sábado, 29 de julho de 2017

BAVI, JUAZEIRENSE VENCE, GOLS DE BA X SPORT, E MUITO MAIS


Domingo, 30 de Julho de 2017 - 18:31/FONTE BAHIA  NOTICIAS 

'Podem me xingar, mas apoiem os jogadores', diz Jorginho após revés

por Ulisses Gama
'Podem me xingar, mas apoiem os jogadores', diz Jorginho após revés
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
O técnico Jorginho deixou o gramado da Arena Fonte Nova muito vaiado pelo torcedor do Bahia depois da derrota para o Sport neste domingo (30), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva após o jogo, o comandante tricolor assumiu a responsabilidade pelo revés de 3 a 1, mas lamentou o fato do público vaiar os atletas. Um dos mais criticados foi o lateral-direito Régis Souza, que deixou o campo no intervalo do jogo.
 
"Quero falar que a responsabilidade é minha. O Régis [Souza] começou fazendo uma boa partida, ele errou dois lances e a torcida começou a vaiá-lo. Não é bom, não ajuda. Pode me vaiar e me xingar, mas apoiem os jogadores. A torcida precisa estar junto. É como sempre falo: a responsabilidade é minha", indicou.
 
A vitória do rubro-negro pernambucano foi valorizada pelo comandante tricolor, que citou as ausências do volante Rithely e dos atacantes Diego Souza e André. Ao ser questionado sobre a qualidade da transição ofensiva, Jorginho analisou que não houve queda de rendimento e pediu equilíbrio em relação à avaliação do trabalho realizado.
 
"Esse jogo temos que dar os méritos para o Sport. Mesmo com os desfalques, colocou uma equipe veloz e conseguiram matar o jogo nas transições ofensivos. Não conseguimos andar em campo, fizemos um jogo ruim. A responsabilidade como treinador é minha. Tentamos nas substituições aumentar a posse de bola, mas não é uma coisa que morreu [transições ofensivas do Bahia], mas não aconteceu neste jogo. Não posso perder um jogo como esse e achar que o trabalho foi por água abaixo. É um momento difícil, perdendo para um grande rival, não é fácil, mas é importante ter equilíbrio e ver que o Bahia tem potencial", explicou o treinador, que destacou a dificuldade da competição nacional.
 
"Estávamos há cinco jogos sem perder. Aí perdeTmos contra o Santos e ficamos em uma sequência sem vencer. O Campeonato Brasileiro é difícil, concorrência grande, não tem facilidade. Futebol brasileiro não tem moleza, mas a equipe tem condições. É ter maturidade, equilíbrio necessário... Precisamos passar por esses obstáculos", pontuou.
 
Sem vencer como mandante há cinco rodadas, o Bahia volta a jogar na próxima quarta-feira (2), contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC).
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 18:18

Veja os gols de Bahia 1 X 3 Sport

Domingo, 30 de Julho de 2017 - 18:16

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Vinícius não enfrenta a Chape

por Ulisses Gama
Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Vinícius não enfrenta a Chape
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias
O meia Vinícius está fora do jogo contra a Chapecoense, na próxima quarta-feira (2), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo contra o Sport neste domingo (30), o atleta tricolor recebeu o terceiro cartão amarelo e será obrigado a cumprir a suspensão automático. Com isso, Régis, que foi titular neste domingo, deve seguir na escalação inicial do Esquadrão de Aço.
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 18:10

Zé Rafael lamenta derrota do Bahia: 'Estamos tomando gols bobos'

por Ulisses Gama
T
Zé Rafael lamenta derrota do Bahia: 'Estamos tomando gols bobos'
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
Sem mostrar um bom desempenho, o Bahia acabou derrotado diante do Sport por 3 a 1 neste domingo (30), em plena Arena Fonte Nova, e chegou ao seu quinto jogo sem vencer como mandante neste Campeonato Brasileiro. 
 
O revés foi lamentado pelo meia Zé Rafael, que acredita que a equipe tricolor está errando e sofrendo "gols bobos" nas últimas partidas.
 
"A gente tem pecado muito em casa. Não sei se estamos nos expondo de maneira equivocada... Estamos tomando gols bobos. A gente sabe que se vacilar vamos sofrer. Tomamos o gol no nosso melhor momento, um balde de água fria. Isso atrapalhou", disse, em entrevista à Rádio Metrópole.
 
Com o placar negativo, o Bahia segue com 19 pontos e na 14ª colocação da competição nacional.
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 18:03

Vinícius defende Jorginho após vaias da torcida: 'Isso é um grupo'

por Ulisses Gama
Vinícius defende Jorginho após vaias da torcida: 'Isso é um grupo'
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
A derrota do Bahia por 3 a 1 contra o Sport neste domingo (30) irritou a torcida tricolor. Nos últimos minutos da partida, o público presente na Arena Fonte Nova vaiou alguns jogadores e pediu a saída do técnico Jorginho. Ao fim do jogo, o meia Vinícius lamentou o revés e defendeu o técnico tricolor.
 
"Agora faz cinco jogos que a gente não vence. A torcida vem, comparece e quer que a gente jogue bonito, consiga vencer. A fase é ruim e claro que a torcida fica chateada com o Jorginho, mas isso é um grupo e não é só ele. Só a gente pode sair dessa", declarou, em entrevista ao Canal Premiere.
 
A derrota marcou o quinto jogo do Esquadrão sem vencer dentro de casa. Agora, o time tenta reverter a situação negativa na próxima quarta-feira (2), contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC).
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 17:55

Bahia perde para o Sport e chega ao quinto jogo consecutivo sem vencer em casa

por Ulisses Gama
T
Bahia perde para o Sport e chega ao quinto jogo consecutivo sem vencer em casa
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
O Bahia segue em uma fase negativa quando se trata de jogos como mandante. Desta vez, o time tricolor foi derrotado pelo Sport por 3 a 1 na tarde deste domingo (30), na Arena Fonte Nova. Rodrigão marcou o único gol do Esquadrão de Aço, enquanto Everton Felipe, Ronaldo Alves e Lenis marcaram os gols que ajudaram o Leão da Ilha a encerrar um tabu de 28 anos sem vencer o Bahia em Salvador.

O resultado deixou o Bahia com os mesmos 19 pontos, na 14ª posição. A próxima partida do Esquadrão de Aço será na próxima quarta-feira (2), contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

O JOGO
 
Para enfrentar o Sport, o Bahia contou com o retorno de Rodrigão para o setor ofensivo. Assim como o centroavante, o volante Matheus Sales e o meia Régis foram escalados como titulares.
 
Nos primeiros minutos, poucas chances para os dois lados. O maior perigo que o Bahia causou foi aos onze, minutos, quando Zé Rafael chutou rasteiro de fora da área e Magrão defendeu.
 
Everton Felipe marca para o Sport
 
Mesmo com os desfalques para a partida, o Sport não temeu o Esquadrão de Aço e saiu na frente do placar. Aos 18 minutos, Mendoza tentou passar de calcanhar e entregou a bola de graça para o time rubro-negro. Rodrigo serviu Lenis, que foi até a linha de fundo e tocou para Everton Felipe, que veio de trás e tocou de primeira para o fundo do gol.
 
O Bahia, que vinha pouco ativo no ataque, teve uma boa chance aos 32 minutos. Após cruzamento de Régis Souza, Rodrigão pulou mais alto que a defesa, mas cabeceou por cima da meta defendida por Magrao. O Sport respondeu dois minutos depois. De fora da área, Juninho bateu com força e a bola passou ao lado da meta.
 
Com a torcida irritada pelo desempenho, o Bahia viu o Sport ter uma grande oportunidade de marcar o segundo gol aos 37, quando Everton Felipe arrancou em velocidade, invadiu a área, mas errou no passe e a bola sobrou com o goleiro Jean. Aos 41 minutos, Renê Júnior aproveitou a sobra de um escanteio e tentou uma bicicleta para marcar. A finalização saiu fraca e facilidou a vida do goleiro Magrã, que defendeu sem problemas.

Segundo tempo
 
Aos 11 minutos do segundo tempo, Régis avançou até a linha de fundo, cruzou, Zé Rafael finalizou e Magrão fez uma grande defesa. Na sobra, Rodrigão lutou pela bola com o defensor rubro-negro e caiu na área. A torcida tricolor pediu pelo pênalti.
 
Rodrigão empata o jogo
 
De volta após se recuperar de uma luxação no deTdão do pé, o atacante Rodrigão voltou a ser vital para o Bahia. Aos 13 minutos, o camisa 39 recebeu cruzamento de Matheus Sales e tocou de cabeça no canto do goleiro Magrão.
 
Ronaldo Alves coloca o Sport na frente
 
O Bahia não teve muito tempo para comemorar o empate. Aos 20 minutos, Reinaldo Lenis aproveitou a sobra do escanteio, cortou o defensor e bateu rasteiro. Atento no lance, o zagueiro Ronaldo Alves chegou livre na bola e tocou para as redes.
 
O torcedor do Bahia presente na Arena Fonte Nova ficou com o grito de gol preso na garganta aos 28 minutos, quando Juninho cobrou falta e Lucas Fonseca cabeceou na rede externa.
 
Mais organizado dentro do campo, o Sport aproveitou o abatimento do Bahia e saiu em busca do terceiro gol, que quase veio aos 35 minutos. Everton Felipe tocou para Índio, que estava de frente para Jean. Antes, Renê Júnior interveio e quase marcou um gol contra, acertando a trave. Aos 44, Jean evitou o terceiro gol do Sport após ficar frente a frente com Everton Felipe.

Lenis marca o terceiro

Após uma falha na saída de bola, o Sport avançou com Everton Felipe, tocou para Lenis, que tocou para o gol com total liberdade.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Sport
Campeonato Brasileiro - 17ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 30/07/2017
Horário: 16h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Assistentes adicionais: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) e Osimar Moreira da Silva Júnior (GO)
Gols: Rodrigão (Bahia) / Everton Felipe, Ronaldo Alves, Lenis (Sport) 
Cartões amarelos: VInícius (Bahia) / Juninho, Ronaldo Alves, Thomás, Henríquez, Lenis (Sport)
 
Bahia: Jean; Régis Souza (Matheus Sales), Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Renê Júnior e Régis (Vinícius); Zé Rafael, Mendoza (Ferrareis) e Rodrigão. Técnico: Jorginho.
 
Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Mena; Patrick, Rodrigo, Everton Felipe, Thomás (Sander) e Lenis; Juninho (Índio). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 15:30

Comitê da Copa de 2014 ainda tem dívidas com empresas que prestaram serviço

por Matheus Lara | Estadão Conteúdo
Comitê da Copa de 2014 ainda tem dívidas com empresas que prestaram serviço
Foto: Divulgação / CBF
A organização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, ainda deve pelo menos R$ 340 mil a sete empresas contratadas para prestar serviços durante o evento realizado há mais de três anos no País. Esta é soma dos valores de nove protestos registrados em cinco cartórios diferentes em São Paulo e Rio que ainda estão em aberto, portanto, sem solução ou pagamento.

Os calotes incluem serviços de limpeza, segurança, transporte de encomendas e até a contratação de atores e atrizes para a abertura e encerramento daT competição. Das empresas que tiveram o prejuízo, uma fechou as portas no início deste ano.

"Assinamos o contrato para prestação do serviço e simplesmente não recebemos pelo trabalho que fizemos", reclama a representante comercial Luzia Miranda Dias, da WPW Prevenção.

A empresa deixou de receber quase R$ 14,5 mil referentes às duas parcelas finais do combinado por fornecer equipamentos e brigada de incêndio na abertura e no encerramento do torneio. O débito ainda está em aberto.

Representantes da firma dizem não ter havido nenhum tipo de explicação para a falta do pagamento. O mesmo ocorreu com a empresária Dayane Felipe da Silva, sócia da Time Serviços Especializados. A empresa cobra R$ 30 mil do Comitê Organizador da Copa por fornecer carregadores e ajudantes gerais para a festa no Itaquerão, onde o Brasil estreou com a Croácia.
T
"A perspectiva de trabalhar no evento foi importante para nós. Achamos que seria uma revolução dentro da empresa e chegamos até a fazer empréstimos para poder custear tudo", conta Dayane, que estima prejuízo de quase o dobro do valor não recebido por causa de despesas com transporte, refeição, uniforme e juros do mercado.

Tanto a Time quanto a WPW e outras empresas que levaram calote foram contratadas de forma terceirizada pela agência Team Spirit, que prestou serviço ao Comitê Organizador Local da Copa do Mundo (COL), órgão ligado à Fifa, para a organização dos eventos durante a competição. Algumas das reclamantes dizem ter sido orientadas pela agência a emitirem notas fiscais diretamente ao COL.

Um empresário que preferiu não se identificar disse ao Estado ter entrado em contato com o Comitê logo que a pendenga foi registrada em um cartório de protesto de títulos. Segundo ele, o órgão informou ter feito o repasse dos recursos para a agência e que, por isso, já não poderia se responsabilizar pelo pagamento do serviço prestado no Mundial.

Outro representante de empresa localizado pela reportagem, Eduardo Pontes, da Wartung Serviços de Limpeza, contou ter entrado em acordo para resolver o débito, mas negou informações adicionais, alegando a existência de cláusula contratual de confidencialidade. Ainda não houve outros acordos.

Nos registros da Receita Federal, a Team Spirit aparece ativa, mas seus contatos redirecionam para o escritório de contabilidade Balboa, em São Paulo, que confirmou já ter tido a Team Spirit como cliente, mas nega qualquer relação com a empresa atualmente. O então presidente da Team Spirit, Alan Cimerman, é funcionário do departamento de marketing do São Paulo. Procurado pelo Estado, ele não se manifestou. Ele fechou a empresa e demitiu os funcionários.

Domingo, 30 de Julho de 2017 - 14:30

Isaquias Queiroz leva prata nos 200m no Mundial Sub-23

por Estadão Conteúdo
Isaquias Queiroz leva prata nos 200m no Mundial Sub-23
Foto: Reprodução / SporTV
O canoísta brasileiro Isaquias Queiroz faturou mais uma medalha no Mundial de Canoagem Velocidade Júnior e Sub-23, em Pitesti, na Romênia. Neste domingo, ele conquistou a prata na prova do C1 200 metros sub-23. No sábado, o atleta havia levado o ouro na categoria C1 1000m.

"Eu estou feliz pelo resultado, pois foi o esperado. Hoje saí um pouco atrás e no final subi o máximo que eu podia, ficando com a medalha de prata. Na volta para casa continuo mantendo meu foco em agosto, quando teremos o mundial principal, sabendo que eu vim para cá para pegar o ritmo de competição. Vamos pra cima!", disse Isaquias.

No sábado, o atleta de 23 anos faturou o ouro pela primeira vez neste Mundial, que, curiosamente, disputa pela última vez. No Rio de Janeiro, no ano passado, ele brilhou nos Jogos Olímpicos ao conquistar três medalhas - duas pratas e um bronze. Agora o desafio será o Mundial, adulto, na República Checa, em agosto.

Em outros resultados em Pitesti, neste domingo, Jacky Godmann foi o quarto colocado na final do C1 200m Júnior. E Marcos Scolaro, também no júnior, terminou em segundo lugar a final C do caiaque, também nos 200m.

No sub-23, Bruna Domingues ficou em sétimo lugar na final B do K1 200 metros e Gilmar Junior obteve a sétima posição na final C no K1 Masculino da mesma distância.
T
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 13:30

Atlético-GO bate Chapecoense de virada e volta a vencer após nove rodadas

por Estadão Conteúdo
Atlético-GO bate Chapecoense de virada e volta a vencer após nove rodadas
Foto: Marcio Cunha/ Estadão Conteúdo
O Atlético-GO voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro após nove jogos. Na manhã deste domingo, o time de Goiás visitou a Chapecoense, na Arena Condá, pela 17ª rodada, e venceu por 2 a 1, de virada. Apesar do resultado, o Atlético segue na lanterna da competição, agora com 12 pontos. A Chapecoense, com 21, perdeu boa oportunidade de se aproximar da briga pelo G6.

Os mais de 9 mil torcedores presentes ao estádio em Chapecó saíram insatisfeitos e chegaram a vaiar a equipe no segundo tempo, especialmente o lateral-esquerdo Reinaldo, capitão da equipe neste domingo.

Ao contrário do que se imaginava, foi o Atlético quem mostrou mais poderio ofensivo e tomou a iniciativa do jogo desde o início. Mesmo assim, a partida não teve muitas chances reais de gol até o intervalo.

Na melhor oportunidade dos visitantes, Paulinho chegou a acertar o travessão em belo chute de primeira, pegando rebote após escanteio.

Impaciente, a torcida de Chapecó cobrou uma postura diferente da equipe da casa, que respondeu aos 40 minutos. Lucas Marques bateu escanteio da direita e o zagueiro Luiz Otávio completou de cabeça para abrir o placar.

Na segunda etapa, a partida continuou da mesma forma, com o Atlético mais presente no ataque e a Chapecoense tentando controlar o jogo, mas errando muito no meio-campo.

De tanto insistir, o time visitante conseguiu o gol de empate aos 22 minutos. Luiz Fernando fez grande jogada pela esquerda e rolou para Diego Rosa completar contra o gol vazio.

O gol fez o Atlético crescer ainda mais e, aos 38 minutos, Jorginho cruzou na cabeça de Gilvan, que ganhou da defesa da Chapecoense e cabeceou para o fundo do gol, virando a partida.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense recebe o Bahia, às 19h30, em Chapecó, e o Atlético enfrenta o Grêmio no Estádio Olímpico de Goiânia (GO), às 21h45.
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 12:05

Com dobradinha da Ferrari, Vettel venceT na Hungria e abre vantagem; Hamilton é 4º

por Estadão Conteúdo
Com dobradinha da Ferrari, Vettel vence na Hungria e abre vantagem; Hamilton é 4º
Foto: Divulgação/ Fórmula 1
Com direito a uma dobradinha da Ferrari no pódio, o alemão Sebastian Vettel venceu o GP da Hungria, neste domingo, e voltou a abrir vantagem no Mundial da Fórmula 1. O finlandês Kimi Raikkonen chegou em segundo lugar, logo à frente do compatriota Valtteri Bottas, da Mercedes. O inglês Lewis Hamilton ficou e quarto e viu Vettel se distanciar na liderança do campeonato.

Vettel chegou aos 202 pontos, contra 188 de Hamilton, que ocupou a terceira posição durante a prova, quando Bottas liderou sua passagem. Mas devolveu na volta final, por ordem da equipe, perdendo assim pontos preciosos no campeonato. A diferença de pontos, que chegou a apenas um na etapa passada, cresceu para 14 neste domingo.

Sem maiores disputas e ultrapassagens, o GP húngaro foi marcado pela pouca mobilidade entre os primeiros colocados e pelo domínio da Ferrari. Nem mesmo o forte calor, que gerou expectativa sobre a degradação dos pneus, alterou o panorama que vinha se desenhando desde o sábado.

Os principais pilotos na disputa pela vitória fizeram somente uma parada ao longo das 70 voltas da prova, sem gerar a movimentação esperada nos boxes, o que daria margem para surpresas. A Mercedes não teve rendimento suficiente para ameaçar a Ferrari ao longo de toda a corrida.

O GP em Budapeste não contou com a participação de Felipe Massa. O brasileiro sofreu mal-estar e tontura na sexta-feira e no sábado e decidiu ficar de fora do GP. Em seu lugar, a Williams escalou o piloto reserva, o escocês Paul Di Resta, que acabou abandonando na 63ª volta.

Submetido a exames médicos e consulta no sábado, o piloto ainda não se manifestou sobre as causas do mal-estar. Com sua ausência, o Brasil ficou sem um representante num GP da F-1 pela primeira vez em 35 anos.


A CORRIDA - Vettel, na pole, e Raikkonen, sustentaram suas posições na largada em Budapeste. Bottas garantiu o terceiro posto em que saiu e viu Hamilton se perder nas primeiras curvas. O inglês caiu do quarto para o sexto posto. E figurou em quinto somente porque os carros da Red Bull se tocaram e Daniel Ricciardo levou a pior.

Após o abandono do australiano, por conta de problemas no radiador, atingido pelo companheiro de equipe, Max Verstappen foi punido com 10 segundos nos boxes. O safety car, então, entrou na pista e só saiu na sexta volta.
T
Na retomada da prova, a Ferrari se manteve na frente, exibindo ritmo melhor do que a Mercedes. Hamilton sofria mais do que Bottas para tentar acompanhar o pelotão dianteiro.

A corrida seguiu inalterada, com Vettel, Raikkonen, Bottas, Hamilton e Verstappen nas primeiras posições, nesta ordem, até praticamente metade das 70 voltas. Somente no 31º giro, com Bottas fazendo sua parada, que o pelotão dianteiro começou a sofrer mudanças.

O finlandês trocou os pneus supermacios pelos macios, movimento que foi seguido na sequência por Hamilton. Vettel e Raikkonen tinham aparentemente esta mesma estratégia de fazer a primeira parada, e talvez a única, por volta da 33ª volta. A dupla da Ferrari parou nos boxes no 34º giro.

Vettel voltou na liderança e contou com um pequeno contratempo de Raikkonen, na saída dos boxes, para não ter ameaçada sua posição. Verstappen, sem parar, liderou a corrida por cerca de 10 voltas. Quando trocou os pneus, voltou em 5º, atrás apenas dos carros da Ferrari e da Mercedes.

Com Vettel na frente, e abrindo vantagem no campeonato, a Mercedes decidiu facilitar a trajetória de Hamilton. Ordenou a Bottas que deixasse o companheiro de equipe passar. O finlandês liberou escancaradamente a ultrapassagem na 47ª volta. E o inglês assumiu o terceiro posto.

Via rádio, a Mercedes prometeu que Hamilton devolveria a posição a Bottas caso não conseguisse passar os carros da Ferrari. O inglês chegou a estar menos de um segundo na cola de Raikkonen, mas não foi adiante por conta de erros. E o finlandês foi bem-sucedido ao proteger Vettel nas voltas finais.

Ao contrário do GP da Inglaterra, há duas semanas, a Ferrari não sofreu com imprevistos no final e confirmou o bom rendimento em Budapeste. À Mercedes, coube cumprir a promessa de fazer Hamilton devolver a posição a Bottas, que terminou na terceira colocação.

Destaque nos treinos deste fim de semana, Fernando Alonso voltou a surpreender neste domingo. O piloto da McLaren largou em sétimo e terminou a prova em sexto, logo atrás de Verstappen. Foi seu melhor resultado numa corrida desta temporada.

O GP húngaro foi o último antes das férias de verão na Europa. O calendário da F-1 terá um recesso de um mês agora. E o campeonato será retomado no dia 27 de agosto, com o GP da Bélgica, no tradicional circuito de Spa-Francorchamps.

Confira a classificação final do GP da Hungria:

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), em 1h39min46s713

2.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 0s908

3.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 12s462

4.º - Lewis Hamilton (ALE/Mercedes), a 12S885

5.º - Max Verstappen (HOL/Rred Bull), a 13S276

6.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), a 71S223

7.º - Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso), a 1 volta

8.º - Sergio Pérez (MEX/Force India), a 1 volta

9.º - Esteban Ocon (FRA/Force India), a 1 volta

10.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 1 volTta

11.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), a 1 volta

12.º - Jolyon Palmer (ING/Renault), a 1 volta

13.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 1 volta

14.º - Lance Stroll (CAN/Williams), a 1 volta

15.º - Pascal Wehrlein (ALE/Sauber), a 2 voltas

16.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 2 voltas

17.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), a 3 voltas

Não completaram a prova:

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

Romain Grosjean (FRA/Haas)

Paul Di Resta (ESC/Williams)

Domingo, 30 de Julho de 2017 - 11:30

Neymar mantém silêncio após clássico e Valverde evita pergunta sobre futuro

por Estadão Conteúdo
Neymar mantém silêncio após clássico e Valverde evita pergunta sobre futuro
Foto: Getty Images
Neymar deixou o clássico entre o Barcelona e o Real Madrid, na noite deste sábado, em silêncio. O time catalão venceu o amistoso, disputado em Miami, por 3 a 2. Mesmo assim, o atacante brasileiro, que é cotado para reforçar o Paris Saint-Germain na próxima temporada, evitou comentários.

Antes de fugir dos jornalistas, ao fim da partida, Neymar cumprimentou jogadores do Real Madrid e até trocou de camisa com o zagueiro Sergio Ramos. "Nós temos uma relação muito boa. Troquei camisa com ele e espero que seja a última pelo Barcelona", disse o jogador espanhol, em entrevista ao jornal Marca.

Questionado sobre a rápida conversa que teve coTm Neymar, o zagueiro se esquivou. "Ele não me disse nada, não vou falar sobre algo mais privado e cada um é livre para escolher seu futuro. Acho que é um grande jogador e uma peça-chave para o Barcelona. Se sair, tiraria um problema de nós nos clássicos", declarou Sergio Ramos.

O futuro de Neymar também foi alvo de questões ao técnico Ernesto Valverde, que assumiu o cargo no lugar de Luis Enrique nas últimas semanas. "A princípio, temos Neymar no nosso time. Não quero especular sobre ele", declarou o treinador à imprensa espanhola.

O atacante da seleção brasileira é o protagonista da maior "novela" desta janela de transferências. Ele recebeu uma proposta tentadora do Paris Saint-Germain, que topa dobrar o seu salário, pagando 30 milhões de euros anuais (R$ 110 milhões), e ainda desembolsar o valor da multa de 222 milhões de euros (R$ 812 milhões) para tirá-lo da equipe catalã.

O recente silêncio do jogador tem aumentado a expectativa sobre sua decisão. De acordo com a imprensa francesa, o PSG espera uma resposta do brasileiro até o dia 1º de agosto, próxima terça-feira.

Domingo, 30 de Julho de 2017 - 09:30

Cuca diz que não conta mais com Felipe Melo, mas nega afastamento do jogador

por Estadão Conteúdo
Cuca diz que não conta mais com Felipe Melo, mas nega afastamento do jogador
Foto: Reprodução / SporTV
Felipe Melo não joga mais pelo Palmeiras enquanto Cuca for o técnico. O treinador concedeu entrevista coletiva neste sábado à noite, após a vitória alviverde por 2 a 0 sobre o Avaí, no Allianz Parque, e disse que por uma questão tática não pretende mais contar com o jogador, que seria um problema no futuro, caso ficasse no banco de reservas.

"O Felipe Melo é um jogador que só atuou em grandes clubes e jogando em alto nível. É natural que esse tipo de jogador, pela personalidade que tem, grande e forte, não se contente com uma ou outra situação de não estar jogando. A gente entende por tudo que ele significa para o futebol e ele não se contentar com isso. Tivemos uma conversa franca com ele e antecipei os fatos de um problema futuro, conversando diretamente com o jogador e o deixando a vontade para seguir a carreira dele em outro lugar", disse o treinador.

Cuca preferiu não usar o termo 'afastado' para se referir ao volante. "Ele não foi afastado. Apenas, no que eu penso de equipe, não se encaixa a titularidade para ele a princípio e isso é algo que no futuro poderia me dar problema. Mas quero deixar claro que não tem nada dessa coisa de 'laranja podre', de ruim de elenco, pelo contrário. Ele é um profissional preservado", afirmou o comandante palmeirense.

O treinador ainda assegurou que a decisão foi em comum acordo com a diretoria. Felipe Melo, de 34 anos, disputou 27 jogos pelo Palmeiras e fez dois gols. Ele realizou apenas cinco jogos no Campeonato Brasileiro. Com isso, ele pode se transferir para outro clube no País.

Domingo, 30 de Julho de 2017 - 07:20

Investigação aponta para possível acidente com filho de Abel Braga, diz delegado

por Mariana Durão | Estadão Conteúdo
T
Investigação aponta para possível acidente com filho de Abel Braga, diz delegado
Foto: Reprodução / Instagram
O filho do técnico Abel Braga, João Pedro Braga, de 18 anos, morreu neste sábado ao cair da janela do banheiro do apartamento em que morava com a família no bairro do Leblon, no Rio, enquanto tomava banho (veja aqui). A informação foi confirmada pelo delegado da 14ª DP, Edézio Ramos, que instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias da morte, ocorrida na manhã deste sábado. Antes do relato da autoridade policial, as informações preliminares eram de que o rapaz havia caído da varanda do apartamento, mas depois apurou-se que ele caiu da janela do banheiro, que nesta residência é mais extensa e mais baixa do que costuma ser os basculantes comuns. "A perícia já foi feita e temos dez dias para receber o laudo. Estamos apurando e trabalhando com a linha de acidente", afirmou Edézio Ramos. O delegado confirmou que João Pedro tinha uma patologia que causava crises convulsivas, mas disse que ainda não é possível relacionar a doença com o acidente. O prazo para a conclusão do inquérito é de 30 dias. João Pedro será velado na noite deste sábado na sede do Fluminense, no bairro de Laranjeiras, zona sul do Rio. O velório será fechado, apenas para os familiares e amigos. O clube decretou luto oficial de três dias. Abel Braga comandou o treino do time neste sábado e, após saber do ocorrido, não viajou com o elenco para Campinas, palco do jogo diante da Ponte Preta, marcado para este domingo. A pedido da diretoria do Fluminense, a CBF adiou a partida, remarcada para o dia 9 de agosto.
Domingo, 30 de Julho de 2017 - 07:00

Dois meses após final do Nordestão, Bahia e Sport se reencontram na Fonte

por Ulisses Gama
Dois meses após final do Nordestão, Bahia e Sport se reencontram na Fonte
Foto: Jefferson Peixoto / Ag Haack / Bahia Notícias
Dois meses após a decisão da Copa do Nordeste, os rivais voltam a se encontrar. Na tarde deste domingo (30), Bahia e Sport, que brigam por causas diferentes no Campeonato Brasileiro, se enfrentam na Arena Fonte Nova. Enquanto o tricolor quer ficar longe da zona de rebaixamento, o rubro-negro quer permanecer nos seis primeiros lugares.
 
Sem vencer como mandante há quatro partidas na competição, o Bahia quer relembrar a final regional, onde saiu vencedor, para conseguir o triunfo. Para isso, o Esquadrão de Aço contará com Rodrigão, recuperado de uma luxação no dedão do pé. 
 
"Já pedi a Deus para poder me abençoar. Vai ser minha estreia. Vai ser muito importante para mim estrear com o gol e sair com o triunfo da Arena", declarou o atacante.
 
Assim como Rodrigão, o atacante Maikon Leite deixou o departamento médico e está relacionado para o jogo. Outro que retorna é o volante Matheus Sales, que cumpriu suspensão na última rodada.Por outro lado, o técnico Jorginho não contará com o lateral-direito Eduardo, suspenso, e Allione, vetado pelo departamento médico por um incômodo no joelho. O lateral Wellington Silva, o zagueiro Jackson e os atacantes Edigar Junio e Hernane seguem em processo de recuperação.
 
Após garantir passagem para a próxima fase da CTopa Sul-Americana no meio de semana, o Sport chega a Salvador com um gostinho de revanche. Para a partida, o rubro-negro não contará com as suas principais referências: o volante Rithely, o meia Diego Souza e o atacante André. Com isso, Thomás deve ganhar uma oportunidade na equipe de Vanderlei Luxemburgo.
 
“Não vou ser hipócrita e dizer que eu não queria ser titular. Eu quero jogar. Mas estou satisfeito em poder ajudar. Estou com meus companheiros até o fim. Se tiver que jogar um minuto ou noventa estou aqui”, disse o jogador.
 
FICHA TÉCNICA
Bahia x Sport
Campeonato Brasileiro - 17ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 30/07/2017
Horário: 16h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Assistentes adicionais: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) e Osimar Moreira da Silva Júnior (GO)
 
Bahia: Jean; Régis Souza, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Renê Júnior e Vinícius (Régis); Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão. Técnico: Jorginho.
 
Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Sander; Patrick, Rodrigo, Everton Felipe, Thomás e Mena; Juninho. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
 Na reestreia de Mancini, Vitória encara o Cruzeiro no Mineirão com novidades no time
Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação / Vitória
Com apenas 12 pontos conquistados em 16 jogos, o Vitória encara o Cruzeiro neste domingo (30), às 19h, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), em busca de uma reação no Campeonato Brasileiro. O duelo marcará a reestreia do técnico Vagner Mancini, que está em sua quarta passagem pelo Rubro-negro baiano.

O zagueiro Kanu classificou o confronto como “o jogo da vida”. “O mais importante agora é recuperar a confiança. Vamos ter um jogo complicado contra o Cruzeiro e precisamos vencer para iniciarmos nossa reação no Brasileiro. Vai ser o jTogo da vida de todos aqui”, destacou.

Para o confronto, Mancini contará com novidades na equipe. Recém-contratado, o lateral-esquerdo Juninho fará a sua estreia com a camisa do Leão. Já o volante Willian Farias ainda não se recuperou de um problema no joelho e segue de fora. Diante disso, o zagueiro Ramon foi escalado para desempenhar a função de Farias.

As novidades não param por aí. O goleiro Fernando Miguel, que ficou no banco de reservas na última partida, voltará ao time titular. Já o ataque será formado por David e Santiago Tréllez.

O Vitória deve ir a campo com: Fernando Miguel; Caíque Sá, Wallace, Kanu e Juninho; Ramon, Uillian Correia, Yago e Carlos Eduardo; David e Santiago Tréllez.

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro x Vitória
Campeonato Brasileiro – 17ª rodada
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30/07/2017
Horário: 19h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA-Fifa)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Assistentes adicionais: Andreu da Silva e Silva (PA) e Djonaltan Costa de Araujo (PA)

Cruzeiro: Fábio, Lucas Romero, Léo, Murilo (Manoel), Diogo Barbosa, Henrique, Ariel Cabral, Thiago Neves, Elber, Rafael Sóbis e Sassá.Técnico: Mano Menezes.

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá, Wallace, Kanu e Juninho; Ramon, Uillian Correia, Yago e Carlos Eduardo; David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.
Ivã de Almeida explica adiantamentos de salários e afirma: 'Não tem nada de irregular'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Presidente licenciado do Vitória, Ivã de Almeida  reconheceu que recebeu antecipadamente dois meses de salários (saiba mais aqui). De acordo com o cartola, cerca de R$ 42 mil creditados em sua conta foram referentes aos meses de maio, junho e julho, após homologação do novo estatuto, que estabeleceu provento para presidente, vice e diretores. O regimento foi aprovado em 2 de abril e o valor da remuneração acabou homologado no dia 29 de maio. A primeira parcela recebida é de R$ 21.945,95, enquanto a segunda soma R$ 19.751,T35, depositadas em 8 de junho e 22 do mesmo mês, respectivamente. De acordo com o cartola, a transação teve o aval do departamento jurídico.

"Não tem nada de irregular. Existia uma dúvida se era para receber a partir da data de aprovação do estatuto ou da reunião do Conselho Deliberativo que homologou o valor do meu salário. A reunião aconteceu no dia 29 de maio, quase dois meses depois da aprovação do estatuto. Aí eu pedi um parecer do jurídico e enquanto a gente não tinha uma resposta, solicitei esse adiantamento. Em julho, o jurídico informou que seria prudente começar a contar os vencimentos a partir do dia 29 de maio. Então como já havia sido  realizado o adiantamento, eu não receberia nada no fim de julho", disse Ivã, em entrevista ao Bahia Notícias.

Como se licenciou do cargo dia 19 de julho, Ivã de Almeida garantiu que irá devolver quase R$ 10 mil, valor proporcional aos dias não trabalhados. "Me licenciei antes do término do mês e então vou depositar na próxima semana o valor de R$ 9.943,98. Não fiz nada de ilegal, irregular e nem imoral", emendou.

 
Confira a nota enviada por Ivã de Almeida:

"Em junho, após o Conselho Deliberativo ficar que o salário do presidente era 65% do salário do Ministro do Supremo Tribunal Federal, prestou-se uma dúvida: a partir de que mês seria pago o salário do presidente? Os outros diretores (Patrimônio, Marketing, Secretário geral e Ouvidoria) iniciaram as suas remunerações no dia 3 de abril de 2017 (data de aprovação do estatuto).

Após a reunião do Conselho Deliberativo em 29 de maio, havia duas formas de avaliar. A de que o pagamento deveria ser a partir da aprovação do estatuto e a segunda após a fixação do valor pelo Conselho Deliberativo.

O Conselho Deliberativo não fixou a data de inícTTio. Na dúvida, a diretoria solicitou uma orientação do Departamento Jurídico do clube, no sentido que determinasse ao certo qual seria a data de início, já que o Conselho não o fez.

Como já tinha se passado mais de dois meses da aprovação estatuto, ficou definido que enquanto o Departamento Jurídico do clube não se manifestasse, o pagamento do salário sairia na condição de adiantamento. Foi o que foi feito.

Quando o Departamento Jurídico se pronunciou no mês de julho, que tinha o entendimento que seria mais seguro tomar como base a data da aprovação do valor do salário do presidente, mesmo este Conselho não citando a data de início de vigência, fez-se uma compensação de valores (os pagos e os a receber, conforme abaixo).

O Estatuto do Esporte Clube Vitória aprovado em 02 de abril de 2017 estabelece que o presidente e vice-presidente do Conselho Diretor, sejam remuTnerados mediante a fixação do salário pelo Conselho Deliberativo. No dia 29 de maio de 2017, o Conselho Deliberativo ficou o salário em 65% do salário máximo do país (Ministro do Supremo Federa l- R$ 33.700,00). O valor do salário do presidente calculado é R$ 21.945,95, e do vice-presidente é R$ 18,535,00.
 
Em 08 de junho, o Vitória depositou R$ 21.945,95 na conta corrente do presidente. Em 22 de junho, o Vitória depositou em conta corrente R$ 19.751,35, perfazendo um total de R$ 41.697,30.
 
Para fins de cálculos, o presidente direito a remuneração: R$ 1.463,02 referente a maio, R$ 16.391,20 referente a junho e R$ 13.889,10 referente a julho. Como o pedido de licença ocorreu antes de findar o mês de julho, o presidente licenciado receberá o numero da conta corrente do clube para promover o depósito de R$ 9.943,98 (41.697,30 – 31.753,32), nesta próxima semana.
 
Esta situação foi em decorrência do presidente ter solicitado que o Departamento Jurídico desse um parecer a respeito da data de início de pagamentTo (se a data da aprovação do estatuto – 02 de abril de 2017, ou da data de fixação da remuneração – 29 de maio de 2017). No mês de julho, o parecer do Jurídico foi de que apesar dos diretores (Marketing, Secretário geral, Ouvidoria e Patrimônio) passaram a ser remunerados a partir da data de aprovação do  estatuto, no caso do presidente do Conselho Diretor, sua remuneração é para ocorrer na data da reunião do Conselho Deliberativo, ou seja: 29 de maio de 2017.
 
O presidente do Conselho Diretor nunca apresentou nota fiscal de gasolina, táxi ou estacionamento para fins de restituição pelo clube, bem como nunca fez uso de telefone do clube e de verba de representação. E que nas reuniões de discussões de assuntos de interesses do clube realizadas fora da agremiação, as despesas pessoais foram sob sua responsabilidade.
 
Todos tomaram conhecimento deste fato, inclusive os diretores financeiro e administrativo. Não há nada de errado ou irregular no que aconteceu”
 
Ivã de Almeida
Presidente licenciado do Vitória
Sábado, 29 de Julho de 2017 - 21:

MAIS DE 1.0100 MILHÃO - /10/07/17 - ACESSOS,  RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!
Alemanha Mais de  181 Mil,  líder  Internacional  de  Acessos, Estados Unidos  mais  128 Mil. Nos  Mais de 100  Países do Planeta  Terra
487 ML ACESSOS INTERNACIONAIS,  VISIBILIDADE  EM MAIS  DE 100 PAÍSES NO PLANETA TERRA.....

Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
517429
Alemanha
181896
Estados Unidos
128194
Rússia
45562
Malásia
19730
China
14395
Ucrânia
9022
França
6117
Portugal
5660
Índia
4199






O POETA MARATONISTA!
          
 Chiquitinha  (Gamaliel Chagas) na  Maratona  do Rio de Janeiro /23/8/1986
(3h 5 min),  foto no  no aterro do  Flamengo/RJ, 42,195 km.

                        CORRER É VIVER, REJUVENESCER...
                   (A Poesia do Corredor)

                        Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, intspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

     Poetizada  em  13/02/1985/Cidade  de Dias D'Ávila, quando Gamaliel Chagas/
 realizava  treinamento (Bairro de Nova Dias D'Ávila).

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registratdo em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João)
Correu  14 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)
2 maratonas em Nova York (1984 e 1986)
2 São Silvestre (1983, 1984)
Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Critstóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).

CORREU UM  "MARATONA" DA AMEBA/CIDADE  DE SALVADOR,   COM 37 KM, EM 1987
*******************************************************************************

GAMALIEL CHAGAS - RESUMO DAS PRINCIPAIS CORRIDAS:

O MARATONISTA BAIANO DE 1984 - BICAMPEÃO DOS 10 E 5 MIL METROS NA PISTA DA FONTE NOVA 1983/84.
2 MARATONAS INTERNACIONAIS /CIDADE DE NOVA YORQUE
PENTACAMPEÃO MATENSE DEt VETERANOS / CORRIDA RÚSTICA DO BOMFIM DE MATA DE SÃO JOÃO, NA DÉCADA DE 2000.
15 MARATONAS COMPETIDAS - COMPETIÇÃO NO ATLETISMO BAIANO BRASILEIRO, EM 6 ESTADOS DO BRASIL! 5 MARATONAS NO RIO E JANEIRO, 2 EM BRASILIA, 2 SÃO SILVESTRES EM SÃO PAULO, ANOS 1983/84. VÁRIAS ELIMINATÓRIAS BAIANA DA S. SILVESTRE NA DÉCADA DE 1980.

COMPETIU:

01 MARATONA EM SÃO PAULO, 01 EM JOÃO PESSOA, 30 KM DE SÃO CRISTÓVÃO A ARACAJU EM 1985, 2 MARATONAS EM BRASILIA.
COMPETIÇÃO 3 OLIMPÍADAS DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI ONDE FOI BICAMPEÃ, COMPETIU NOS CITADOS JOGOS, NOS 10M, 1.500M, 5 E 10 MIL METROS, ALÉM DE 28 HM DE CAMAÇARI A PRAÇA ACM IDA E VOLTA, QUANDO FICOU EM 5º LUGAR ANO 1982.
COMPETIU DEZENAS DE CORRIDAS EM SALVADOR E CIDADES DO INTERIOR DA BAHIA, CONQUISTANDO MEDALHAS E TROFÉUS....t

NESSE PERÍODO TRABALHAVA DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, TREINAVA DAS 17H40 ÁS 20H30 DA NOITE. E FIM DE SEMANAS.

t

t
tt

t

t com credenciamento CFMO 097}

     No ano   de  1985  Gamaliel   iniciou  o   curso  de  Comunicações  Verbais  PPD-IOB (Treinamento  Programado  a  Distância)  por  correspondências  tendo  concluído  o  citado curso no  dia  7/3/1986.  O  citado  curso  organizado  por Oswaldo  Melantonio,  formado em  Direito, Filosofia  e  Jornalismo,  Oswaldo   presidente de  honra  de   várias  instituições  culturais  dentre  elas  a  Academia   Paulista de   Oratório  e  Academia   Brasileira  de   Comunicações  Verbais. O  curso  de  Comunicações   Verbais  teve  a  duração  de  6  meses  equivalente  a  100 horas/ aula  e  credenciado  pelo  CFMO  097.
.
     Oswaldo  Melantonio  realizou   vários   cursos  complementares  no  exterior  e  no  ano  de   1986   fazia 35  anos  se  dedicando  exclusivamente  as  Comunicações  Verbais;  inicialmente,  oratória   formal   e  informal   para   líderes   políticos   e  religiosos.   Nos  últimos   anos   Oswaldo  especializou-se   na   área   de   comunicações   dos   executivos,  objetivando a melhoria  da  produtividade  pela  eficiência  da  comunicação.

PERSONALIDADES EXPOENTES DAS  COMUNICAÇÕES VERBAIS

Várias personalidades  de Top  da  Política Executivos, da Oratória  Geral,  Locutores Esportivos, a  exemplo  de Osmar Santos/SP, Orestes Quércia  Jânio Quadros, Franco Motoro e  outros  expoentes que realizaram este  magnífico  curso, amplo usando as técnicas  da Grécia  antiga,   a exemplos  de   formidáveis  gênios  da  Comunicação, oratória da Grécia Antiga,celeiro exuberantes, Ícones das Comunicações Verbais; Aristóteles Demóstenes Cícero, este  considerado como um dos  maiores   gênios nas  Comunicações  verbais da  Grécia  e  do  Mundo, chegando ao ponto  de  governantes políticos gregos tentarem elimina-los, tal era o seu poder de oratória persuasiva (dotado de espetacular oratória  de convencimento, resumindo   era  um " Um Gênio Abençoado  da  Oratória  das Comunicações Verbais!".
    
Conteúdo  do  curso

     Introdução,  exposições  práticas,  técnicas  da  comunicação  dos  executivos,  educação  da  voz,  expressão  corporal,  figuras  tde  estilos,  dez   qualidades   básicas   do  executivo,  práticas  de  comunicações  verbais  e  práticas  de  oratória
     De  modo  especial,  Oswaldo  realiza  treinamentos  para  as  lideranças  dos   principais  escalões   das   grandes   organizações   privadas   e   publicas.  O   citado   curso  já  treinou  grandes  personalidades  de diversos  seguimentos  sociais  a  exemplo  de  Franco  Motoro, Osmar   Santos,  narrador   esportivo   no  estado  de  São  Paulo,  Jânio   Quadros   que   foi  Presidente   da   República   de   31/1/1961   renunciando   o   governo   em   25/8/1961,  foi  prefeito  de  São Paulo  nas  décadas  seguintes.

     Jânio  Quadros  nasceu  em  Campo  Grande,  (Mata  Grosso  do  Sul)  no  ano  de  1917  e  faleceu  no  ano  de  1992  em  São  Paulo  e  outros  não  citados.  IOB – Cursos    de    Legislação   Empresarial   Ltda – CGC   47.677.810/0002-21,   credenciado  no  CFMO  097,  com  endereço  na  Avenida  Marques...  Asa  Branca – SP

********************************************************************************
TORCIDA, DA NAÇÃO  TRICOLOR DO EC BAHIA!
RUA LADEIRA DAS PEDRAS SETOR NORTE DA ARENA FONTE NOVA /BAHIA/BRASIL/20
******************************************************************************

                                      GALERIA DE  FOTOS

FOTOS DE FRANK CHAGAS  NO  VITÓRIA 1961 

Vitória Campeão 
 Torneio Início 30/07/1961/Fonte Nova


                              VITÓRIA CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO 30/07/1961

EC Vitória campeão do Torneio início de 1961/ na primitiva Fonte Nova, com mais de 22 mil pessoas, Flu de Feira foi o vice-campeão. Torneio inicio Organizada pela ABCD - Associação Bahiana dos Cronistas Desportivo.
O citado Torneio, tradicional da então FBDT - Federação Bahiana de Desporto Terrestre (atual FBF). Abria o tradicional Campeonato Baiano de profissionais, desde dos primórdios, do citado campeonato da antiga FBDT (atual FBF).
Frank Chagas, com este titulo do torneio início, tornou-se o primeiro jogador metense no Profissional da Bahia, a sagra-se Campeão de evento profissional do futebol Baiano.
Neste citado Torneio, a renda era para ABCD, a Fonte Nova, recebeu um público excelente de mais de 22 mil pessoas pagantes..
Em pé: Frank Chagas, Touro, Ouri, Medrado, Carlos Alberto... Agachados: Reginaldo (2º), Matos, Carlinhos Gonçalves e Ricardo. Tecnico Pinguela


FLU DE FEIRA VICE-CAMPEÃO DO TORNEIO 1961

Flu de Feira Vice-campeão do Torneio Início de 30/07/1961/Fonte Nova

VITÓRIA 0x 2 FLU DE FEIRA/Campeonato Baiano de 1961

Time do Vitória 1961 Fonte Nova, Ataque, agachados: Frank (nº 7), Reginaldo, Matos, Carlinhos Gonçalves....Em pé: dentre outros, vemos Nelinho e Boquinha (direita da foto), Jornal Tarde 24/09/1961 (jogo abaixo).
Nessa partida o EC Vitória jogava pela sequencia do campeonato Baiano de Profissionais, na primitiva Fonte Nova, diante do timaço do Flu de Feira e o Vitória foi derrotado por 3x2, com Frank Chagas na ponta direita (ele, Frank, era o coringa do Vitoria e jogava, em várias posições, ataque, defesa, meio campo, sendo técnico o excelente jogador Pinguela (exercia dupla função de jogador e técnico interino do Leão da Barra)).

Nenhum comentário:

Postar um comentário