domingo, 23 de outubro de 2016

MONSENHOR BARBOSA UNS DO PATRONO DA EDUCAÇÃO MATENSE/SUA BIOGRAFIA /AMPLIADA/FOTOS

Foto Relíquia Histórica do CMMB/
inicio  da década  de 1960/Cidade Mata  de São João/ba.

 Sentados: Prfª Edelvira Ribeiro Figueiredo, Sr. Ladislau Reis de Souza, Monsenhor Barbosa; da esquerda para direita,Profª Lígia , Profª Aníval Razoni Figueiredo, Profª Niva, Porfª, Profª Anita Costa, Profª Tereza Maria Chaves, Profª Lourdes Gonçalves,Profª Iracilda Matos Silva,Profº Antonio Cardoso Crespo, Profº Carlos Sacramento - Bel 

Acervo de Valdir Cardoso  Porto, fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/ 



TROFÉU HONRA AO MÉRITO! EM MEMÓRIA  DO MONSENHOR MANUEL DE AQUINO  BARBOSA, UM DOS BENEMÉRITOS  DA EDUCAÇÃO DE MATA DE S. JOÃO/BA.





MONSENHOR  MANUEL DE  AQUINO  BARBOSA 
             PATRONO DA  EDUCAÇÃO MATENSE!




Monsenhor  Manuel  de  Aquino  Barbosa

Biografado na pesquisa  de Chiquitinha Maravilha/fontes abaixo...

     Manuel  de  Aquino Barbosa  nasceu  no dia  29  de outubro  de  1902  em  Oliveira  dos  Campinhos, município  de  Santo  Amaro  sendo   filho  do casal  Luiz  Barbosa e  Carlinda  dos  Reis  Barbosa, seu pai  era  comerciante.

Estudos  de  Monsenhor  Barbosa

     Manuel de Aquino Barbosa  cursou as primeiras   letras  na  sua  terra  natal  matriculando-se  no  Seminário  Menor  da  Bahia   a  5 de fevereiro de 1915 onde realizou  todos  os seus  estudos  pertinentes  a  carreira  religiosa.
     Recebeu  a Sagrada Tonsura a 19 de março de  1923  na  Capela  do   Palácio  da  Sé, celebrou  pela  primeira vez no dia  23 de novembro  na Igreja de São Raimundo  tendo  contado  a  primeira  missa solene  na Matriz de  Oliveira  dos  Campinhos, a  14  de  dezembro  do  mesmo  ano.

O  Apostolado

     Manuel  de Aquino  Barbosa   iniciou o seu apostolado   a   partir   de   quando   foi  nomeado   coadjutor da Paróquia de Nazaré na cidade de Salvador,  tendo sido  empossado a  1º  de  janeiro  de 1926. Durante  2 anos, de maio  de 1927  a abril de 1929,  foi pároco  da  Igreja  de  N. Senhora  da  Ajuda  de  onde  foi   transferido  para a Paróquia   da  Conceição  da  Praia, tendo  sido  o  47º  cura  da  segunda  Paróquia  de Salvador   na   ordem  cronológica  e  o  terceiro  no  exercício  das funções.
     Durante  os 21  anos  em  que  esteve a  frente  da Paróquia de Conceição  da  Praia, fundada  em  1623,  conquistou a admiração, o respeito e a estima  dos paroquianos  e  devotos  de  N. Senhora  da Conceição da Praia identificando-se como  interlocutor das irmandades  e associações paroquiais  desde  1929.

Pesquisas  Históricas  e Academia  de Letras

     Manuel  de  Aquino Barbosa  com  a  sua   brilhante  inteligência  iluminadora, voltou-se  para  o campo  das  pesquisas  históricas, foi membro do  Instituto  Geográfico  e  Histórico  da   Bahia,   a partir de 1935. Manuel  de Aquino Barbosa  secretariou  o  Iº  e  II º Congresso ano  1973  na  qual teve  atuante  participação.
     Foi um dos  fundadores  do  Instituto  Genealógico da Bahia   na  qual  ocupou   a  Cadeira  de  nº  24  cujo  patrono  é João  da  Silva  Campos. Manuel  de  Aquino Barbosa é membro   da  Academia  de   Letras  da  Bahia  desde  o  dia 22  de junho de 1940,  nela  ocupou  a  cadeira   nº  36,  tendo  sido  saudado  pelo acadêmico  Francisco  Peixoto  de  Magalhães.
      Manuel pertencia a  Inspetoria  Seccional  do  Ensino Secundário  de  Salvador, onde  exerceu  o  cargo  de  Inspetor  Seccional  de  1955  a  1961. Dotado  de  forte  personalidade, Manuel  e Aquino  Barbosa tinha censo prático e capacidade administrativa dirigiu os destinos  da  Academia de Letras,  de 9 de março de  1973  até 7  de  março  de 1974  e do Instituto  Histórico  durante  o  biênio  1976/78. Manuel de Aquino Barbosa  foi  nomeado  com a morte de Francisco  Borges   de  Barros  então  diretor  do Arquivo  Público da Bahia, ano  de 1935,  ocupando  a direção desse  Arquivo Público.

Livros  Publicados  e  Redator  de  Jornais

     A  versatilidade   notável   de Manuel   de Aquino Barbosa  os    levou    a   publicar  inúmeros   trabalhos de  história  na Revista do  Instituto Geográfico e  Histórico  da  Bahia  na Academia  de Letras  da Bahia.
     Dentre  os vários  livros editados ou   escritos  pelo  Monsenhor  Manuel  de  Aquino Barbosa:  Efemérides  da   Freguesia  da  Conceição  da   Praia  (1970),  Retalhos  de   um Arquivo  (1972)  e  Freguesia  da  Conceição da  Praia, Efemérides  do  Ginásio Monsenhor  Barbosa (1964), esta  obra  uma   cronologia  desde  a  fundação do referido ginásio municipal  de Mata de  São João,  o  qual  foi  um  dos principais  beneméritos   tanto   na sua  edificação  como na  organização.
     No   campo   do    jornalismo,  Monsenhor   Barbosa   foi   dirigente  do   jornal   A   Era  Nova,  onde  imprimiu  substancial  transformação  a  fim  de  que   se   torna-se  um  diário  moderno  e  opinativo.
     Foi  ainda  redator  chefe  do  Diário  da  Bahia, redator  do Jornal  O Imparcial, A Tarde  onde  fez da  imprensa  a sua  tribuna predileta e fez  parte  da  Associação Baiana  de Imprensa  tendo ocupado  cargos  relevantes  em sua  diretoria  onde  foi  sócio benemérito.

Monsenhor  Barbosa  Cidadão Matense

     O  Monsenhor Manuel  de Aquino Barbosa  quando  ocupava  o  cargo  de  Inspetor  Seccional  de Ensino Secundário de Salvador, contribuiu decisivamente para a fundação do Ginásio  Matense fundado  em  7 de  abril  de 1958  pela Lei  nº  38,  sancionado pelo prefeito  de Mata  de  São  João  Antonio  de  Souza  Gomes.
     Em homenagem   pelos seus esforços na  fundação  e edificação do  tão  sonhado  ginásio  municipal de Mata  de São  João, mola propulsora do  ensino  secundário   no  município matense,  sendo  colocado  o   nome   do referido  ginásio municipal  Monsenhor  Barbosa.
     Monsenhor   Barbosa   foi   um   dos  fundadores  da  Associação   Beneficente   de  Proteção a  Juventude  de  Mata de São João,  sendo o Monsenhor Barbosa  o   seu  primeiro   presidente.   Esta   Associação   foi   criada   com   o  objetivo de auxiliar a construção  do  Ginásio Municipal,   cujo  ginásio   havia  sido  fundado  no  dia  7 de  abril  e  a  Associação no  dia 21  de  abril  (1958), portanto  duas semanas  após   a  fundação  do ginásio  matense.
     Monsenhor Barbosa  participou   de    várias  campanhas  em    prol   de   arrecadar  donativos para   a edificação do Ginásio Municipal,  além   de  doações   pessoais  do Monsenhor  Barbosa.
     Vários cursos de Orientação para  Exame de  Suficiência  promovido pelo CADES  e  realizada  pela Inspetoria Seccional de Ensino Secundário na Bahia na cidade de Salvador para aproveita-mento dos professores  matenses  que   ministravam  aulas  no  Ginásio Municipal   Monsenhor Barbosa,  do  qual  Manuel  de Aquino Barbosa  era  o Inspetor Seccional.
     Diante de  tantos benefícios  prestados ao  ensino matense,   a   Câmara   Municipal  de  Mata  de  São João  que  havia  autorizado  por  unanimidade  que  fosse  colocado   o nome  do   Ginásio Municipal ao seu   ilustre   benemérito,  Monsenhor Manuel de Aquino Barbosa, também  lhe  concedeu  o título  de Cidadão Matense, título este conferido  no dia  29  de  outubro  de  1962.
     Dia 29  de outubro  a  data  de  aniversário  de Monsenhor   Barbosa   e   neste   dia  citado  ele completava 60  anos  de  idade, com o Diploma  de Certificado de Cidadania  conferida  pela Câmara Municipal ao ilustre Monsenhor Manuel de Aquino Barbosa, ele tornava-se  definitivamente cidadão  matense.

Homenagem  do  IGHB  no  Centenário

de  Monsenhor  Barbosa

     O Instituto Geográfico e Histórico  da Bahia prestou  uma homenagem  no Centenário  de  Nascimento do Monsenhor Manoel de  Aquino Barbosa  no dia  29/10/2002,  quando  as  17: 00 hs  com  uma placa  comemorativa  na  Casa   Bahia,  sede do  IGHB,  av  Sete de  Setembro,  Salvador. Consuelo  Pondé  de  Sena  era  o  presidente  do  IGHB,  na  data  citada. A professora Consuelo Pondé Sena  é membro da Academia  de  Letras  da  Bahia.

Falecimento  de  Monsenhor  Barbosa

     No dia 1 de abril  de 1980, às  20: 00 hs,  na  sua  residência    faleceu  Monsenhor  Manuel  de  Aquino Barbosa  acometido  de  ataque  de  coração  (ataque cardíaco), Manuel  foi  sepultado  na  Quinta  dos Lázaros  em razão  do  seu   ataúde   não  caber  na  cova  que  lhe  fora  destinada  na  Basílica da Conceição da Praia a que tanto Manuel serviu ao longo  da  sua vida  de  sacerdote  (quase  50 anos).
 Matéria  pesquisada  num  artigo  impresso  no  jornal A  Tarde, na sua  edição de 27 de outubro   de 2002,  escrita  pela Acadêmica a  ilustre Consuelo Pondé de Sena e ampliada um pouco pelo autor desse livro. Revista   do  Instituto  Genealógico   da  Bahia,   nº  22,  pág. 228 a 291, edição  comemorativa  60  anos de  fundação,  editado  no  ano  2005, Efemérides do Monsenhor  Barbosa  1964.


NOTA:
PARTE INTEGRANTE DO LIVRO A SER EDITADO/MATA DE S. JOÃO, SUAS RAIZES, SUA HISTÓRIA/ AUTORIA DE GAMALIEL CHAGAS

 GALERIA DE FOTOS: 

Foto Relíquia Histórica do CMMB/
inicio  da década  de 1960/Cidade Mata  de São João/ba.

 Sentados: Prfª Edelvira Ribeiro Figueiredo, Sr. Ladislau Reis de Souza, Monsenhor Barbosa; da esquerda para direita,Profª Lígia , Profª Aníval Razoni Figueiredo, Profª Niva, Porfª, Profª Anita Costa, Profª Tereza Maria Chaves, Profª Lourdes Gonçalves, Profª Iracilda Matos Silva, Profº Antonio Cardoso Crespo, Profº Carlos Sacramento - Bel.
Acervo de Valdir Cardoso  Porto, fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/
MONSENHOR  MANUEL  AQUINO DE BARBOSA 
(acervo de Valdir Cardoso  Porto, fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/

ABAIXO: Foto  Relíquia Histórica, Década  de 1930!
Monsenhor  Manuel  de Aquino  Barbosa  no ano  de 1936, foto  pesquisado 
por Chiquitinha Maravilha em jornais  baiano do citado ano.
  PADRE   MANUEL AQUINO  DE BARBOSA NUMA SOLENIDADE  NA  CIDADE DE SALVADOR NA DÉCADA  DE 1930, NA ÉPOCA ERA  PRESIDENTE  DA ASSOCIAÇÃO  BAHIANA  DE  IMPRENSA/ABI. NA FOTO ACIMA A DIREITA, O  MONSENHOR BARBOSA  É O 5º  NA FOTO ABAIXO SENTADO,  É O  5º  A  DIREITA. 

Monsenhor  Manuel  de Aquino  Barbosa  no ano  de 1936, foto  pesquisado 
por Chiquitinha Maravilha em jornais  baiano do citado ano.

********************************************************************************

Lateral   do edifício  do Ginásio Municipal Monsenhor Barbosa (IMEMB, atual CMMB 2016),  Ala  A, visto  da  Rua  Cel Laurindo  de Oliveira Régis,  início da década  de 1960. O citado Gináso foi Fundado em abril de 1958, na   administração  do  prefeito matense, Antonio  de Souza  Gomes  (1955/59),  na  adm do citado prefeito, foi iniciado a  edificação  da  Ala A, sendo  completado e  edificado a Ala  B, na  gestão do prefeito Cel Ladislau Reis  de Souza (1959/63),
(acervo de Valdir Cardoso  Porto, fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/
 Texto legenda/ Gamaliel Chagas/Chiquitinha  Maravilha
 Ginásio Municipal Monsenhor Barbosa,  ano 1962,  fotografado  da rua   Cel Laurindo de Oliveira  Régis, foto Valter Maciel /
 fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/

Corredores  e  áreas as  de recreação do ginásio  Municipal Monsenhor Barbosa, ano 1965, no centro dos corredores, a porta  de acesso as  salas de aulas , a direita  Secretaria e Salão Nobre. 
 fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/
                                      Salão Nobre do  IMEMB, ano 1965 -
 fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/
Na foto da esquerda  p/ direita:..2° Vereador José se Souza Cavalho,.. professora Maria José Guimarães Rocha, seu esposo professor  Antonino Rocha, vereador Osvaldo Seixas  Dr. José Athayde, vereador Almanssur Fogos e  Antonio Carlos de Athayde Costa (foi vereador  matense), apelidado de Cacá. 
 fonte   Facebook  de Maria  Joilda  Silva Santos  na página Amigos do Colégio Municipal Monsenhor Barbosa/

EDIFÍCIO  DO INSTITUTO MUNICIPAL  DE EDUCAÇÃO MONSENHOR 
BARBOSA  EM 1964 - Cidade de mata  de São João/Ba.       

             

PÁTIO  DO  IMEMB EM 2005- Foto Gamaliel Chagas/Chiquitinha  Maravilha/Poty


Professora Denise Guimarães, Nadir Ribeiro (professora e Diretora do Colégio Monsenhor  Barbosa,  durante  vários  anos (falecida  no final  do ano  de 2014) e o  Professor  Geronimo/
Foto:  janeiro se 2006 / Gamaliel Chagas/Chiquitinha  Maravilha/Poty

 COLÉGIO  MUNICIPAL MONSENHOR  BARBOSA APÓS A REFORMA DE AMPLIAÇÃO NO GOVERNO JOÃO GUALBERTO VASCONCELOS EM 2006/07. O CITADO COLÉGIO FOI FUNDADO  EM 07/04/1958  COM O NOME DE GINÁSIO MUNICIPAL MONSENHOR  BARBOSA, ANOS  DEPOIS  MUDOU  DE  NOME, IMEMB -
INSTITUTO MUNICIPAL  DE EDUCAÇÃO MONSENHOR BARBOSA /Foto  GamalielChagas (Poty/Chiquitinha Maravilha), 2007.

Cel Ladislau Reis de Souza  (Cel Santinho), um dos  Beneméritos do CMMB, na  sua  adm  1959/63, concluiu  a Ala A e edificou a  Ala  B, foi também prefeito  de 1967/1970 e 1977/82. O prefeito Antonio  de Souza Gomes, fundou o GMMB (IMEMB/atual CMMB), em  07 abril de 1958 e inciou  a  edificação  da  Ala  A.sendo atonio de Souza Gomes,   também Benemérito  maior,   do citado  Ginásio Municipal


Certificado  de  conclusão  do Curso Ginasial  1966/69,  de Gamaliel Sales Chagas no IMEMB/CMMB /Acervo  de Gamaliel Chagas.
*******************************************************************************

ADMISSÃO AO GINÁSIO 1965

     No  final  do  ano  de  1965  Gamaliel  realizou  as  provas   específicas   para   admissão  no  ginásio   sendo   aprovado   para   o   ginasial, passando   a  cursar  as  séries  da  1ª a 4ª série  onde  concluiu   o   curso   ginasial  (período  de  1966-1969)  no  Instituto  Municipal Monsenhor  Barbosa  (atual  Colégio  Municipal  Monsenhor  Barbosa,  2009).
     As  notas   obtidas   por   Gamaliel   nas  disciplinas  de  admissão  do  ginásio  foram  as  seguintes:  Português  9,  História  8.5,  Geografia  7 e  matemática  2.5,  tendo  a  média  de  6,2.    

 *******************************************************************************
BOLETINS DA   1ª   A  4ª  SÉRIE
 GINÁSIO IMEMB

     Gamaliel  concluiu  o  curso  ginasial  sem  realizar  nenhuma  prova  de  recuperação, sendo  as  seguintes notas  do  boletim  do  citado curso:
     
1ª  série  ginasial -  Português  7.7,  Inglês  5.0,  Matemática  6.5,  Ciências  6.6,  Geografia  do  Brasil  5.8,  História  do  Brasil  7.4  e Trabalhos  Manuais  5.7.

     2ª  série  ginasial -  Português  6.0,  Matemática 7.5,  Inglês  6.0,  Ciências  8.9,  Geografia  do  Brasil  9.3,  História  do  Brasil  9.1  e  Artes 7.2.

     3ª  série  ginasial -  Português  8.3,  Inglês  8.3,  Matemática  5.2,  Ciências  8.4,  Geografia  Geral  8.4,  História  Geral  8.0.

     4ª  série  ginasial -  Português  5.9,  Matemática  6.0,  Ciências  7.7,  História  Geral  7.6,  Desenho  6.8,  Francês  7.0,  Organização  Social  e Política  do  Brasil  (O.S.P.B.)  7.9.


****************************************************************************************


DIPLOMA DE CONCLUSÃO  DO CURSO ELEMENTAR - CURSO PRIMÁRIO  DE  GAMALIEL SALES CHAGAS   MÉDIA   FINAL,  DATA  30 DE NOVEMBRO ANO DE 1965 - CIDADE DE MATA  DE SÃO JOÃO/BAHIA.
*******************************************************************************
NOTAS DAS DISCIPLINAS, PROVA FINAL DE CONCLUSÃO DO 5º ANO PRIMÁRIO DO GRUPO ESCOLAR GETULO VARGAS/ANO 1965 - CIDADE MATA DE SÃO JOÃO/BAHIA. COM PROFESSORA MARIA MATOS PRADO.




******************************************************************************************

TROFÉU HONRA AO MÉRITO!
HOMENAGEM PÓSTUMA!
AO MONSENHOR  MANUEL DE AQUINO  BARBOSA, PATRONO  DO ATUAL CMMB - COLÉGIO MUNICIPAL MONSENHOR BARBOSA                           

TROFÉU HONRA AO MÉRITO!
HOMENAGEM PÓSTUMA!
AO MONSENHOR  MANUEL DE AQUINO  BARBOSA, PATRONO  DO ATUAL CMMB - COLÉGIO MUNICIPAL MONSENHOR BARBOSA


  

FONTE BAHIA NOTÍCIAS




Gamaliel Chagas/Chiquitinha aos 15 anos em 1966/
cidade de Mata de S. João/ba. nascido m 07/07/1951
Gamaliel Chagas/Chiquitinha Maravilha, Poty, ano 1966 aos 15 anos de idade, foto da carteira de estudante do Instituto Municipal de Educação Monsenhor Barbosa (antigo GMMB, atual CMMB, 2016) - Cidade de Mata de São João/Ba.

Gamaliel  na 1ª  Maratona da Independência da Bahia 1984 
Salvador/Ba. 42. 198 metros


                    CORRER É VIVER, REJUVENESCER...

                                         (A Poesia do Corredor)

                    Chego do trabalho, calço o tênis de corrida
Visto a camisa e o calção, sigo para a pista
Ajusto o relógio, preparo logo a partida
Já estou correndo, olho ao redor, que vista!

Montanhas, rios, e lagos, árvores, casas e gente
Tudo desfilando panoramicamente, que paisagem!
Respiro o oxigênio puro, vitalício, vou em  frente
Pensando, medito enquanto corro, recebo mensagens...

É a minha mente livre, inspirando-me poeticamente
Imagens lindas! E, captando energias do além
Vai fortalecendo meu corpo, docilmente
Sinto-me feliz,  porque a corrida me faz bem.

A cada quilômetro percorrido
Estabeleço um ritmo adequado
Subindo e descendo ladeiras, corro
Sempre a cada passo, respirando controlado.

É a técnica treinada com resistência
Força, energia e muita paciência,
Superando meus limites, aprendo a viver
Sim, corro! Corro! Porque sei que vou rejuvenescer...

                     Poesia feita em  13/02/1985

Poesia em homenagem a todos os corredores de ruas (pedestrianismo) e amantes do atletismo. Direitos Autorais registrado em nome de Gamaliel.   

                       PRINCIPAIS CORRIDAS

Gamaliel Sales Chagas poeta desde os 19 anos de idade  (1970, maratonista, futebolista, pesquisador, historiador,narrador  de futebol,    matense, nasceu 07/07/1951 na rua Luís Sepúlveda Garcez (Centro, Mata de S. João).
Correu  15 maratonas  em 6 estados do Brasil de 1983-87 (S. Paulo, Brasília, Rio deJaneiro, Bahia, Minas Gerais e João Pessoa)2 maratonas em Nova York (1984 e 1986) 2 São Silvestre (1983, 1984). Bi-campeão de 5 e 10 mil metros, Fonte Nova ( 1983+84) – (1984/85)
Escolhido o Maratonista Baiano e revelação do Atletismo da Bahia de 1984,  pela AVAB – Associação de Veteranos de Atletismo da Bahia
Correu 30 km de São Cristóvão/ Aracajú  pela  BR 101  no  ano  de 1986
Melhor tempo em maratonas: 2 h 59 min. (Salvador, 13/07/1985)
Representou os municípios de  Mata  de São João, Dias D'Ávila e Camaçari nas  corridas citas  sem ter apoio financeiro das prefeituras  citadas, apoio da Copene e do próprio Atleta (inclusive  nas duas Maratonas Internacionais  houve apoio da Copene  no translado Salvador Rio de Janeiro e vice   versa, ajuda  na  estádia), sendo  passagens  de ida e volta  a  custo do atleta, e trabalhava das 8 horas  as  17 horas e compensava  os dias  da estadia em New  York (5 dias em 1984 e 1986).



TOTAL DE  ACESSOS MAIS  DE 865  MIL 23/10/16





A Curso  de Legislação Empresarial  LDTDA/TPD/IOB
Credenciamento: CFMO O97
Oswaldo  Melantonio  Formado  em  Direito, Filosofia   e Jornalismo, Av. Marquês  de  São Vicente (Agua  Branca), São  Paulo/SP Certificado COMUNICAÇÕES  VERBAIS /Concluído  em 7/03/198.
Chiquitinha  Maravilha nasceu  no  dia  07/07/1951 ás  03: 05 hs  na  Travessa  Barão  Açu  da  Torre, atual  rua  Luis Sepúlveda  Garces, centro,  cidade  de  Mata  de  São João, curso  primário  no Grupo Escolar  Getúlio Vargas (1959/65), ginasial  IMEMB  (atual CMMB)  de  1966/69.
Chiquitinha  Maravilha  aposentado, Técnico em Química (nível médio), Curso  de  Comunicações Verbais  em  07/03/1986, (100 horas de  duração, EQUIVALENTE A 6 MESES), Credenciamento: CFMO 097.
 O Professor Responsável   pelo Curso de Legislação Empresarial  o Professor Oswaldo Melatonio, formado  em Direito, Filosofia e  Jornalismo. No  citado  curso grandes  figuras  do  mundo  da  comunicação  política, esportiva, empresarial, realizaram o citado curso (Oreste Quecia, Osmar Santos, Janio Quadros fizeram esse citado curso.... ), E OUTRAS NOTÁVEIS  PERSONALIDADES  DE VÁRIAS  ATIVIDADES QUE  USAM AS  COMUNICAÇÕES VERBAIS NO BRASIL E NO MUNDO GLOBAL.

A CASA DA TORRE DE GARCIA


HOMENAGEM PÓSTUMA! 
TROFÉU HONRA AO MÉRITO AO VISCONDE  DA  TORRE DE  GARCIA D'ÁVILA
  CEL ANTONIO JOAQUIM PIRES  DE CARVALHO E ALBUQUERQUE 
BENEMÉRITO DO POVO MATENSE, BAIANO E BRASILEIRO!

  HOMENAGEM  DO BLOG  CHIQUITINHA MARAVILHA
 E DOS MATENSE, DOS  BAIANOS!
LINK ABAIXO DESSA  POSTAGEM

LINK DA POSTAGEM EM HOMENAGEM AO VISCONDE DA TORRE DE GARCIA D'ÁVILA

                            http://chiquitinhamaravilha.blogspot.com.br/.../ao...



HOMENAGEM PÓSTUMA! 
TROFÉU HONRA AO MÉRITO AO VISCONDE  DA  TORRE DE  GARCIA D'ÁVILA
  CEL ANTONIO JOAQUIM PIRES  DE CARVALHO E ALBUQUERQUE 
BENEMÉRITO DO POVO MATENSE, BAIANO E BRASILEIRO!

  HOMENAGEM  DO BLOG  CHIQUITINHA MARAVILHA
 E DOS MATENSE, DOS  BAIANOS!


TROFÉU HONRA AO MÉRITO!
HOMENAGEM PÓSTUMA.....


LINK DESSA  HOMENAGEM PÓSTUMA  O VISCONDE DA  TORRE DE GARCIA  D'ÁVILA E SEUS DESCENDENTES A EXEMPLO  DE  CRISTÓVÃO DE AVILA PIRES  JR. ENG} MILITAR  DE FORTIFICAÇÕES E PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO GARCIA D'ÁVILA

LINK DA POSTAGEM EM HOMENAGEM AO VISCONDE DA 

TORRE DE GARCIA D'ÁVILA

http://chiquitinhamaravilha.blogspot.com.br/.../ao...


RELÍQUIAS  HISTÓRICAS
 DE  MATA DE SÃO JOÃO

Cidade  de  Mata  de  São João na  década de  1950
Praça  Barão Açu da Torre na  década  de  1950,  notar o coreto   no centro da  referida praça,

 RELÍQUIA   HISTÓRICA  DA ENTÃO VILA DE  MATA DE SÃO JOÃO /DÉCADA DE 1910!
Atual Praça  Barão Açu da  Torre   na  Década  de  1910. Foto na pesquisa  de   Gamaliel Chagas (Poty, Chiquitinha  Maravilha). Destaques  para  os  edifícios   do  antigo Mercado de farinha, atual casa  da  cultura, Igreja Matriz  S. João Batista, Palmeiras Imperiais e  prédio  da  Intendência  Municipal (antiga  prefeitura, atual Secretaria  Social, 2013,  prédio   da  antiga   Padaria  de Zé Bispo, Casa  comercial de Salomão Silva  (na  década de 1950). Na  época  da   foto acima,   era  uma  só   as  atuais praças  amado Bahia  e   Barão Açu da  Torre, sendo nominada a Praça da  Foto Praça da  Intendência Municipal. Legenda  de Chiquitinha Maravilha.


RELÍQUIA HISTÓRICA DE  1957!
Chiquitinha  Maravilha   na  foto,  aparece sentado com as  mãos  no rosto perto dos olhos, de  camisa branca, aos  6  anos  de idade   no ano  de  1957  na    Praça  Engº   Lauro de Freitas (da  Leste  Ferroviária). No local  onde  foi  inaugurada  dia 13/04/2013,  a   Quadra   Poliesportiva Escolar Coberta  Rosalvo  Romero  Fernandez. em pé na fotos as imãs Odete e Dolores Bahia filhas  de  Maninho  (falecidas). 






         SÃO JOÃO BATISTA - PADROEIRO DE MATA DE S. JOÃO/BA

           SÃO JOÃO BATISTA BATIZANDO JESUS CRISTO
no Rio Jordão. S. João Batista  Padroeira   de Mata de São João/BA. QUADRO  DE FAIANÇA PORTUGUESA NO VARANDAL DA CASA RESIDENCIA DE CHIQUITINHA MARAVILHA / ceramista  Eduardo Gomes, lusitano de Aveiro/Portugal. Data  do fabrico do painel ano 1984

AS FOTOS  DA  FESTA  DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA...

JOÃO GUALBERTO VASCONCELOS EX-PREFEITO  DE MATA DE SÃO JOÃO E LÍDER  POLÍTICO DO MUNICIPIO MATENSE, PREFEITO MARCELO OLIVEIRA, VICE - JOSELITO, VEREADORES  E DEMAIS PESSOAS  GRADAS NA FESTA DA EMANCIPAÇÃO  POLÍTICA  NO PARQUE  DA  CIDADE.......
EX-PREFEITO JOÃO GUALBERTO COMANDOU A FESTADA EMANCIPAÇÃO, AO LADO  DO PREFEITO   MARCELO OLIVEIRA E VEREADORES DA  SITUAÇÃO E  OUTRAS PESSOAS  GRADAS. JOÃO GUALBERTO CANDIDATO  A DEP. FEDERAL  NA CHAPA  DA OPOSIÇÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário