sexta-feira, 4 de novembro de 2016

SUÍÇA FAZ OFENSIVA CONTRA ODEBRECTH E LULA E OS IMÓVEIS.....

vérbio "amigos, amigos, negócios à parte" não vale para a família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Desde o fim dos anos 1980, ele e seus filhos se utilizam de amizades para emprestar ou adquirir imóveis. Quase sempre, nos negócios, surge alguma relação que gera suspeita de órgãos de fiscalização.
Na semana passada, o Ministério Público decidiu que vai ouvir o ex-presidente sobre o negócio envolvendo um apartamento tríplex no Guarujá (SP) construído pela OAS Empreendimentos. Por meio de nota, Lula confirmou que visitou o imóvel ao lado do então presidente da empresa, Léo Pinheiro.
SAIBA MAIS
Lula admite visita a triplex com Léo Pinheiro
Pelo Facebook, Lula repudia tentativa de envolvê-lo na Lava Jato
VOCÊ VIU?
"As quatro lições que aprendi me esforçando para sair do trabalho todos os dias às 17h"
Mais foco: 7 exercícios para melhorar sua concentração
Netflix? A TV paga no Brasil tem um problema maior com que se preocupar
Há 18 anos, Lula teve de explicar à Polícia Civil e ao MP como comprou um apartamento de cobertura em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, com a ajuda do advogado Roberto Teixeira. Compadre do ex-presidente, ele ajudou Lula a adquirir dois outros imóveis na cidade.
Em 1989, Teixeira ficou conhecido nacionalmente por emprestar uma casa para Lula morar quando ele disputou pela primeira vez a Presidência da República. Entre 1996 e 2001, Teixeira ajudou Lula a adquirir três imóveis em São Bernardo do Campo. Em todos os casos, há o envolvimento de empresas em situação falimentar para as quais Teixeira prestou serviços advocatícios.
Moradia oficial dos Lula da Silva, o apartamento de cobertura no edifício Green Hill foi comprado por sugestão de Teixeira. Ele trabalhava para Dalmiro Lorenzoni, dono da empreiteira que fez o prédio.
Em 1998, o Ministério Público abriu um inquérito para apurar um suposto crime de sonegação fiscal envolvendo Lula, Teixeira e a empresa. Na oportunidade, suspeitou-se que a incorporadora foi beneficiada por uma decisão da prefeitura de São Bernardo do Campo, anos antes, em 1991, quando administrada pelo PT. Então prefeito interino, Djalma Bom (PT) revogou a desapropriação de uma área de 3,3 mil da empresa de Dalmiro.
Quatro anos depois, parte da área legalizada foi comprada pelo então vice-presidente nacional do PT, Luiz Eduardo Greenhalgh. Um ano depois, em 1996, Lula comprou um apartamento em construção pela mesma Construtora Dalmiro Lorenzoni Construções. CLICK NO LINK IMAGEM E LIA A MATÉRIA COMPLETA
Há 18 anos, Lula teve de explicar à Polícia Civil e ao MP como comprou um apartamento de cobertura em São Bernardo do Campo
EPOCANEGOCIOS.GLOBO.COM
Curtir
Comentar
Comentários
Chiquitinha Maravilha
Escreva um comentário...
Suíça faz ofensiva contra Odebrecht
Há duas semanas, uma missão de procuradores
e especialistas suíços esteve em Curitiba
para contatos com procuradores brasileiros..
LEIA A MATÉRIA COMPLETA, CLICANDO NO LINK IMAGEM
Há duas semanas, uma missão de procuradores e especialistas suíços esteve em Curitiba para contatos com procuradores brasileiros
EPOCANEGOCIOS.GLOBO.COM
Curtir
Comentar

Nenhum comentário:

Postar um comentário