quarta-feira, 7 de junho de 2017

PRAÇA ABRANTES DECORAÇÃO NOS FESTEJOS JUNINOS/2017 FOTOS VÍDEOS

               PRAÇA ABRANTES /CIDADE  DE CAMAÇARI/BA.                F. 06/06/17/  Chiquitinha Maravilha

                           PROGRAMAÇÃO  DO CAMOFORRÓ  2017


CAMAFORRÓ 2017/ 20 ANOS DE TRADIÇÃO!
NOS FESTEJOS JUNINOS ARENA DO CAMAFORRÓ, NA AVENIDA LESTE, EM 2017 COMPLETA 20 ANOS DE EXISTÊNCIA. / CIDADE DE CAMAÇARI DA BAHIA!!

ATRAÇÕES DO CAMAFORRÓ/2017: 

Tyarone, Sauro, Gerldo Azevedo, Cavalheiros do Forró, Naiara Azevedo.. além, de 50 atrações locais.

A FESTA, INICIO 23/06 A 26/03 (Domingo Encerramento)


A festa no palco principal será aberta quinta-feira (23/06), por Lívia Nunes. Depois se apresentam Torres da Lapa, Cacau com Leite e Forró do Muído animam o público na 1ª noite. Na sexta-feira tem (24), o cantor Miguelão do Forró, a banda Flor de Maracujá, a dupla sertaneja, Bruno e Marrone e o forrozeiro Zezinho da Ema... Ver maia abaixo..



CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO COMPLETA E MUITO MAIS..
Notícia

Fonte Portal Camaçari Agora.

São João de Camaçari começa quinta e só acaba na segunda
Com mais de 50 atrações nos 4 dias de festa, o Camaforró, o São João de Camaçari começa nesta quinta-feira (23/06), com shows em 4 espaços, apresentações de quadrilhas e um esquema de segurança capaz de atender as cerca de 200 mil pessoas esperadas até a madrugada de segunda-feira (27). A novidade deste ano é o espaço para portadores de necessidades especiais, com rampas e toda estrutura de conforto.
Localizado na entrada da cidade, os cerca de 100 mil metros quadrados do espaço Camaçari se transforma numa cidade cenográfica com palco principal, forródromo carramanchão, coretos, praça com bancos e torre do sino, marca do interior. O espaço terá ainda 250 barracas de comes e bebes, 18 stands onde funcionarão delegacia, posto de saúde, juizado de menores, defesa civil e Polícia Militar. A prefeitura instalou 120 sanitários químicos. O esquema especial de transporte para moradores da sede e orla também foi assegurado. Linhas extras vão operar durante todos os dias da festa, inclusive durante a madrugada.
A festa no palco principal será aberta quinta-feira (23/06), por Lívia Nunes. Depois se apresentam Torres da Lapa, Cacau com Leite e Forró do Muído animam o público na 1ª noite. Na sexta-feira tem (24), o cantor Miguelão do Forró, a banda Flor de Maracujá, a dupla sertaneja, Bruno e Marrone e o forrozeiro Zezinho da Ema.
Sábado (25), o público vai curtir as bandas Cactus, Bonde do Forró, Menina Faceira e Arreio de Ouro. No domingo (26), último dia de festa, o forró no palco principal fica por conta do cantor Edy Xote, Adelmário Coelho, Seu Maxixe e Limão com Mel.

Programação Carramanchão
Quinta-feira (23/06)
Jane Som

Carlos Pitta

Meninas Atrevidas

Wellington e Marcus
Jorge Forrozão

Sexta-feira (24/06)
Nadja Meireles

Tempero Baiano

Kaprixos do Forró

Moi de Cuento
Trio Jacobina

Sábado (25/06)
Gereba e Banda

Kiko e Jeanne

Neide Bassan

Canjica Mole
Corpo de Mulher
Domingo (26/06)
Virgilio
Filé D’ Camarão
Banda Imortal
Amor de Cinema

Programação Coreto 
Quinta-feira (23/06)
Humildes do Forró

Os Alegres do Norte

Nando do Acordeon

General dos Teclados
Sexta-feira (24/06)
Diagonais do forró

Luiz do Baião

Estrela do Norte

Forrozão Kara Feia
Sábado (25/06)

Mimi dos Oito Baixos

Coração do Nordeste

Zé da Galera
Novo Brilho

Domingo (26/06)
Ceára do Forró

Morais do Forró

Forró Baiano

Forró Manhoso


*************************************************************************



Chiquitinha Maravilha
38 min



PÇA DES. TOMÁS G. P. MONTENEGRO E ENTORNO/04/06/17. Vídeo narrado e filmado por Chiquitinha Maravilha, na Praça Desembargador Tomás Garcez Paranhos Montenegro, e seu entorno, terça-feira dia 06/06/17, em destaque a Estação Ferroviária, antiga casa residencia da família do Desembargador Tomás Garcez Paranhos Montenegro, que foi doada pela família em 1938 para sediar a Prefeitura Municipal de Camaçari.(edifico reconstruído na gestão do prefeito Tenente Luiz Pereira Costa, adm 1967/71, e mais Passarela p/ pedestres, rua Senador Costa Pinto, ...





PÇA DES. TOMÁS G. P. MONTENEGRO E ENTORNO/04/06/17. Vídeo narrado e filmado por…

YOUTUBE.COM


Publicado em 6 de jun de 2017

PÇA ABRANTES E ENTORNO/ CID. CAMAÇARI 06/06/17. Vídeo narrado e filmado dia 06/06/17, na Praça Abrantes, nome este em homenagem a primitiva Vila de Abrantes Vila Nova e Abrantes do Divino Espirito Santo. fundada em 28/09/1759, PELO MARQUES DE POMBAL, que transformou em Vilas, as antigas, Aldeias Indígenas (seculares) catequizadas pelos Jesuitas da Cia. de Jesus da Bahia.

VILA MONTENEGRO AO MUNICÍPIO DE CAMAÇARI (1925 A 1938).

A fundação do atual município de Camaçari originou-se a partir da fundação da Aldeia do Divino Espirito Santo em 1558, nas margens do rio Joanes, pelos jesuítas Padre João Gonçalves e irmão Antonio Rodrigues. 
Da Vila de Nova Abrantes do Divino Espirito Santo (Vila de Abrantes), com sede no litoral Norte, aconteceu com a influencia do Desembargador o 1º Tomás Garcez Paranhos Montenegro e com o 2º com o mesmo nome (seu filho, e famíliares), a partir da metade do Século XIX.
sendo transferida a sede do Litoral (Vila de Abrantes), para o Arraial de Camaçari (local da atual cidade de Camaçari), a distrito e VIla de Montenegro, através de decreto Lei Estadual no ano de 1925, com nome de Vila Montenegro e em 1938, passou definitivamente, a denominar-se de Município de Camaçari, com Sede na atual cidade de Camaçari. sede do Complexo Integrado do Polo Petroquímico de Camaçari, inaugurado em julho de 1978, em 2001, agregou o Complexo Automotivo da Ford (Setor Lesto do citado Polo..)
Vídeo filmado na citada Praça Abrantes e seu entorno, e muito mais....
Categoria
Esportes
Licença
Licença padrão do YouTube





PÇA ABRANTES E ENTORNO/ CID. CAMAÇARI 06/06/17. Vídeo narrado e filmado dia 06/06/17, na…

YOUTUBE.COM



PRAÇA ABRANTES  06/06/2017
                                                   PRAÇA ABRANTES  06/06/2017
                                             PRAÇA ABRANTES  06/06/2017
AVENIDA  28 DE SETEMBRO (ANTIGA RADIAL A)
*******************************

 CAMASSARY    "A ÁRVORE QUE CHORA!"

Camassary, Camassary!

Um nome de origem tupi-guarani que  significa na linguagem Portuguesa  ‘árvore  que  chora”   as  suas  folhas verdes, viçosas, tem a propriedade de ficarem  Cobertas  de Gotículas  de águas transparentes, tendo  outra particularidade Alvissareira! O seu  nobre caule  foi  utilizado para  fabricação de formidáveis embalagem de caixote    para armazenagem de açúcar dos  engenhos  da  regime  imperial e  colonial....

Estrofe  da  Poesia de Chiquitinha Maravilha
A POESIA DO MUNICÍPIO DE CAMAÇARI/
DESCRIÇÃO POÉTICA /HISTÓRIA REAL

TÍTULO DA POESIA ABAIXO:

DE  ABRANTES A CAMAÇARI!

MUNICÍPIO INDUSTRIAL DA BAHIA
Chiquitinha  Maravilha 


Salve!  Camaçari uma   cidade  histórica,  município  do  estado  da  Bahia
No sagrado ano  de mil  e  quinhentos  e  Cinquenta  e  Oito!  Logo  acontecia
No  governo  de  Mem  de  Sá,  terras  de  sesmarias  aos  índios  ele  doou
Onde  os Padres   jesuítas,  a  Aldeia  do  Divino  Espírito  Santo   fundou!

Manoel  da  Nobreza e  os  outros  jesuítas,  vindos  do Reino  de  Portugal
Pertencentes  a  Companhia  de  Jesus!  Na  Aldeia Indígena  logo  realizaram
Trabalhos  missionários  e  índios  Tupinambás, os nobres  jesuítas  catequizaram
Na Aldeia fundada, edificou-se casas, praça, escola e  uma  linda igreja  colonial.

A  histórica  Aldeia  do  Divino  Espírito  Santo,  ficava   localizada   no   litoral
Próxima  da  Barra  do  Rio  de  Joanes,  as  margens  da  antiga  Estrada  Real
Caramuru,    Garcia  D’ Ávila  e   padre  José  de   Anchieta!  Por  lá  passaram.
Na  Aldeia  fundada,   plantou-se   mandioca, milho,  algodão  e  até gado   criaram.

O  Conselho  Ultramarino,  elevou a  Aldeia  jesuíta,   que  passou   a   categoria
De  Vila  do Divino  Espírito  Santo  de  Nova  Abrantes,  esta  notável   honraria
Aconteceu no dia  vinte  e  oito  do mês de   setembro do ano de   mil  setecentos
E  cinqüenta  e  oito!  Sendo  uma  data  histórica, um  grandioso   acontecimento!

Nos  combates  pela  Independência  da  Bahia! A  Vila de Abrantes  participou
unidas  com  a  lendária Casa  da  Torre,  sediou as  Tropas  Brasileiras  e  imperial
Que  defenderam  o  Litoral  Norte! Essas   Tropas  seguiram  pela  Estrada Real
Passando por  Capuame,  uniu-se a  Labatut que  em  Pirajá,  contra  lusitanos, lutou.

 Vinte e oito de setembro de   mil  novecentos  e  vinte  e  oito! Conforme  lei  estadual
A   histórica Vila  de  Abrantes,  passou  a  chamar-se  Montenegro,  mudando   de  local
Sendo   a  citada Vila,  instalada    no  distrito  de  Camaçari,  que    estrategicamente
Oferecia  as   melhores condições  geográficas, para crescer social e   economicamente!

De Aldeia  de Índios catequizados passou a  Vila de Abrantes,  Montenegro e finalmente
Passou  a   denominar-se  Município  de  Camaçari!  Sendo oficializado definitivamente
A  sua  identidade  nominal,   através  do  histórico  decreto  que tornou-se lei  estadual
No ano  mil  novecentos  e  trinta  e  oito,  ficando com  esse  nome até o  período  atual.

Camassary, Camassary! Um  nome de origem tupi-guarani que  significa na linguagem
 Portuguesa  ‘árvore  que  chora”   as  suas  folhas verdes, viçosas,  tem a propriedade
De ficarem  Cobertas  de Gotículas  de águas transparentes, tendo  outra particularidade
Alcaçareira! O seu  nobre caule  foi  utilizado para  fabricação de formidáveis embalagem
De caixotes  leves  e  resistentes,  que  armazenavam  o  açúcar  que eram fabricados
Nos engenhos  que  eram localizados na  região de  Camaçari e que eram exportados
Para  povoações  do  Brasil Colonial,  sendo também o açúcar vendidos para o exterior
 gerando  riquezas,  movimentando a economia do Brasil e os cofres  dos meus  Senhores... 
nobre e caridoso Tomás Garcez   Paranhos  Montenegro, o ilustre  desembargador
No período  imperial edificou  sua chácara - residência  nas  terras do então   arraial
De   Camaçari,  cujas terras  foi herdada  da   sua  família, sendo Tomás o fundador
Da  atual cidade  de  Camaçari,  de economia  pujante, com sua cidade Polo  Industrial 
Município de Camaçari,  com  os  seus  três  distritos  progressistas  e  importantes
Distrito de Parafuso!  Já  foi  sede  do  governo  municipal!  Na  Vila  de  Abrantes
Aí  nasceu o  atual  município! Fundado pelos missionários jesuítas os  catequizadores
Distrito de Monte  Gordo!  Reduto de  lindas  praias, coqueirais  e dos bravos  pescadores.

Orla  marítima  de Camaçari! Com  lindas praias, rios,  lagoas e seus belos coqueirais
Oh!  Arembepe!  Com  sua famosa Aldeia   Hippies!  repleto de  recifes  e  quebra-mar
As  Barras  dos  Rios   Joanes,  Jacuípe  e do  Rio  Pojuca!  De  verdejantes  manguezais
Oh! Praias de Itacimirim,  Guarajuba, Busca  Vida e  Jauá! Locais lindos para  veranear.

Camaçari  com  sua  Bacia  Hidrográfica,  desaguando mansamente  no oceano  mar
Dos  Rios  Capivarí Grande e Pequeno,  Joanes,  Jacuipe, Pojuca, Camaçari  e afluentes
Barragens dos  Rio   Joanes,    com as  suas  lindas   lagoas  e  riachos  e  as nascentes!
Margeados pela primitiva Mata  Atlântica, Um  magnífico  santuário  ecológico  a  preservar.

Oh! Camaçari, Cidade  dos Montenegro  um  centro  de  lazer  e esportes na  região
Com  seus inúmeros equipamentos  esportivos!  Orgulho do seu povo, da sua   população
Camaçari,  cidade  de raízes religiosa!  E  que  cultiva  as  suas  tradições  doutrinárias
Irmandades na  sua abençoada  Diocese! Do Santo padroeiro São  Tomás  de  Cantuária  

Camaçari!  Um  Polo Petroquímico  Industrial!  Com  as suas  fábricas  gerativas
De matérias primas,  empregos  e  rendas!  Fortalecendo  a  sua  economia municipal 
Temos as  indústrias Petroquímica solidificada e  a pujante  Montadora Forde  automotiva
A  crescente  indústria  da  Pesca  e  do  artesanato! Temos o fabuloso  turismo  no  litoral.

Camaçari  uma  cidade  populacional pujante e  industrial!  Com  suas  modernidades
Dos  seus  filhos amados, tanto os nativos como os  imigrantes, vindo de  várias localidades
Onde  todos eles  unidos,  trabalhando  incansavelmente, construindo o  município  a  mil
Vamos,  Vamos! Avante  Camaçari  de  Abrantes!  Você  é o orgulho da  Bahia e  do  Brasil!
NOTA:
POESIA  DESCRITIVA DE AUTORIA DE CHIQUITINHA MARAVILHA ( GAMALIEL CHAGAS) EM DOCUMENTOS PRIMÁRIOS!


                                   ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE CAMAÇARI 2013

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA!
UM MARCO HISTÓRICO DESDE O    IMPÉRIO  E  REPUBLICANO,  DESDE   DA VILA A PARTIR DE 1860  E  MUNICÍPIO NA ERA   REPUBLICANA.
Foto e legenda Chiquitinha Maravilha 


 SEPULTAMENTO HISTÓRICO DO DESEMBARGADOR TOMÁS GARCEZ PARANHOS MONTENEGRO /CAMAÇARI/MATA DE SÃO JOÃO.
2ª Estação Ferroviária,  edificada na segunda datada  da  década  de 1940),   na  estação  anterior    que  foi demolida e edificada a  atual, através  de um comboio  trem (vários vagões) foi o corpo do desembargador Tomás  Garcez Paranhos Montenegro (o 1° com este nome  e  pai  do Desembargador  Tomás  Junior),  juntamente   com familiares,  membros dos  Três  Poderes  Constituídos  da Republica  na  Bahia, seguiu o   o  corpo do  Eminente  Matense/Camaçariense  e  Baiano, que   foi sepultado no jazigo da  família na  Nave  da   Matriz  do Senhor do Bonfim  de Mata de São  João, no ano  de  1914, sendo um dos maiores e talvéz o maior  sepultamento   já  realizado  na  Matriz  do Bonfim de Mata    pela  quantidade  e   o número  de  personalidades Top  da  Sociedade   Baiana.  Na   pesquisa inédita de Chiquitinha Maravilha

NA FOTO ABAIXO:
RESIDÊNCIA PRIMITIVA DO DESEMBARGADOR TOMÁS  GARCEZ  PARANHOS MONTENEGRO FUNDADOR DO ARRAIAL DE  CAMAÇARI  A PARTIR  DA DÉCADA DE 1860 E QUE SE TRANSFORMOU AO LONGO DOS ANOS   NA ATUAL CIDADE DE CAMAÇARI E  O NOME DO PUJANTE  MUNICÍPIO ATUAL
 Antiga  casa    residência da família do 1° desembargador Tomás   Garcez  Paranhos  Montenegro que  foi doada   em 1938 para ser a  sede  do Poder Executivo Municipal e  que  dezenas de anos depois   foi mudada  a  sede  do    imóvel da  foto para o atual centro  administrativo. No prédio   acima,   depois  de   reformado  continua no  mesmo local  perto  da  estação  da ferroviária (2013}, tendo funcionado o Tribunal de Contas do  Municípios.

HISTÓRICO!

A  história   de  Camaçari remota aos  primeiros anos da colonização, originando-se   em 1758  com a fundação  da  Aldeia do  Divino Espirito Santo  ás  margens do Rio Joanes (Aldeia   para  Catequese  de  Índios selvagens da etnia  Tupinambá).
A Vila  do Divino do Espirito Santo  de Nova  Abrantes  foi criada  em 27 de setembro  de  1758 por Provisão do Conselho  Ultramarino e  foi instalada  em em 28/10/1758.
 No ano de 1759  foi   levantada  a  planta  pelo Dr.  João Ferreira  de Bittentencurt  Sá. A Vila  foi extinta pela  Resolução  Provincial de  n. 241, de 15/04/1846, sendo restabelecida   pela Resolução  de  n.  310 de 03/07/1848 e reinstalada  em  a  10/01/1846, com a  designação   de Vila de Nova  Abrantes, apos ser  desmembrada  do município de Mata  de São João.
Até   1890 a  categoria  política-administrativa de Abrantes  era "intendência municipal" quando então passou  a município,  Em 27//09/1890 foram doadas  terras ao município, para seu patrimônio, pelo então Conselheiro  Glicério, Ministro da Agricultura do Governo Provisório da republica  do Brasil.
Em 22  de  março de 1920 foi criado o distrito  de Camaçari com território desmembrado de Abrantes. A criação do distrito foi sancionado  também pela  Lei estadual n. 1442, no dia  4 de agosto de 1920.
A Vila de Abrantes localizada  no litoral  foi  sede   municipal  até  1924 e  no dia  28/07/1925 a  Vila  de Abrantes passa chamar-se  Montenegro e  pela  Lei  Estadual n. 1.809  de  28  de  julho 1925 foi transferida a  sede   do litoral para Montenegro, e  que em 1938 passou  a  denominar-se Camaçari em virtude  de um  decreto-lei  estadual.
Fonte  IBGE.

  
HISTÓRICO!  INÉDITO

FONTES  BIOGRÁFICAS:
 DA BIOGRAFIA  DO DESEMBARGADOR TOMÁS MONTENEGRO
IBGE, Diário  Oficial do Estado da  Bahia  - Edição  Especial do Centenário da  Independência da Bahia- 02/07/1823, Livro de   batizados casamento Igreja   do Bonfim de Mata, Jornais   de Salvador    décadas   de  1890  s 1920.  
  Livro -   Histórias  Que  Não Contei,  p. 37, 38,  de  Sandra  Parente,  ano 2007,   editora Fast  Design,  Salvador/Ba.


MAIS 988 MIL ACESSOS,   06//06/17 / RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!




987 MIL ACESSOS,  RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!

TOTAL DE ACESSOS   DO BLOG  MAIS  DE  986 MIL /   BRASIL MAIS  DE  511 MIL  DIA 06/05/17/
Alemanha Mais de  182 Mil,  líder  Internacional  de  Acessos
Nos  Mais de 100  Países do Planeta  Terra
479 ML ACESSOS INTERNACIONAIS,  VISIBILIDADE  EM MAIS  DE 100 PAÍSES NO PLANETA TERRA.....


Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
511332
Alemanha
181433
Estados Unidos
127693
Rússia
45534
Malásia
19730
China
14392
Ucrânia
8840
França
5962
Portugal
5533
Índia
4177






O POETA MARATONISTA!
             
 Chiquitinha  (Gamaliel Chagas) na  Maratona  do Rio de Janeiro /23/8/1986
(3h 5 min),  foto no  no aterro do  Flamengo/RJ, 42,195 km.

                         CORRER É VIVER, REJUVENESCER...
                   (A Poesia do Corredor)

                          Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, inspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

     Poetizada  em  13/02/1985/Cidade  de Dias D'Ávila, quando Gamaliel Chagas/
 realizava  treinamento (Bairro de Nova Dias D'Ávila).

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registrado em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João)
Correu  14 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)
2 maratonas em Nova York (1984 e 1986)
2 São Silvestre (1983, 1984)
Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Cristóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).

CORREU UM  "MARATONA" DA AMEBA/CIDADE  DE SALVADOR,   COM 37 KM, EM 1987
*******************************************************************************

GAMALIEL CHAGAS - RESUMO DAS PRINCIPAIS CORRIDAS:

O MARATONISTA BAIANO DE 1984 - BICAMPEÃO DOS 10 E 5 MIL METROS NA PISTA DA FONTE NOVA 1983/84.
2 MARATONAS INTERNACIONAIS /CIDADE DE NOVA YORQUE
PENTACAMPEÃO MATENSE DE VETERANOS / CORRIDA RÚSTICA DO BOMFIM DE MATA DE SÃO JOÃO, NA DÉCADA DE 2000.
15 MARATONAS COMPETIDAS - COMPETIÇÃO NO ATLETISMO BAIANO BRASILEIRO, EM 6 ESTADOS DO BRASIL! 5 MARATONAS NO RIO E JANEIRO, 2 EM BRASILIA, 2 SÃO SILVESTRES EM SÃO PAULO, ANOS 1983/84. VÁRIAS ELIMINATÓRIAS BAIANA DA S. SILVESTRE NA DÉCADA DE 1980.

COMPETIU:

01 MARATONA EM SÃO PAULO, 01 EM JOÃO PESSOA, 30 KM DE SÃO CRISTÓVÃO A ARACAJU EM 1985, 2 MARATONAS EM BRASILIA.
COMPETIÇÃO 3 OLIMPÍADAS DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI ONDE FOI BICAMPEÃ, COMPETIU NOS CITADOS JOGOS, NOS 10M, 1.500M, 5 E 10 MIL METROS, ALÉM DE 28 HM DE CAMAÇARI A PRAÇA ACM IDA E VOLTA, QUANDO FICOU EM 5º LUGAR ANO 1982.
COMPETIU DEZENAS DE CORRIDAS EM SALVADOR E CIDADES DO INTERIOR DA BAHIA, CONQUISTANDO MEDALHAS E TROFÉUS....

NESSE PERÍODO TRABALHAVA DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, TREINAVA DAS 17H40 ÁS 20H30 DA NOITE. E FIM DE SEMANAS.





Gamaliel  na 1ª  Maratona da Independência da Bahia 1984 Salvador/Ba. 42. 198 metros
DIA 27/08/16



Curso  de  Comunicações  Verbais

(Um dos  melhores do Brasil/S. Paulo com credenciamento CFMO 097}


     No ano   de  1985  Gamaliel   iniciou  o   curso  de  Comunicações  Verbais  PPD-IOB (Treinamento  Programado  a  Distância)  por  correspondências  tendo  concluído  o  citado curso no  dia  7/3/1986.  O  citado  curso  organizado  por Oswaldo  Melantonio,  formado em  Direito, Filosofia  e  Jornalismo,  Oswaldo   presidente de  honra  de   várias  instituições  culturais  dentre  elas  a  Academia   Paulista de   Oratório  e  Academia   Brasileira  de   Comunicações  Verbais. O  curso  de  Comunicações   Verbais  teve  a  duração  de  6  meses  equivalente  a  100 horas/ aula  e  credenciado  pelo  CFMO  097.
.
     Oswaldo  Melantonio  realizou   vários   cursos  complementares  no  exterior  e  no  ano  de   1986   fazia 35  anos  se  dedicando  exclusivamente  as  Comunicações  Verbais;  inicialmente,  oratória   formal   e  informal   para   líderes   políticos   e  religiosos.   Nos  últimos   anos   Oswaldo  especializou-se   na   área   de   comunicações   dos   executivos,  objetivando a melhoria  da  produtividade  pela  eficiência  da  comunicação.

PERSONALIDADES EXPOENTES DAS  COMUNICAÇÕES VERBAIS

Várias personalidades  de Top  da  Política Executivos, da Oratória  Geral,  Locutores Esportivos, a  exemplo  de Osmar Santos/SP, Orestes Quércia  Jânio Quadros, Franco Motoro e  outros  expoentes que realizaram este  magnífico  curso, amplo usando as técnicas  da Grécia  antiga,   a exemplos  de   formidáveis  gênios  da  Comunicação, oratória da Grécia Antiga,celeiro exuberantes, Ícones das Comunicações Verbais; Aristóteles Demóstenes Cícero, este  considerado como um dos  maiores   gênios nas  Comunicações  verbais da  Grécia  e  do  Mundo, chegando ao ponto  de  governantes políticos gregos tentarem elimina-los, tal era o seu poder de oratória persuasiva (dotado de espetacular oratória  de convencimento, resumindo   era  um " Um Gênio Abençoado  da  Oratória  das Comunicações Verbais!".
    
Conteúdo  do  curso

     Introdução,  exposições  práticas,  técnicas  da  comunicação  dos  executivos,  educação  da  voz,  expressão  corporal,  figuras  de  estilos,  dez   qualidades   básicas   do  executivo,  práticas  de  comunicações  verbais  e  práticas  de  oratória
     De  modo  especial,  Oswaldo  realiza  treinamentos  para  as  lideranças  dos   principais  escalões   das   grandes   organizações   privadas   e   publicas.  O   citado   curso  já  treinou  grandes  personalidades  de diversos  seguimentos  sociais  a  exemplo  de  Franco  Motoro, Osmar   Santos,  narrador   esportivo   no  estado  de  São  Paulo,  Jânio   Quadros   que   foi  Presidente   da   República   de   31/1/1961   renunciando   o   governo   em   25/8/1961,  foi  prefeito  de  São Paulo  nas  décadas  seguintes.

     Jânio  Quadros  nasceu  em  Campo  Grande,  (Mata  Grosso  do  Sul)  no  ano  de  1917  e  faleceu  no  ano  de  1992  em  São  Paulo  e  outros  não  citados.  IOB – Cursos    de    Legislação   Empresarial   Ltda – CGC   47.677.810/0002-21,   credenciado  no  CFMO  097,  com  endereço  na  Avenida  Marques...  Asa  Branca – SP


********************************************************************************
TORCIDA, DA NAÇÃO  TRICOLOR DO EC BAHIA!
RUA LADEIRA DAS PEDRAS SETOR NORTE DA ARENA FONTE NOVA /BAHIA/BRASIL/20
******************************************************************************

                                      GALERIA DE  FOTOS

FOTOS DE FRANK CHAGAS  NO  VITÓRIA 1961 

Vitória Campeão 
 Torneio Início 30/07/1961/Fonte Nova


                              VITÓRIA CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO 30/07/1961


EC Vitória campeão do Torneio início de 1961/ na primitiva Fonte Nova, com mais de 22 mil pessoas, Flu de Feira foi o vice-campeão. Torneio inicio Organizada pela ABCD - Associação Bahiana dos Cronistas Desportivo.
O citado Torneio, tradicional da então FBDT - Federação Bahiana de Desporto Terrestre (atual FBF). Abria o tradicional Campeonato Baiano de profissionais, desde dos primórdios, do citado campeonato da antiga FBDT (atual FBF).
Frank Chagas, com este titulo do torneio início, tornou-se o primeiro jogador metense no Profissional da Bahia, a sagra-se Campeão de evento profissional do futebol Baiano.
Neste citado Torneio, a renda era para ABCD, a Fonte Nova, recebeu um público excelente de mais de 22 mil pessoas pagantes..
Em pé: Frank Chagas, Touro, Ouri, Medrado, Carlos Alberto... Agachados: Reginaldo (2º), Matos, Carlinhos Gonçalves e Ricardo. Tecnico Pinguela


EC Vitória campeão do Torneio início de 1961/ na primitiva Fonte Nova, com mais de 22 mil pessoas, Flu de Feira foi o vice-campeão. Torneio inicio Organizada pela ABCD - Associação Bahiana dos Cronistas Desportivo.

O citado Torneio, tradicional da então FBDT - Federação Bahiana de Desporto Terrestre (atual FBF). Abria o tradicional Campeonato Baiano de profissionais, desde dos primórdios, do citado campeonato da antiga FBDT

(atual FBF).

Frank Chagas, com este titulo do torneio início, tornou-se o primeiro jogador metense no Profissional da Bahia, a sagra-se Campeão de evento profissional do futebol Baiano.

Neste citado Torneio, a renda era para ABCD, a Fonte Nova, recebeu um público excelente de mais de 22 mil pessoas pagantes..
Em pé: Frank Chagas, Touro, Ouri, Medrado, Carlos Alberto... Agachados: Reginaldo (2º), Matos, Carlinhos Gonçalves e Ricardo. Tecnico Pinguela
FLU DE FEIRA VICE-CAMPEÃO DO TORNEIO 1961

Flu de Feira Vice-campeão do Torneio Início de 30/07/1961/Fonte Nova



VITÓRIA 0x 2 FLU DE FEIRA/Campeonato Baiano de 1961

Time do Vitória 1961 Fonte Nova, Ataque, agachados: Frank (nº 7), Reginaldo, Matos, Carlinhos Gonçalves....Em pé: dentre outros, vemos Nelinho e Boquinha (direita da foto), Jornal Tarde 24/09/1961 (jogo abaixo).

Nessa partida o EC Vitória jogava pela sequencia do campeonato Baiano de Profissionais, na primitiva Fonte Nova, diante do timaço do Flu de Feira e o Vitória foi derrotado por 3x2, com Frank Chagas na ponta direita (ele, Frank, era o coringa do Vitoria e jogava, em várias posições, ataque, defesa, meio campo, sendo técnico o excelente jogador Pinguela (exercia dupla função de jogador e técnico interino do Leão da Barra)).

Nenhum comentário:

Postar um comentário