domingo, 23 de outubro de 2016

INTERMUNICIPAL DA FBF - CELEIROS INESGOTÁVEIS DE CRAQUES REVELADOS P/ O FUTEBOL BRASILEIRO E INTERNACINAL

A COMPETIÇÃO

Informações sobre a competição

O Campeonato Baiano Intermunicipal de Futebol é uma competição realizada na Bahia que com equipes de diversos municípios do estado. Disputada desde 1946, é uma das maiores competições amadoras defutebol do mundo[carece de fontes] e é organizada pela Federação Bahiana de Futebol. No período de 19481956 e no ano de 1974 o campeonato não foi disputado.
O maior campeão da história do campeonato é o Itabuna, com oito títulos, os quais foram conquistados em sequência, de 1958 a 1965. Enquanto Feira de Santana, a segunda maior cidade do estado, tem o status de tricampeã do torneio, em contrapartida, a capital e maior cidade baiana Salvador não possui seleção para participar do campeonato.
Marcada por fortes rivalidades entre determinadas cidades, a competição ocasionalmente revela bonsjogadores, a exemplo de Edílson "Capetinha" e LiédsonCharles Fabian e Bobô.
 
As Seleções inscritas no Intermunicipal 2012 serão dividias em grupos regionalizados de quatro equipes, que jogarão entre si, no sistema de ida e volta (mata-mata), classificando-se para a segunda fase as duas melhores colocadas.
 
Na 2ª fase, o mesmo sistema de disputa será utilizado. Da 3ª à 6ª fase, serão sempre grupos de duas Seleções cada, classificando-se apenas as primeiras colocadas para as fases seguintes até a fase final.
 http://www.fbfweb.org/ckfinder/userfiles/images/13%281%29.jpg
Em 2011, São Francisco do Conde conquistou seu primeiro título (foto) na história do campeonato. A Seleção do Recôncavo baiano derrotou Santaluz na grande decisão. Em 2012 São Francisco repetiu o feito, desta vez contra Coarací. Já em 2013, Itajuípe voltou ao lugar mais alto do pódio e conquistou seu bicampeonato sobre Porto Seguro.

A líder do ranking de títulos é Itabuna, com oito conquistas, seguido de Cachoeira, com sete, e Ilhéus, Santo Amaro e Conceição do Coité, com quatro cada.

Entre os atletas revelados pelo Campeonato Intermunicipal em sua história, estão grandes nomes do futebol brasileiro e mundial como Edílson Capetinha, Bobô, Liédson, Charles, Neto Berola, Uelliton, Aldair entre outros.
 
Tabela dos Campeões:
AnoCampeãoVice-campeão
  
1957Santo Amaro
1958Itabuna
1959Itabuna
1960Itabuna
1961Itabuna
1962Itabuna
1963Itabuna
1964Itabuna
1965Itabuna
1966Ilhéus
1967CachoeiraJequié
1968CachoeiraMiguel Calmon
1969JequiéCachoeira
1970CachoeiraSão Félix
1971CachoeiraFeira de Santana
1972IpiaúCachoeira
1973Feira de Santana
1974Não disputado
1975CachoeiraIbicaraí
1976Feira de SantanaLauro de Freitas
1977IpiaúSão Félix
1978Feira de SantanaIpiaú
1979Vitória da ConquistaSerrinha
1980IlhéusSenhor do Bonfim
1981IbicaraíSão Sebastião do Passé
1982SerrinhaIlhéus
1983JequiéFeira de Santana
1984Vitória da ConquistaSenhor do Bonfim
1985Paulo AfonsoSão Félix
1986IlhéusPaulo Afonso
1987ItajuípeSanto Amaro
1988SerrinhaItajuípe
1989São Sebastião do PasséBuerarema
1990MaracásPaulo Afonso
1991Santo AmaroItajuípe
1992Santo AmaroItajuípe
1993CachoeiraSanto Amaro
1994AlagoinhasCoaraci
1995ItapetingaTucano
1996ItapetingaMuritiba
1997Vera CruzSerrinha
1998IpiaúConceição do Coité
1999CachoeiraValença
2000Madre de DeusUruçuca
2001CoaraciSanto Amaro
2002ItamarajuEuclides da Cunha
2003São FélixEuclides da Cunha
2004ItamarajuCachoeira
2005Conceição do CoitéPojuca
2006Conceição do CoitéPojuca
2007Conceição do CoitéPorto Seguro
2008Conceição do CoitéCachoeira
2009SerrinhaSão Francisco do Conde
2010Porto SeguroConceição do Coité
2011São Francisco do CondeSantaluz
2012São Francisco do CondeCoaraci
2013ItajuípePorto Seguro
2014CachoeiraSantaluz
 

Divulgação Nacional

Capaz de mobilizar multidões nas cidades do Interior, o Campeonato Intermunicipal de Futebol Amador da Bahia segue com grande prestigio entre os amantes do esporte no Estado. Até aí, nenhuma novidade.
 
Porém, surpresa para alguns, reconhecimento para outros, o sucesso da maior competição de futebol amador do Nordeste chegou aos quatro cantos do país. Como consagração, o Intermunicipal ganhou as páginas de uma das maiores revistas do seguimento esportivo no Brasil, a Placar, da editora Abril.
 
A edição do mês de julho da publicação dedicou uma página para descrever a dimensão. A reportagem, assinada pelo jornalista Raphael Zarko, destaca a importância do campeonato para o Estado e traz dados importantes, como os cerca de dez mil empregos gerados entre julho e dezembro, meses nos quais são disputados os jogos.
 
Além disso, a revista aborda o êxito entre jogadores profissionais, que muitas vezes fazem reversão de categoria para se tornarem amadores e chegam a receber salários superiores a R$ 5 mil nas Seleções municipais participantes. Como exemplo, Placar cita o jovem Thiago Rodrigo de Santana Santos, de 23 anos.
 
Paulista, o atleta jogava o Campeonato Profissional de Sergipe há dois anos e optou por atuar no Intermunicipal, onde recebe R$ 1 mil na Seleção de Crisópolis, aproximadamente R$ 200 a mais do que recebia. "Eu estava jogando o Sergipano da primeira divisão havia dois anos. Mas aqui eu ainda posso trabalhar com telemarketing", disse à publicação.
 
A valorização dos atletas se espalhou de boca em boca e atraiu diversos jogadores para a Bahia. É o que comprova o presidente da Liga Desportiva de São Francisco do Conde, atual campeão do Intermunicipal.
 
"Sete atletas são daqui (Bahia) mesmo. Os mais de 20 restantes são de fora e moram no nosso alojamento", afirmou Raimundo Andrade à reportagem.http://www.fbfweb.org/ckfinder/userfiles/images/placar%20intermunicipal%202.JPG

 
Por fim, o jornalista destacou outro grande trunfo do campeonato organizado pela Federação Bahiana de Futebol (FBF). A competição também se tornou um celeiro de craques para o futebol mundial.
 
Entre os grandes nomes da bola que saíram do Intermunicipal da Bahia, Placar cita Raimundo Nonato, o Bobô, campeão brasileiro pelo Bahia e que iniciou a carreira na Seleção de Senhor do Bonfim entre 1983 e 1984; Edílson, penta campeão mundial com Seleção Brasileira e revelado pelo selecionado de Castro Alves, em 1988 e 1999; Júnior Nagata, também penta pelo Brasil e que começou na Seleção de Santo Antônio de Jesus, em 1993; Júnior Baiano, ex-zagueiro da Seleção e grandes clubes como Flamengo e São Paulo, revelado em 1987 pela Seleção de Poções; Liédson, campeão da Libertadores da América 2012 pelo Corinthians e ex-atacante da Seleção de Portugal, que iniciou na Seleção de Valença; e Neto Berola, que deus seus primeiros passos no futebol pela Seleção de Buerarema, em 2008, e hoje se encontra no elenco do Atlético (MG) ao lado de craques como Ronaldinho Gaúcho.
 
Para o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, a reportagem contribuirá para o constante crescimento do campeonato. "É uma competição que já tem o reconhecimento da maioria dos grandes clubes do futebol brasileiro e da imprensa esportiva baiana. Agora, com o reconhecimento dessa grande revista, torna-se uma motivação maior para os atletas num momento importante em que a Federação vem investindo na competição, inclusive com a reformulação da faixa etária", destacou.
 
O dirigente ainda revelou que o reconhecimento do evento esportivo baiano não parou por aí. "A Placar ainda vai publicar outras matérias, pois com a grandiosidade do Intermunicipal, não deu para abordar todos os assuntos só nesta edição", concluiu.

EDIÇÃO 2015
 
Iniciada em 1º de agosto e finalizada em 6 de dezmebro, a edição 2015 do Intermunicipal teve como campeã a Seleção de Santo Amaro, que conquistou o título ao bater a Seleção de Uruçuca na final. 

Fotos: Reprodução/Placar
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário