começar em 2 semanas
Foto: Manu Dias / GOVBA
Uma ordem de serviço que autoriza a recuperação de 19 quilômetros da BA-504, em Ouriçangas, agreste baiano, foi assinada nesta quinta-feira (6) pelo governador Rui Costa. O trecho citado liga a cidade até Aramari, na mesma região, e terá as obras iniciadas daqui a até duas semanas. Segundo o governo, além dos 8.804 mil moradores de Ouriçangas e de Aramari, a obra deve beneficiar também Alagoinhas, Irará, Santanópolis, Pedrão e Araçás, em um total de 215 mil habitantes. Por dia, 450 veículos trafegam pelo trecho. A região é polo de turismo, hortifrutigranjeiros, petróleo e pecuária. Ainda segundo Rui, a obra custará R$ 10 milhões. A previsão é que a obra seja inaugurada ainda neste ano. "Esta intervenção dará mais segurança, trafegabilidade e conforto à população. Representa um esforço gigantesco do Governo do Estado, que, neste momento de crise, reúne recursos para recuperar as estradas da Bahia. Aqui em Ouriçangas, ainda estamos realizando outras ações, como o estádio de futebol, que devemos concluir ainda neste ano, pavimentação, e me comprometi, se o prefeito concordar, em transformar a unidade hospitalar em uma maternidade", afirmou o governador.
Festas juninas: Três empresas concentram mais de R$ 3 milhões em contratos da Bahiatursa
Foto: Eloi Corrêa / GOVBA
Duas empresas e uma empresária concentraram quase um terço dos contratos que a Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado (Bahiatursa) firmou, sem licitação, para a realização dos festejos juninos. Somente até o momento, o órgão já divulgou, em cinco edições do Diário Oficial do Estado (DOE), pagamentos de cachês e cotas de patrocínio que somam R$ 9.475.000. Deste total, R$ 3.159.000 foram recebidos sob três nomes. A Marco Aurélio Gil Braz Produções Artísticas foi a que mais recebeu: R$ 1,375 milhão custearam o show de 29 atrações, como Nando Borges e Genard, em cidades como Simões Filho, Salvador, Valença, Santo Antônio, Ilhéus. Neste valor também está incluída a cota de patrocínio de  R$ 450 mil da “Vila Esquenta Espicha 2017", que ocorreu em cinco cidades baianas. A segunda que mais acumulou cachês foi a Brilho Estrelar Produções Artísticas. Com 27 shows de nomes como Trio Forrozão, Astros do Forró, Amanda Santiago, a empresa teve um montante de R$ 954 mil durante os festejos juninos. A terceira que mais aparece à frente dos contratos é Maria da Conceição Figueiredo, que em 20 apresentações de artistas como Norberto Curvelo, Filomena Bagaceira e Kiko Salli somou R$ 830 mil. Os números podem ser ainda maiores, caso a Bahiatursa continue com a divulgação dos contratos. Outras empresas receberam montantes consideráveis para contratos de cota de patrocínio. A Elpídio Som Serviços recebeu R$ 706 mil para "prestação de serviços de locação, montagem e desmontagem de palcos modulares, tenda, toldos, coreto, arquibancadas, alambrados e fechamentos, pisos, tablados, praticáveis, estruturas em octanormes, sanitários químicos, sonorização, iluminação, projeção e grupos geradores” para a realização de festas juninas. A Light & Sound Iluminação e Estruturas recebeu R$ 300 mil pelo São João Elétrico de Porto Seguro. Já a Estalo Agência Promocional recebeu R$ 278 mil para "produção de evento, incluindo a organização, coordenação, execução e avaliação de eventos e promoções, com viabilização de infraestrutura e fornecimento de apoio logístico” para o São João da Bahia 2017.
Grávida que foi atingida na barriga por tiro recebe alta; bebê segue internado
Foto: Reprodução / RJTV
A grávida que foi atingida por um tiro na barriga, atingindo o útero, na última sexta (30) (veja aqui), recebeu alta nesta quinta-feira (6) no Hospital Moacir do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Claudinéia dos Santos Melo estava grávida de nove meses quando foi atingida por uma bala perdida, na Favela do Lixão. O bebê, que teve seu pulmão e coluna atingidos (veja aqui), continua internado em estado grave no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 16:15

Empresário de Gabriel Xavier revela proposta de clube japonês

por Glauber Guerra
Empresário de Gabriel Xavier revela proposta de clube japonês
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O meia-atacante Gabriel Xavier pode deixar o Vitória e partir rumo a um clube do Japão. De acordo com Júnior Pedroso, empresário do atleta, existe uma negociação em andamento. O jogador pertence ao Cruzeiro e foi cedido para o Leão até o fim do ano. “Existe interesse de um clube japonês. Ainda não tem nada certo, mas o projeto que nos foi oferecido é muito bom”, disse o empresário, em entrevista ao Bahia Notícias. No entanto, o agente revelou que a saída do atleta depende do aval do Vitória. “Ele foi cedido pelo Cruzeiro e o Vitória precisa avalizar. Os dois clubes possuem uma boa relação. Mas se o Vitória e o Cruzeiro não quiserem, o negócio não será concretizado. Vamos aguardar”, finalizou. Gabriel, de 23 anos, desembarcou na Toca do Leão no início da temporada. Até o momento, o jogador atuou em 20 partidas e marcou dois gols.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 16:00

'Tudo isso é uma surpresa', afirma Geddel sobre prisão preventiva

por Luiz Vassallo e Fábio Serapião | Estadão Conteúdo
'Tudo isso é uma surpresa', afirma Geddel sobre prisão preventiva
Foto: Reprodução / YouTube
O ex-ministro dos governos Dilma e Temer Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) afirmou, nesta quinta-feira (6) durante audiência de custódia, que sempre cooperou com a Justiça e se disse "surpreendido" com sua prisão preventiva. Ele negou ter sido "maltratado" durante o ato de seu encarceramento e alegou não ter tido "tratamento diferenciado". A detenção dele foi decretada pelo juiz federal da 10ª Vara, Vallisney de Oliveira, no âmbito da "Operação Cui Bono?". "Tudo isso pra mim aqui é uma surpresa. Tenho 58 anos de idade e não tinha nenhum tipo de problema. Coopero com a Justiça e sempre cooperei. Tudo que eu fiz foi sob orientação dos meus advogados. Tenho crença inabalável que em nenhum momento eu tomei nenhuma atitude que pudesse ser interpretada como um embaraço à Justiça", relatou. A prisão é de caráter preventivo e tem como fundamento elementos reunidos a partir de informações fornecidas em depoimentos recentes do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, do empresário Joesley Batista e do diretor jurídico do grupo J&F, Francisco de Assis e Silva, sendo os dois últimos, em acordo de colaboração premiada. Os procuradores afirmam que Geddel tem agido para atrapalhar as investigações. O objetivo de Geddel seria evitar que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o próprio Lúcio Funaro firmem acordo de colaboração com o Ministério Público Federal. Para isso, segundo os investigadores, tem atuado no sentido de assegurar que ambos recebam vantagens indevidas, além de "monitorar" o comportamento do doleiro para constrangê-lo a não fechar o acordo.
Geddel chora ao ouvir, durante depoimento, que permanece na prisão
Foto: Reprodução / JF
O ex-ministro Geddel Vieira Lima chorou após ouvir do juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, que irá permanecer encarcerado por tempo indeterminado. Vallisney afirmou que irá analisar o pedido de soltura na próxima semana. Os advogados solicitaram a prisão domiciliar e o uso de tornozeleira eletrônica por Geddel. "Se a vossa excelência quiser colocá-lo em prisão domiciliar sem celular assim como já foi feito, pode ser feito desde agora", argumentou o advogado Gamill Föppel. De acordo com o juiz Vallisney, é necessário periciar o telefone de Geddel e ouvir a esposa do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, Raquel Funaro, que teria trocado mensagens com Geddel. A defesa de Geddel também questionou por qual motivo a Justiça Federal não teria ouvido Raquel Funaro antes, tendo em vista o importante papel da ligação para a prisão do ex-ministro. "A defesa impugna nesse momento que somente agora se resolva ouvir a senhora Raquel [a esposa de Funaro]. Fato que, inclusive, será objeto de impugnação", contestou Föppel. Valisnney afirmou que, para tomar uma decisão se poderá soltar ou não Geddel, teria que analisar o depoimento de Raquel Funaro e por isso determinou os três dias para perícia da Polícia Federal e mais um dia para o posicionamento do Ministério Público. O ex-ministro foi preso na última segunda (3) acusado de obstrução de justiça. Atualizado 16h10
Barreiras: Prefeitura paga 5 vezes mais por 'Calcinha' em São João
Divulgação do São João deste ano / Foto: Reprodução
Quem imagina que a prefeitura de Livramento de Nossa Senhora, no sudoeste, tenha valorizado demais o “passe” da banda Calcinha Preta, precisa saber que a gestão de Barreiras, no extremo oeste, fez mais ainda pela atração. Anunciada na abertura do São João da cidade, no dia 22 de junho, a banda foi contratada por R$ 130 mil. O valor, publicado no Diário Oficial do Município, é R$ 32 mil mais caro que o pago pela prefeitura de Livramento, que gastou R$ 98 mil para a banda se apresentar no dia seguinte, 23 de junho. A conta de Barreiras fica ainda mais extravagante se for comparada com o cachê pago em Aracatu [R$ 28 mil] (lembre aqui). A “Calcinha” ficou quase cinco vezes mais cara, mesmo que a atração tenha se apresentado no São Pedro, época em que os shows caem de preço. 
PF admite transferência de equipe da Lava Jato, mas diz que ação amplia combate à corrupção
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
A Polícia Federal divulgou nota nesta quinta-feira (6) confirmando a transferência da equipe das Operações Lava Jato e Carne Fraca (veja mais). Os integrantes da força-tarefa vão passar a integrar a Delegacia de Combate à Corrupção e Desvio de Verbas Públicas (Delecor). A PF alega que a ação aumenta o efetivo especializado no combate à corrupção e lavagem de dinheiro e facilita o intercâmbio de informações. "A medida visa priorizar ainda mais as investigações de maior potencial de dano ao erário", justifica o texto. A nota acrescenta que o modelo é o mesmo adotado em outras superintendências da PF, como no Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo. O órgão relata que essas unidades também são responsáveis por deflagrar operações oriundas da Lava Jato e registram "resultados altamente satisfatórios". O texto ressalta ainda que efetivo na Superintendência Regional no Paraná está adequado à demanda e será reforçado em caso de necessidade. A PF conclui a nota destacando que "reafirma o compromisso público de combate à corrupção, disponibilizando toda a estrutura e logística possível para o bom desenvolvimento dos trabalhos e esclarecimento dos crimes investigados".
Temer receia que Serraglio vote na CCJ com 'mágoa' após demissão de ministério
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
O presidente Michel Temer receia que o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-aprecie a denúncia da Procuradoria-Geral da República com "mágoa". O ex-ministro da Justiça foi substituído pelo então ministro da Transparência, Torquato Jardim. Serraglio seria transferido para o cargo na antiga Controladoria-Geral da União (CGU), mas rejeitou a oferta em carta. Depois de sair do primeiro escalão do governo, Serraglio reassumiu o cargo na Câmara dos Deputados e na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde será apreciada a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. O chefe do Executivo nacional teme, de acordo com a coluna Radar Online, que Serraglio vote a favor da denúncia por mágoa da demissão feita por terceiros.
Uldurico Jr cita Atlas da Violência e pede medidas emergenciais de segurança
Foto: Gustavo Lima / Agência Câmara
O deputado federal Uldurico Junior (PV-BA) usou a tribuna da Câmara Federal nesta quinta-feira (6) para cobrar medidas emergenciais a setor de segurança pública do Estado. O parlamentar demonstrou preocupação ao citar os dados divulgados pelo Atlas da Violência, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FSBP) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com o levantamento, quatro cidades baianas, sendo duas da região sul, seu domicílio eleitoral, estão entre as dez mais violentas do Brasil, considerando as de população superior a cem mil habitantes: Lauro de Freitas (2º), Simões Filho (5º), Teixeira de Freitas (7º) e Porto Seguro (9º). "As autoridades responsáveis pelo governo baiano, tanto no âmbito estadual quanto municipal, estão falhando na sua missão. Há um déficit na ação do poder público, que se revela tanto no precário aparelhamento e preparação dos órgãos de segurança como na sua incapacidade de promover efetiva inclusão das parcelas da população hoje à margem da sociedade", criticou. O deputado apontou também que a segurança pública é um fator importante na qualidade de vida da população. “Não apenas porque sua precariedade torna os cidadãos reféns dos criminosos, mas, sobretudo, porque melhorias em segurança pública estão associadas a ganhos em áreas como saúde e educação. Precisamos de ações urgentes para devolver ao cidadão de bem o direito de ir e vir em segurança", pediu.
Direção da Polícia Federal encerra grupo de trabalho da Lava Jato em Curitiba, diz site
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
A direção da Polícia Federal encerrou o grupo de trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba. A decisão foi confirmada à revista Época por três fontes ligadas ao fato. Segundo informações, a decisão foi comunicada aos quatro delegados que ainda estavam na força-tarefa da operação. A expectativa é que a formalização do desmanche ocorra no próximo boletim interno da Superintendência da PF no Paraná, que deve sair na próxima segunda-feira (10). A decisão é atribuída ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello. De acordo com a Época, os delegados e agentes voltarão às suas funções na Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor), deixando de se dedicar exclusivamente à Lava Jato. Os investigadores acreditam que a produção de provas em processos relevantes seja prejudicada. Novas fases da operação podem nem sequer ser deflagradas, segundo procuradores da República.
Quinta, 06 de Julho de 2017 - 14:00

Fundo eleitoral pode chegar a R$ 6 bilhões em 2018; o valor inicial era R$ 3,5 bi

por Thiago Faria e Julia Lindner | Estadão Conteúdo
Fundo eleitoral pode chegar a R$ 6 bilhões em 2018; o valor inicial era R$ 3,5 bi
Foto: Divulgação
O deputado federal Vicente Cândido (PT-SP), relator da reforma política na Câmara, vai incluir em seu parecer proposta que vincula o valor a ser gasto nas campanhas do ano que vem à receita líquida do governo federal. Com isso, o fundo eleitoral com dinheiro público que será criado para bancar as candidaturas de 2018 poderá ir a R$ 5,9 bilhões, mantidas as previsões do Ministério do Planejamento para este ano. Inicialmente, o valor que estava sendo discutido era de R$ 3,5 bilhões. Segundo Cândido, a ideia é que o valor do fundo seja de 0,5% da receita líquida. Em 2016, este valor foi de R$ 1,088 trilhão. Para 2017, a previsão de receita do governo é de R$ 1,182 trilhão, segundo consta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) enviada ao Congresso. O petista, que se reuniu anteontem com o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), para tratar do assunto, tentava ontem fechar um texto com a proposta para apresentar em uma das comissões da reforma política. A criação do fundo será incorporada a uma proposta de emenda à Constituição (PEC) a ser analisada primeiramente na Câmara e só depois no Senado. Para valer em 2018, o fundo deve estar aprovado antes de outubro. Questionado, o deputado disse que dificilmente o fundo chegará aos quase R$ 6 bilhões. Segundo ele, a receita líquida do governo acumulada dos últimos 12 meses - descontados os repasses aos Estados - foi de R$ 768 bilhões. Assim, a considerar o número atual, o fundo seria de R$ 3,84 bilhões, ainda assim acima do que foi inicialmente proposto. No texto, porém, ele trabalha com a previsão de usar como referência o valor do ano anterior às eleições. Jucá iria sugerir uma PEC no Senado, mas, para facilitar a aprovação, optou por incluir suas propostas na PEC já em discussão na Câmara. Na reunião entre o relator e o líder do governo, ficou acertada também a divisão do valor do fundo eleitoral entre os candidatos e partidos. Cândido concordou em incluir na conta a bancada atual do Senado, além da proporção de representantes de cada partido na Câmara. A fórmula, defendida por Jucá, beneficia o PMDB, que ficaria com a maior parcela. O senador é também o presidente do partido. "O PMDB tem a maior bancada do Senado, é o maior partido hoje. Tem prefeitos, governadores, senadores e deputados. Então, é justo que ele tenha um pouco mais, um plus, na distribuição do fundo. Mas também não pode ser tanto que chegue a prejudicar os demais partidos", afirmou o petista. Pela proposta, 70% do valor será dividido de acordo com a bancada atual da Câmara, 25% considerando as bancadas do Senado e 5% seria dividido igualmente entre todos os 35 partidos existentes no País. A divisão, porém, ainda enfrenta resistências. A ideia é que o fundo seja alimentado com recursos previstos no Orçamento e 10% do valor destinado a emendas parlamentares em anos eleitorais, calculado em cerca de R$ 2 bilhões por Jucá. Diferentemente do Fundo Partidário, que hoje chega a quase R$ 900 milhões por ano, o fundo eleitoral só existirá de dois em dois anos, quando houver eleições. O calendário proposto prevê a aprovação do fundo até o dia 17 na Câmara e a discussão no Senado a partir de agosto. "Acho que o fundo é uma necessidade imperiosa", disse Jucá.
Sogro de filha de Fachin é chefe em empresa da J&F, grupo empresarial de Joesley Batista
Foto: Nelson Jr. / SCO / STF
O sogro da filha do ministro Edson Fachin é chefe em uma das empresas do grupo J&F, na qual os executivos tiveram suas delações premiadas homologadas pelo magistrado. Como relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Fachin é responsável pela homologação do acordo, firmado entre Joesley Batista e demais empresários do grupo com o Ministério Público Federal (MPF). Segundo informações da Folha de S. Paulo, Marcos Gonçalves é pai de Marcos Alberto Rocha Gonçalves, casado com uma das filhas do ministro e também sócio fundador do escritório Fachin Advogados e Associados. De acordo a publicação, Marco Gonçalves trabalhou por 16 anos para o grupo J&F e hoje ocupa o cardo de chefe de compra de gado do Mataboi Alimentos, frigorífico administrado por José Batista Júnior, irmão mais velho de Joesley. "Não trabalho na JBS, trabalho no Mataboi Alimentos, e não falo da minha vida. Entendo que você é repórter, entendo a sua função, mas eu não falo", foi o que Gonçalves se limitou a responder ao jornal. Como estratégia, aliados do presidente Michel Temer (PMDB) tem explorado a relação entre Fachin e a família Batista. Deputados da base aliada do governo chegaram a protocolar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado um pedido de explicações ao ministro para que ele esclarecesse sua relação com Ricardo Saud, lobista do grupo J&F, que teria ajudado Fachin no período de sua campanha ao STF. Em nota, o magistrado afirma que não contou "com o auxílio de qualquer empresa ou grupo em seu processo de indicação ou confirmação para o cargo de ministro do STF". O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) arquivou o requerimento.
Emenda parlamentar é incluída na LDO para reforma do Paço Municipal
Foto: Maiana Marques / Bahia Notícias
O Paço Municipal, erguido em 13 de junho de 1549, reunindo a Casa da Câmara e a Cadeia da Cidade de Salvador, deverá passar por reforma. A obra, que está prevista para ser iniciada até o final de 2018, foi anunciada nesta quarta-feira (5) pelo presidente da Câmara Municipal, Léo Prates (DEM), e será realizada com R$ 8 milhões oriundos de emenda parlamentar, por sugestão do deputado federal Cacá Leão (PP-BA). “Fui procurado pelo presidente da Câmara, na semana passada, e ele me falou sobre a necessidade de fazer uma reforma no prédio em que a Casa funciona. Prometi encontrar um mecanismo para possibilitar a alocação dos recursos federais”, explicou Cacá. A emenda está incluída no projeto da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018. “Precisamos superar os trâmites burocráticos e logo após a liberação dos recursos, a obra deverá ser licitada pelo Iphan. Acredito que até novembro ou dezembro do próximo ano, a reforma deve ser iniciada. Terminarei esta gestão deixando esse legado para o próximo presidente”, afirmou Prates.
Temer terá que definir quanto quer receber em processo por danos morais contra Joesley
Foto: Marcos Corrêa / PR / FotosPúblicas
Após acusar o empresário Joesley Batista de calúnia e pedir uma indenização por danos morais, o presidente Michel Temer terá que estabelecer quando quer receber do dono da JBS. Segundo informações do site da Época, o juiz Jayder Ramos de Araújo, da 10ª Vara Cível de Brasília, determinou a tarefa aos advogados de defesa do presidente. Só depois de saber o valor pleiteado, ele dará seguimento ao processo. Já no âmbito da representação criminal, a Justiça Federal do Estado negou prosseguimento ao caso. Temer se tornou alvo de denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) após delação da JBS. Joesley acusou Temer de incentivar o pagamento de propina para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Novo Fies terá categoria a juro zero com 100 mil vagas em 2018
Foto: Agência Brasil
O governo federal anunciou nesta quinta-feira (6) as características do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Novo Fies), que começa a vigorar a partir de 2018. Segundo informações da Agência Brasil, foram anunciadas 310 mil vagas para o próximo ano, em três modalidades do programa, sendo 100 mil serão oferecidas a juro zero para estudantes com renda familiar per capita de até três salários mínimo – nesta categoria, nomeada Fies 1, incidirá no financiamento somente correção monetária. Na modalidade Fies 1, o estudante pagará uma parcela máxima de 10% de sua renda mensal. O candidato precisa ter obtido pontuação mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, as universidades serão responsáveis por custear as taxas bancárias para os empréstimos no Novo Fies. O governo espera, com isso, economizar R$ 300 milhões. Também será criado um fundo garantidor que receberá contribuições das instituições de ensino, de forma a reduzir os riscos do financiamento. “Agora as instituições de ensino superior privadas serão sócias também da inadimplência, elas terão que zelar por cada real emprestado, e se por acaso a inadimplência aumentar, elas terão que aportar mais recursos no fundo garantidor”, apontou o ministro. “Tem que ser sócio no filé e também tem que ser sócio no osso”, completou. De acordo com dados apresentados por Mendonça Filho, o programa acumulava uma inadimplência de 46,4%, cujo será absorvido integralmente pelo Tesouro Nacional. No seu auge, em 2014, o Fies chegou a firmar 732 mil contratos de empréstimos para financiamento de cursos em universidades privadas para estudantes de baixa renda. Atualmente, o MEC tem mais de 2,5 milhões de contratos ativos no Fies. Na modalidade Fies II, os recursos serão oriundos de fundos constitucionais regionais: nesta categoria serão oferecidas 150 mil vagas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com juros de até 3% ao ano e correção monetária. Poderão concorrer estudantes com renda per capita de até cinco salários mínimos. O Fies III terá 60 mil vagas em 2018. Nesta modalidade, além dos fundos de desenvolvimentos regionais do Centro-Oeste, Norte e Nordeste, haverá recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A renda familiar máxima nesta categoria também será de cinco salários mínimos por pessoa. Na apresentação do Novo Fies, o ministro anunciou ainda as vagas que serão ofertadas na edição do segundo semestre deste ano: serão 75 mil.



999 MIL - 07/7/17- ACESSOS,  RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!
Alemanha Mais de  181 Mil,  líder  Internacional  de  Acessos, Estados Unidos  mais  128 Mil. Nos  Mais de 100  Países do Planeta  Terra
487 ML ACESSOS INTERNACIONAIS,  VISIBILIDADE  EM MAIS  DE 100 PAÍSES NO PLANETA TERRA.....

Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
517429
Alemanha
181896
Estados Unidos
128194
Rússia
45562
Malásia
19730
China
14395
Ucrânia
9022
França
6117
Portugal
5660
Índia
4199






O POETA MARATONISTA!
          
 Chiquitinha  (Gamaliel Chagas) na  Maratona  do Rio de Janeiro /23/8/1986
(3h 5 min),  foto no  no aterro do  Flamengo/RJ, 42,195 km.

                        CORRER É VIVER, REJUVENESCER...
                   (A Poesia do Corredor)

                        Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, intspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

     Poetizada  em  13/02/1985/Cidade  de Dias D'Ávila, quando Gamaliel Chagas/
 realizava  treinamento (Bairro de Nova Dias D'Ávila).

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registratdo em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João)
Correu  14 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)
2 maratonas em Nova York (1984 e 1986)
2 São Silvestre (1983, 1984)
Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Critstóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).

CORREU UM  "MARATONA" DA AMEBA/CIDADE  DE SALVADOR,   COM 37 KM, EM 1987
*******************************************************************************

GAMALIEL CHAGAS - RESUMO DAS PRINCIPAIS CORRIDAS:

O MARATONISTA BAIANO DE 1984 - BICAMPEÃO DOS 10 E 5 MIL METROS NA PISTA DA FONTE NOVA 1983/84.
2 MARATONAS INTERNACIONAIS /CIDADE DE NOVA YORQUE
PENTACAMPEÃO MATENSE DEt VETERANOS / CORRIDA RÚSTICA DO BOMFIM DE MATA DE SÃO JOÃO, NA DÉCADA DE 2000.
15 MARATONAS COMPETIDAS - COMPETIÇÃO NO ATLETISMO BAIANO BRASILEIRO, EM 6 ESTADOS DO BRASIL! 5 MARATONAS NO RIO E JANEIRO, 2 EM BRASILIA, 2 SÃO SILVESTRES EM SÃO PAULO, ANOS 1983/84. VÁRIAS ELIMINATÓRIAS BAIANA DA S. SILVESTRE NA DÉCADA DE 1980.

COMPETIU:

01 MARATONA EM SÃO PAULO, 01 EM JOÃO PESSOA, 30 KM DE SÃO CRISTÓVÃO A ARACAJU EM 1985, 2 MARATONAS EM BRASILIA.
COMPETIÇÃO 3 OLIMPÍADAS DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI ONDE FOI BICAMPEÃ, COMPETIU NOS CITADOS JOGOS, NOS 10M, 1.500M, 5 E 10 MIL METROS, ALÉM DE 28 HM DE CAMAÇARI A PRAÇA ACM IDA E VOLTA, QUANDO FICOU EM 5º LUGAR ANO 1982.
COMPETIU DEZENAS DE CORRIDAS EM SALVADOR E CIDADES DO INTERIOR DA BAHIA, CONQUISTANDO MEDALHAS E TROFÉUS....t

NESSE PERÍODO TRABALHAVA DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, TREINAVA DAS 17H40 ÁS 20H30 DA NOITE. E FIM DE SEMANAS.

t

t
tt

t

t com credenciamento CFMO 097}

     No ano   de  1985  Gamaliel   iniciou  o   curso  de  Comunicações  Verbais  PPD-IOB (Treinamento  Programado  a  Distância)  por  correspondências  tendo  concluído  o  citado curso no  dia  7/3/1986.  O  citado  curso  organizado  por Oswaldo  Melantonio,  formado em  Direito, Filosofia  e  Jornalismo,  Oswaldo   presidente de  honra  de   várias  instituições  culturais  dentre  elas  a  Academia   Paulista de   Oratório  e  Academia   Brasileira  de   Comunicações  Verbais. O  curso  de  Comunicações   Verbais  teve  a  duração  de  6  meses  equivalente  a  100 horas/ aula  e  credenciado  pelo  CFMO  097.
.
     Oswaldo  Melantonio  realizou   vários   cursos  complementares  no  exterior  e  no  ano  de   1986   fazia 35  anos  se  dedicando  exclusivamente  as  Comunicações  Verbais;  inicialmente,  oratória   formal   e  informal   para   líderes   políticos   e  religiosos.   Nos  últimos   anos   Oswaldo  especializou-se   na   área   de   comunicações   dos   executivos,  objetivando a melhoria  da  produtividade  pela  eficiência  da  comunicação.

PERSONALIDADES EXPOENTES DAS  COMUNICAÇÕES VERBAIS

Várias personalidades  de Top  da  Política Executivos, da Oratória  Geral,  Locutores Esportivos, a  exemplo  de Osmar Santos/SP, Orestes Quércia  Jânio Quadros, Franco Motoro e  outros  expoentes que realizaram este  magnífico  curso, amplo usando as técnicas  da Grécia  antiga,   a exemplos  de   formidáveis  gênios  da  Comunicação, oratória da Grécia Antiga,celeiro exuberantes, Ícones das Comunicações Verbais; Aristóteles Demóstenes Cícero, este  considerado como um dos  maiores   gênios nas  Comunicações  verbais da  Grécia  e  do  Mundo, chegando ao ponto  de  governantes políticos gregos tentarem elimina-los, tal era o seu poder de oratória persuasiva (dotado de espetacular oratória  de convencimento, resumindo   era  um " Um Gênio Abençoado  da  Oratória  das Comunicações Verbais!".
    
Conteúdo  do  curso

     Introdução,  exposições  práticas,  técnicas  da  comunicação  dos  executivos,  educação  da  voz,  expressão  corporal,  figuras  tde  estilos,  dez   qualidades   básicas   do  executivo,  práticas  de  comunicações  verbais  e  práticas  de  oratória
     De  modo  especial,  Oswaldo  realiza  treinamentos  para  as  lideranças  dos   principais  escalões   das   grandes   organizações   privadas   e   publicas.  O   citado   curso  já  treinou  grandes  personalidades  de diversos  seguimentos  sociais  a  exemplo  de  Franco  Motoro, Osmar   Santos,  narrador   esportivo   no  estado  de  São  Paulo,  Jânio   Quadros   que   foi  Presidente   da   República   de   31/1/1961   renunciando   o   governo   em   25/8/1961,  foi  prefeito  de  São Paulo  nas  décadas  seguintes.

     Jânio  Quadros  nasceu  em  Campo  Grande,  (Mata  Grosso  do  Sul)  no  ano  de  1917  e  faleceu  no  ano  de  1992  em  São  Paulo  e  outros  não  citados.  IOB – Cursos    de    Legislação   Empresarial   Ltda – CGC   47.677.810/0002-21,   credenciado  no  CFMO  097,  com  endereço  na  Avenida  Marques...  Asa  Branca – SP

********************************************************************************
TORCIDA, DA NAÇÃO  TRICOLOR DO EC BAHIA!
RUA LADEIRA DAS PEDRAS SETOR NORTE DA ARENA FONTE NOVA /BAHIA/BRASIL/20
******************************************************************************

                                      GALERIA DE  FOTOS

FOTOS DE FRANK CHAGAS  NO  VITÓRIA 1961 

Vitória Campeão 
 Torneio Início 30/07/1961/Fonte Nova


                              VITÓRIA CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO 30/07/1961

EC Vitória campeão do Torneio início de 1961/ na primitiva Fonte Nova, com mais de 22 mil pessoas, Flu de Feira foi o vice-campeão. Torneio inicio Organizada pela ABCD - Associação Bahiana dos Cronistas Desportivo.
O citado Torneio, tradicional da então FBDT - Federação Bahiana de Desporto Terrestre (atual FBF). Abria o tradicional Campeonato Baiano de profissionais, desde dos primórdios, do citado campeonato da antiga FBDT (atual FBF).
Frank Chagas, com este titulo do torneio início, tornou-se o primeiro jogador metense no Profissional da Bahia, a sagra-se Campeão de evento profissional do futebol Baiano.
Neste citado Torneio, a renda era para ABCD, a Fonte Nova, recebeu um público excelente de mais de 22 mil pessoas pagantes..
Em pé: Frank Chagas, Touro, Ouri, Medrado, Carlos Alberto... Agachados: Reginaldo (2º), Matos, Carlinhos Gonçalves e Ricardo. Tecnico Pinguela


FLU DE FEIRA VICE-CAMPEÃO DO TORNEIO 1961

Flu de Feira Vice-campeão do Torneio Início de 30/07/1961/Fonte Nova

VITÓRIA 0x 2 FLU DE FEIRA/Campeonato Baiano de 1961

Time do Vitória 1961 Fonte Nova, Ataque, agachados: Frank (nº 7), Reginaldo, Matos, Carlinhos Gonçalves....Em pé: dentre outros, vemos Nelinho e Boquinha (direita da foto), Jornal Tarde 24/09/1961 (jogo abaixo).

Nessa partida o EC Vitória jogava pela sequencia do campeonato Baiano de Profissionais, na primitiva Fonte Nova, diante do timaço do Flu de Feira e o Vitória foi derrotado por 3x2, com Frank Chagas na ponta direita (ele, Frank, era o coringa do Vitoria e jogava, em várias posições, ataque, defesa, meio campo, sendo técnico o excelente jogador Pinguela (exercia dupla função de jogador e técnico interino do Leão da Barra)).

Nenhum comentário:

Postar um comentário