sábado, 15 de outubro de 2016

FLAMENGO IGUALA SÉRIE INVICTA DA CAMPANHA DO HEXA; APROVEITAMENTO É MELHOR


15/10/2016 08h00 - Atualizado em 15/10/2016 08h00

Fla iguala série invicta da campanha do hexa; aproveitamento é o melhor

Embora tenha ficado 16 jogos sem perder em 2011, Rubro-Negro empatou muito; em comparação a 2009, invencibilidade atual é a mesma, mas com uma vitória a mais

Por 
Rio de Janeiro
diego flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Diego vibra com vitória sobre o Flu: time de 2016 igualou série invicta do hexa (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
A vitória por 2 a 1 no Fla-Flu, além de ter feito o Rubro-Negro colar no líder Palmeiras e ampliar sua vantagem no confronto direto com o rival (144 triunfos contra 126), registrou uma marca expressiva para o Flamengo: igualou a invencibilidade atingida na campanha do hexa, em 2009. Os foram levantados pelo site FutDados.com. 
São 10 jogos sem perder. O time atual, porém, supera o aproveitamento da equipe de Pet, Adriano e companhia: 86,67% x 80%. Em 2009, entre a derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, na 20ª rodada, e o revés por 2 a 0 para o Barueri, pela 32ª, o Flamengo venceu sete vezes e empatou três.
Em 2016, o Flamengo iniciou o returno com derrota para o Sport (0x1) e depois não perdeu mais. Venceu em oito oportunidades e empatou apenas em duas (com Palmeiras e São Paulo, por 1 a 1 e 0 a 0, respectivamente).
A maior invencibilidade nos pontos corridos pertence ao time de 2011, dirigido por Vanderlei Luxemburgo. Foram 16 partidas sem perder: nove vitórias e sete empates, o que corresponde a um aproveitamento de 70,83%, inferior ao atual. (confira tabela abaixo)
Flamengo (Foto: GloboEsporte.com)Os números foram levantados pelo site FutDados.com (Foto: GloboEsporte.com)
A principal série invicta do Flamengo em todos os tempos do Campeonato Brasileiro se deu em 1980, ano do primeiro título rubro-negro na competição. Na terceira rodada, aconteceu uma grande zebra no Maracanã diante do Botafogo da Paraíba: 1x2. Só voltou a perder na primeira partida da decisão, contra o Atlético-MG (0x1). Mas, com um triunfo por 3 a 2 no Rio, em 1º de junho de 1980 e diante de 154.355 pagantes, sagrou-se campeão. Nunes (duas vezes) e Zico marcaram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário