quinta-feira, 23 de março de 2017

EMBASA SUA HISTÓRIA FUNDATIVA.





Lamina  d'água do lago da Barragem de Santa Helena, na  região  do bairro  de Nova  Dias D'Ávila, próximo do Morro do Canta Galo, onde  se  encontra a estação  de Bombeamento  das águas  do citado Lago. Com o baixo nível, oriundo  da falta de chuvas e  bombeamento das águas, para  as  Barragens  de Joanes I, II,  para o abastecimento da  Cidade  de Salvador e parte para o  Polo Petroquímico  de Camaçari na  Bahia,  

História

Em 11 de maio de 1971, a Lei Estadual número 2.929 criou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. – Embasa. A Empresa nasceu quando aconteceram as primeiras iniciativas em saneamento básico no país. O Plano Nacional de Saneamento (Planasa), primeira iniciativa federal no sentido de instalar serviços de água e esgoto em cidades que experimentavam franco crescimento no Brasil, previa a implantação de um organismo em cada estado que centralizasse as ações no setor de saneamento.
Na época, menos de 50% dos habitantes das zonas urbanas brasileiras contavam com serviços de abastecimento de água e menos de 25% dispunham de sistemas de esgotamento sanitário. A ausência de recursos financeiros, planejamento, e a burocracia eram os principais entraves para que a oferta dos serviços acompanhasse o crescimento da demanda.
Inicialmente, caberia à Embasa desenvolver projetos, construir, ampliar e reformar diversos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em todo o estado, enquanto a Companhia Metropolitana de Água e Esgoto (Comae) e Companhia do Saneamento do Estado da Bahia (Coseb) ocupariam-se, respectivamente, da operação dos sistemas de Salvador e região metropolitana e do interior baiano. Em 1975, no entanto, essas companhias foram extintas e seus serviços incorporados à Embasa. Instituída como sociedade de economia mista de capital autorizado e pessoa jurídica de direito privado, a Embasa foi a primeira companhia estadual do país a capacitar-se para convênios com o extinto Banco Nacional de Habitação (BNH), visando a captação de recursos.
Pouco antes da implantação da Embasa, um extenso programa de obras destinadas a aumentar a produção de água foi desenvolvido, destacando-se a construção de barragens como a Joanes II e Ipitanga III, e de centros de reservação como o do Cabula, com 36 mil m³ de capacidade, e os Duna Grande e Águas Claras. Além disso, foram realizadas outras ações como a construção da adutora Bolandeira/Cabula, implantação de abastecimento de água no subúrbio ferroviário e a construção da Estação de Tratamento de Água Theodoro Sampaio, no Parque de Bolandeira.
Com o crescimento da população baiana, o Estado investiu na ampliação destes sistemas:
Entre 1976 e 1986, foram ampliadas as estações de tratamento de água Vieira de Mello e Theodoro Sampaio e implantada a segunda adutora Joanes I/Bolandeira, com tubulação de aço carbono. Neste mesmo período, foi instalado o sistema Santa Helena.
 O fornecimento de água em Salvador ganhou importante reforço com a construção da barragem de Pedra do Cavalo e implantação da ETA principal em Candeias, em 1989, pois propiciaram aos moradores um abastecimento mais regular, já que a produção de água tratada passou a ser maior que a demanda.
 Em 1999, o Governo do Estado reconstruiu a Barragem Santa Helena, devido à elevada vazão do Rio Jacuípe (dez metros cúbicos por segundo). Hoje, essa barragem, situada entre Camaçari e Dias D´Ávila, é uma importante reserva para abastecimento de Salvador.
Anos 90: Modernização e Investimentos
Em 1992, a Embasa assinou contrato de financiamento com o Programa de Modernização do Setor de Saneamento – PMSS –, através do Banco Mundial – Bird –, dando início a ações para seu desenvolvimento empresarial. A empresa reaparelhou-se e passou a contar com novas tecnologias: o seu laboratório central, por exemplo, dispõe atualmente dos mais avançados equipamentos de análise da qualidade da água e é certificado pela norma ISO 9001:2000. Na área operacional, investiu-se em micromedição e macromedição, visando o aumento do faturamento e o controle de perdas de água, além da implantação e reforma das lojas de atendimento.
Nesta década e início dos anos 2000, a empresa adotou os processos de Gestão pela Qualidade Total (GQT), obtendo bons resultados institucionais e reconhecimentos externos: em 2006, concorrendo com cerca de 50 instituições públicas e privadas, a Embasa recebeu, em Brasília, do vice-presidente da República, José Alencar, a faixa ouro do Prêmio Nacional da Gestão Pública.
 A Embasa executou o Programa Bahia Azul, obtendo recursos oriundos de um pool de agentes financeiros internacionais, com participação dos governos federal e estadual. Com as obras de implantação de redes de esgotamento sanitário, Salvador e mais dez cidades no entorno da Baía de Todos os Santos (BTS) receberam investimentos. Nas cidades do entorno da BTS, os índices de cobertura ficaram abaixo das metas estabelecidas.
Política Nacional de Saneamento e Universalização
O marco regulatório do saneamento representou uma virada de página na história dos serviços públicos de saneamento no Brasil. A Política Nacional de Saneamento Básico, traduzida na lei 11.145, de 05/01/2007, traçou diretrizes para dar conta do grande déficit de cobertura do atendimento, no país, causado por mais de 20 anos sem investimentos estruturantes no setor. Baseada nos princípios da universalização, planejamento, sustentabilidade, controle social, regulação, integralidade e transparência, a lei 11.145, o decreto 7.217, de 22/06/2010, e a lei 11.107, de 06/04/2005, Lei de Consórcios Públicos, determinaram as regras para os investimentos e a prestação dos serviços no território nacional.
Na Bahia, a Lei Estadual de Saneamento Básico n°11.172 entrou em vigência em 01/12/2008, instituindo os meios necessários para que as determinações da lei nacional fossem cumpridas e tornando a Embasa a principal executora da política do Estado para o setor. A lei de saneamento da Bahia também determinou a criação da Comissão de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico – Coresab.
Em 2008, a Embasa, sob nova gestão, iniciou um processo de transformação adotando uma gestão estratégica voltada para resultados capaz de fazer frente aos desafios apresentados pelas novas determinações legais. A empresa adaptou e aprimorou a gestão de seus processos na perspectiva da universalização com sustentabilidade dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na Bahia.
 Neste novo contexto do saneamento básico, o Estado da Bahia lançou o Programa Água Para Todos (PAT), com significativo aporte de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Saneamento) , do Governo Federal, e recursos do Governo do Estado e próprios da Embasa. Entre 2007 e 2010, a Embasa, como principal executora do PAT na Bahia, executou importantes obras de melhoria, implantação e ampliação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em todo o Estado.
As principais ações da Embasa neste programa foram:
 Implantação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Santana, no oeste baiano;
 Implantação de Sistema de Abastecimento de Água em Rio do Pires;
 Ampliação de Sistema de Abastecimento de Água em Antônio Gonçalves, Uauá e Ipirá;
Construção da barragem de Cristalândia (Brumado) e da barragem do rio Tijuco (Mulungu do Morro);
 Implantação de sistema de esgotamento sanitário em Rio de Contas, Guanambi, Camacan e Itacaré;
 Ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Feira de Santana, Camaçari, Vitória da Conquista, Jequié, Paulo Afonso e Teixeira de Freitas;
Na Baía de Todos os Santos, a empresa está ampliando a cobertura de atendimento do esgotamento sanitário em 14 cidades na área de influencia da Baía e
 Construção do Sistema de Disposição Oceânica Jaguaribe (SDO), do qual faz parte o emissário submarino da Boca do Rio. - FONTE  SITE EMBASA


    Publicado em 24 de mar de 2017
    EST. BOMBEAMENTO, MORRO CANTA GALO- EMBASA, CID DIAS D'ÁVILA 24 03-17 - Vídeo filmado e narrado por Chiquitinha Maravilha dia 24-03-17, cidade Dias D'Ávila, 10h50. Vídeo com conteúdos informativos, conforme intensas pesquisas de Chiquitinha Maravilha por quase duas décadas, sobre histórico dos municípios matense, Diasdavilense , Camaçariense, Salvador..do municípios.a
    A Lamina d'água do lago da Barragem de Santa Helena, na região do bairrode Nova Dias D'Ávila, próximo do Morro do Canta Galo, onde se encontra a estação de Bombeamento das águas do citado Lago. Com o baixo nível, oriundo da falta de chuvas e bombeamento das águas, para as Barragens de Joanes I, II, para o abastecimento da Cidade de Salvador e parte para o Polo Petroquímico de Camaçari na Bahia, ocasionando o abaixo nível atual da lamina d'água, do citado lago, na região do Morro do Canta e adjacências... As chuvas que aconteceram no dia 23 na região, aumentou um pouco a citada lamina d'água..
    ****************************************************************************
    GOV. RUI COSTA SOBREVOOU A LAMINA D'ÁGUA NA REG DIASOAVILENSE..13-03-17. FONTE Secon Gov. da Bahia
    O governador Rui Costa sobrevoou e vistoriou, nesta segunda-feira (13), as obras que estão sendo realizadas pela Embasa no Lago de Santa Helena, situado no município de Dias d’Ávila na Região Metropolitana de Salvador (RMS), com o objetivo de garantir a segurança hídrica na Bahia. Com previsão de conclusão até o final desta semana, a obra consiste na instalação de um sistema de bombeamento para fazer a reversão do lago de Santa Helena para o rio Jacumirim, que abastece a barragem de Joanes II, um dos principais mananciais que abastecem a capital.
    O investimento foi de R$ 2,5 milhões, na aquisição dos equipamentos que possibilitarão o acréscimo de quatro mil litros por segundo (1/s) no volume de água do rio. A barragem de Joanes II, que faz parte do sistema integrado de abastecimento de água da RMS, está com nível abaixo do esperado para essa época do ano em consequência da estiagem prolongada que atinge a região.
    Categoria
    Esportes
    Licença
    Licença padrão do YouTube
    EST. BOMBEAMENTO, MORRO CANTA GALO- EMBASA, CID DIAS D'ÁVILA 24 03-17 - Vídeo…
    YOUTUBE.COM
    Comentários
    http://chiquitinhamaravilha.blogspot.com.br/…/barragem-sta-… FOTOS E VÍDEOS, INCLUSO HIST. DA EMBASA..
    EST. BOMBEAMENTO, MORRO CANTA GALO- EMBASA, CID DIAS D'ÁVILA 24 03-17 - Vídeo filmado e narrado por Chiquitinha Maravilha dia 24-03-17, cidade Dias D'Ávila, 10h50. Vídeo com conteúdos informativa, conforme intensas pesquisas de Chiquitinha Maravilha por quase duas décadas, sobre histórico dos municípios matense, Diasdavilense , Camaçariense, Salvador..do municípios.
    GOV. RUI COSTA SOBREVOOU A LAMINA D'ÁGUA NA REG DIASOAVILENSE..13-03-17. FONTE Secon Gov. da Bahia
    "O governador Rui Costa sobrevoou e vistoriou, nesta segunda-feira (13), as obras que estão sendo realizadas pela Embasa no Lago de Santa Helena, situado no município de Dias d’Ávila na Região Metropolitana de Salvador (RMS), com o objetivo de garantir a segurança hídrica na Bahia. Com previsão de conclusão até o final desta semana, a obra consiste na instalação de um sistema de bombeamento para fazer a reversão do lago de Santa Helena para o rio Jacumirim, que abastece a barragem de Joanes II, um dos principais mananciais que abastecem a capital.
    O investimento foi de R$ 2,5 milhões, na aquisição dos equipamentos que possibilitarão o acréscimo de quatro mil litros por segundo (1/s) no volume de água do rio. A barragem de Joanes II, que faz parte do sistema integrado de abastecimento de água da RMS, está com nível abaixo do esperado para essa época do ano em consequência da estiagem prolongada que atinge a região."
    Comentários
    Chiquitinha Maravilha Panorâmica da lamina d'água da Barragem de Santa Helena, predominando o Rio Imbassaí E Ganhador ou Capivara Grande (ou Capivary Grande, afluente do Imbassai), Estação de Bombeamento e Torre reservatória das águas bombeadas runo Barragem do Joanes II, I, via Polo, Estação da Bolandeira, Salvador.
    CurtirResponder10 h
    Chiquitinha Maravilha Publicado em 4 de dez de 2015

    LAMINA D'ÁGUA BARRAGEM STA. HELENA, MORRO CANTA GALO 04/12/15 -D. D'ÁVILA

    LAMINA D'ÁGUA BARRAGEM STA.HELENA /N. DIAS D'ÁVILA/PAISAGISMO /04/12/15 - VIDEO COM 12 MINUTOS, LAMINA D'ÁGUA DA BARRAGEM DE SANTA HELENA REGIÃO DO RIO DA PONTE, MORRO DO CANTA GALO, AVENIDA AYRTON SENA, FUNDO DO CLUBE DO ANNDA. B. NOVA DIAS D'ÁVILA/CIDADE DIAS D'ÁVILA. 
    MEIO AMBIENTE FANTÁSTCO, COM SUA MATA CILIAR, 
    BARONESAS, QUE SERÃO RETIRADAS COM A REVITALIZAÇÃO DAS BACIAS DOS RIO IMBASSAÍ E JACUIPEMIRIM /PAC 2, EM ANDAM,ENTO AS OBRAS. VIDEO CHIQUITINHA MARAVILHA 04/12/15, 7H30.
    Categoria
    Esportes
    Licença
    Licença padrão do YouTube
    CurtirResponder1 h


    Publicado em 24 de mar de 2017
    EST. BOMBEAMENTO, MORRO CANTA GALO- EMBASA, CID DIAS D'ÁVILA 24 03-17 - Vídeo filmado e narrado por Chiquitinha Maravilha dia 24-03-17, cidade Dias D'Ávila, 10h50. Vídeo com conteúdos informativo, conforme intensas pesquisas de Chiquitinha Maravilha por quase duas décadas, sobre histórico dos municípios matense, Diasdavilense , Camaçariense, Salvador..do municípios.
    GOV. RUI COSTA SOBREVOOU A LAMINA D'ÁGUA NA REG DIASOAVILENSE..13-03-17. FONTE Secon Gov. da Bahia
    O governador Rui Costa sobrevoou e vistoriou, nesta segunda-feira (13), as obras que estão sendo realizadas pela Embasa no Lago de Santa Helena, situado no município de Dias d’Ávila na Região Metropolitana de Salvador (RMS), com o objetivo de garantir a segurança hídrica na Bahia. Com previsão de conclusão até o final desta semana, a obra consiste na instalação de um sistema de bombeamento para fazer a reversão do lago de Santa Helena para o rio Jacumirim, que abastece a barragem de Joanes II, um dos principais mananciais que abastecem a capital.
    O investimento foi de R$ 2,5 milhões, na aquisição dos equipamentos que possibilitarão o acréscimo de quatro mil litros por segundo (1/s) no volume de água do rio. A barragem de Joanes II, que faz parte do sistema integrado de abastecimento de água da RMS, está com nível abaixo do esperado para essa época do ano em consequência da estiagem prolongada que atinge a região.
    Categoria
    Esportes
    Licença
    Licença padrão do YouTube
    EST. BOMBEAMENTO, MORRO CANTA GALO- EMBASA, CID DIAS D'ÁVILA 24 03-17 - Vídeo…
    YOUTUBE.COM
    Comentários
    PARABÉNS CIDADE DE SALVADOR DA BAHIA, 468 ANOS DE FUNDAÇÃO! - 29-03 1549 - 29-03-2017! 
    SEU SINGELO PRESENTE POÉTICO, PARA AS ETERNIDADES PLANETÁRIA!!
    SALVADOR, A PEROLA BARROCA DAS AMÉRICAS!
    Chiquitinha Maravilha
    ...
    Ver mais
    Também na Praça da Sé se encontram no seu subsolo ruínas parte dos alicerces do antigo Colégio dos Jesuítas que aportaram em s...
    CHIQUITINHAMARAVILHA.BLOGSPOT.COM

 952 MIL ACESSOS,   25-03-17 / RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!




950 MIL ACESSOS,  RUMO A UM MILHÃO   NO PLANETA  TERRA!

TOTAL DE ACESSOS   DO BLOG  MAIS  DE  946 MIL /    DIA 21/03/17
Alemanha Mais de  178 Mil,  líder  Internacional  de  Acessos
Nos  Mais de 100  Países do Planeta  Terra
461  MIL ACESSOS INTERNACIONAIS,  VISIBILIDADE  EM MAIS  DE 100 PAÍSES NO PLANETA TERRA.....


Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
488495
Alemanha
179449
Estados Unidos
124922
Rússia
41928
Malásia
19731
China
14262
Ucrânia
8597
França
5418
Portugal
5198
Índia
4032


O POETA MARATONISTA!
             
 Chiquitinha  (Gamaliel Chagas) na  Maratona  do Rio de Janeiro /23/8/1986
(3h 5 min),  foto no  no aterro do  Flamengo/RJ, 42,195 km.

                         CORRER É VIVER, REJUVENESCER...
                   (A Poesia do Corredor)

                          Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, inspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

     Poetizada  em  13/02/1985/Cidade  de Dias D'Ávila, quando Gamaliel Chagas/
 realizava  treinamento (Bairro de Nova Dias D'Ávila).

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registrado em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João)
Correu  14 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)
2 maratonas em Nova York (1984 e 1986)
2 São Silvestre (1983, 1984)
Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Cristóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).

CORREU UM  "MARATONA" DA AMEBA/CIDADE  DE SALVADOR,   COM 37 KM, EM 1987
*******************************************************************************

GAMALIEL CHAGAS - RESUMO DAS PRINCIPAIS CORRIDAS:

O MARATONISTA BAIANO DE 1984 - BICAMPEÃO DOS 10 E 5 MIL METROS NA PISTA DA FONTE NOVA 1983/84.
2 MARATONAS INTERNACIONAIS /CIDADE DE NOVA YORQUE
PENTACAMPEÃO MATENSE DE VETERANOS / CORRIDA RÚSTICA DO BOMFIM DE MATA DE SÃO JOÃO, NA DÉCADA DE 2000.
15 MARATONAS COMPETIDAS - COMPETIÇÃO NO ATLETISMO BAIANO BRASILEIRO, EM 6 ESTADOS DO BRASIL! 5 MARATONAS NO RIO E JANEIRO, 2 EM BRASILIA, 2 SÃO SILVESTRES EM SÃO PAULO, ANOS 1983/84. VÁRIAS ELIMINATÓRIAS BAIANA DA S. SILVESTRE NA DÉCADA DE 1980.

COMPETIU:

01 MARATONA EM SÃO PAULO, 01 EM JOÃO PESSOA, 30 KM DE SÃO CRISTÓVÃO A ARACAJU EM 1985, 2 MARATONAS EM BRASILIA.
COMPETIÇÃO 3 OLIMPÍADAS DO POLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI ONDE FOI BICAMPEÃ, COMPETIU NOS CITADOS JOGOS, NOS 10M, 1.500M, 5 E 10 MIL METROS, ALÉM DE 28 HM DE CAMAÇARI A PRAÇA ACM IDA E VOLTA, QUANDO FICOU EM 5º LUGAR ANO 1982.
COMPETIU DEZENAS DE CORRIDAS EM SALVADOR E CIDADES DO INTERIOR DA BAHIA, CONQUISTANDO MEDALHAS E TROFÉUS....

NESSE PERÍODO TRABALHAVA DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, TREINAVA DAS 17H40 ÁS 20H30 DA NOITE. E FIM DE SEMANAS.





Gamaliel  na 1ª  Maratona da Independência da Bahia 1984 Salvador/Ba. 42. 198 metros
DIA 27/08/16



Curso  de  Comunicações  Verbais

(Um dos  melhores do Brasil/S. Paulo com credenciamento CFMO 097}


     No ano   de  1985  Gamaliel   iniciou  o   curso  de  Comunicações  Verbais  PPD-IOB (Treinamento  Programado  a  Distância)  por  correspondências  tendo  concluído  o  citado curso no  dia  7/3/1986.  O  citado  curso  organizado  por Oswaldo  Melantonio,  formado em  Direito, Filosofia  e  Jornalismo,  Oswaldo   presidente de  honra  de   várias  instituições  culturais  dentre  elas  a  Academia   Paulista de   Oratório  e  Academia   Brasileira  de   Comunicações  Verbais. O  curso  de  Comunicações   Verbais  teve  a  duração  de  6  meses  equivalente  a  100 horas/ aula  e  credenciado  pelo  CFMO  097.
.
     Oswaldo  Melantonio  realizou   vários   cursos  complementares  no  exterior  e  no  ano  de   1986   fazia 35  anos  se  dedicando  exclusivamente  as  Comunicações  Verbais;  inicialmente,  oratória   formal   e  informal   para   líderes   políticos   e  religiosos.   Nos  últimos   anos   Oswaldo  especializou-se   na   área   de   comunicações   dos   executivos,  objetivando a melhoria  da  produtividade  pela  eficiência  da  comunicação.

PERSONALIDADES EXPOENTES DAS  COMUNICAÇÕES VERBAIS

Várias personalidades  de Top  da  Política Executivos, da Oratória  Geral,  Locutores Esportivos, a  exemplo  de Osmar Santos/SP, Orestes Quércia  Jânio Quadros, Franco Motoro e  outros  expoentes que realizaram este  magnífico  curso, amplo usando as técnicas  da Grécia  antiga,   a exemplos  de   formidáveis  gênios  da  Comunicação, oratória da Grécia Antiga,celeiro exuberantes, Ícones das Comunicações Verbais; Aristóteles Demóstenes Cícero, este  considerado como um dos  maiores   gênios nas  Comunicações  verbais da  Grécia  e  do  Mundo, chegando ao ponto  de  governantes políticos gregos tentarem elimina-los, tal era o seu poder de oratória persuasiva (dotado de espetacular oratória  de convencimento, resumindo   era  um " Um Gênio Abençoado  da  Oratória  das Comunicações Verbais!".
    
Conteúdo  do  curso

     Introdução,  exposições  práticas,  técnicas  da  comunicação  dos  executivos,  educação  da  voz,  expressão  corporal,  figuras  de  estilos,  dez   qualidades   básicas   do  executivo,  práticas  de  comunicações  verbais  e  práticas  de  oratória
     De  modo  especial,  Oswaldo  realiza  treinamentos  para  as  lideranças  dos   principais  escalões   das   grandes   organizações   privadas   e   publicas.  O   citado   curso  já  treinou  grandes  personalidades  de diversos  seguimentos  sociais  a  exemplo  de  Franco  Motoro, Osmar   Santos,  narrador   esportivo   no  estado  de  São  Paulo,  Jânio   Quadros   que   foi  Presidente   da   República   de   31/1/1961   renunciando   o   governo   em   25/8/1961,  foi  prefeito  de  São Paulo  nas  décadas  seguintes.

     Jânio  Quadros  nasceu  em  Campo  Grande,  (Mata  Grosso  do  Sul)  no  ano  de  1917  e  faleceu  no  ano  de  1992  em  São  Paulo  e  outros  não  citados.  IOB – Cursos    de    Legislação   Empresarial   Ltda – CGC   47.677.810/0002-21,   credenciado  no  CFMO  097,  com  endereço  na  Avenida  Marques...  Asa  Branca – SP



********************************************************************************
TORCIDA, DA NAÇÃO  TRICOLOR DO EC BAHIA!
RUA LADEIRA DAS PEDRAS SETOR NORTE DA ARENA FONTE NOVA /BAHIA/BRASIL/20








































Nenhum comentário:

Postar um comentário