quarta-feira, 17 de setembro de 2014

BAHIA X BOTAFOGO ARBITRAGEM MINEIRA/REUB CELESTINO PEDE DEMISSÃOIOUTRAS NOTICIAS ...

  • FONTE BAHIA NOTICIAS Você está em:
  • Home
  • » Esportes
  • » E.C. Bahia
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 15:15

Árbitro Fifa irá apitar clássico Ba-Vi na Arena Fonte Nova

por Glauber Guerra
Árbitro Fifa irá apitar clássico Ba-Vi na Arena Fonte Nova
Foto: Divulgação
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já definiu a escala de arbitragem para o duelo entre Vitória e Bahia, que se enfrentarão no próximo domingo (21), pela 23ª rodada do Brasileirão, na Arena Fonte Nova. O mineiro Ricardo Marques Ribeiro, árbitro Fifa desde 2009, comandará a partida.
 
Já Fábio Pereira (Fifa-TO) e Clériston Barretos Rios (Fifa-SE), serão os auxiliares. Enquanto Jaílson Macedo Freitas (BA) e Arilson Bispo da Anunciação trabalharão como assistentes adicionais ao lado de cada meta durante o duelo.
 
O Vitória, que será o mandante da partida, vive um jejum e não vence o arquirrival Bahia há oito jogos. O último triunfo foi no dia 12 de maio do ano passado, quando o Leão goleou por 7 a 3 na Arena Fonte Nova, pelo Campeonato Baiano. Depois disso, as duas equipes empataram cinco vezes e o Tricolor venceu em três oportunidades.
 
Quem também vive um tabu indigesto é o técnico Ney Franco, que nunca venceu um Ba-Vi. Em seis partidas, empatou três e perdeu outras três.
 
Com 18 pontos, o time Rubro-Negro é o lanterna do Campeonato Brasileiro, enquanto o Tricolor somou 20 e aparece na penúltima posição. Antes do Ba-Vi, as duas equipes tem compromisso pelo certame nacional. Nesta quarta, o Vitória pega o Fluminense no Barradão, enquanto o Bahia encara o Botafogo fora de casa.

   
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 13:02

Elogiado pelo técnico, Kieza quer 'espírito de guerra' contra o Botafogo

por Felipe Santana
Elogiado pelo técnico, Kieza quer 'espírito de guerra' contra o Botafogo
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Kieza, contra o Figueirense, marcou dois gols e assumiu a artilharia do Bahia no Campeonato Brasileiro, com quatro gols. A última atuação do camisa 9 encheu os olhos não só do torcedor tricolor. O técnico Gilson Kleina também demonstrou empolgação e o elogiou bastante.
 
O comandante não exaltou apenas a qualidade da finalização de Kieza. Para Kleina, o camisa 9 apresentou nos últimos jogos uma superação e inteligência tática merecedora de elogios por ele.

"O bom momento do Kieza é fruto do trabalho dele. Ele tem entrega e assimilação. É um jogador inteligente. Isso é fruto do trabalho dele, mas ele me chama atenção pela presença de área. Fazer gol dá moral e também da forma que criamos os gols, apesar de que no segundo ele mesmo foi roubar a bola", destacou.

Cheio de moral com o comandante, o atacante Kieza espera repetir a dose diante do alvinegro carioca. Mas, se não for possível, o camisa 9 do esquadrão quer pelo menos conquistar os três pontos no Maracanã, pontuação que ele acha possível de ser alcançada.

"Temos que enfrentar cada jogo como uma guerra. Precisamos tirar o Bahia dessa situação. Ver se a gente passa o Botafogo. Além disso, é importante não perder e tentar sair de lá com três pontos", disse.

   
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 12:01

Rafinha vê Bahia capaz de vencer 'decisão' no Maracanã

por Felipe Santana
Rafinha vê Bahia capaz de vencer 'decisão' no Maracanã
Foto: Divulgação
O Bahia conseguiu fazer uma boa partida e vencer o Figueirense, na última rodada, atuando como mandante. O atacante Rafinha, que enalteceu a postura do time contra a equipe catarinense, vê o tricolor baiano capaz de adotar a mesma postura, ainda que esteja como visitante na noite desta quarta-feira (17), no Maracanã.
 
Titular da equipe nas últimas duas partidas, após um longo período pouco utilizado por Marquinhos Santos e Charles Fabian, o atacante acredita que o time do Bahia está fazendo boas apresentações longe de Salvador.

Porém, para ele, a falta de pontaria tem passado uma falsa impressão da equipe, após derrotas para o Grêmio e Cruzeiro.

"Nosso time está jogando bem fora de casa. Por isso, contra o Botafogo, temos que tentar repetir o bom de futebol porque será uma partida de seis pontos. O fator fora de casa, para nós, não tem sido problema", disse.

Rafinha disse que o jogo contra o Botafogo está sendo tratado como uma decisão para o elenco tricolor. Mas, quando assunto é a escalação de equipe, se referindo a presença de Titi e Fahel no banco de reserva, ele preferiu jogar a responsabilidade para o treinador.

"É uma opção dele. O professor sabe o que é melhor para equipe e eu só tenho que entrar em camp e jogar", se esquivou.

   
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 11:23

Reub fala em cansaço e não descarta voltar ao Bahia

por Felipe Santana
Reub fala em cansaço e não descarta voltar ao Bahia
Foto: Divulgação
O cargo não ficará vago por muito tempo. Em nota oficial, o departamento de comunicação do Bahia confirmou que Augusto Lima, antes gerente, vai desempenhar até o fim do mandato as funções do ex-diretor Reub Celestino, que pediu demissão e deixou à área administrativa e financeira do clube.
 
O Fernando Schdmit, através do comunicado, falou sobre a saída de Reud e lamentou a decisão do agora ex-diretor.

"Lamento e compreendo as razões de Reub. Agradeço pelo trabalho desenvolvido no clube e aproveito para designar o gerente financeiro, Augusto Lima, para responder transitoriamente pelas funções", comentou.

O pedido de demissão de Reub Celestino, porém, não colocou um ponto final na história dele dentro do clube. Segundo o tricolor, a depender dos responsáveis pela próxima gestão, o seu retorno à diretoria executiva não pode ser descartado.

Mas, Reub, fez questão de deixar claro sua intenção de não ser candidato a presidente ou vice no mês de dezembro, quando será escolhido o presidente para os próximos três anos.

"Não estou enterrando minha vida no Bahia. Parei neste momento, nessa administração porque estava cansado. Hora de descansar, respirar. Foi um peso muito grande. Eu posso voltar, sim, a depender do ideal e de quem esteja na frente. Não estou fechando portas", declarou em entrevista na Rádio CBN.

Reub também deixou um recado aos tricolores e, ao rasgar elogios ao treinador Gilson Kleina e o auxiliar Charles Fabian, garantiu que o time não será rebaixado.

   
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 08:50

Bahia, com 20 relacionados, tem uma dúvida para encarar o Botafogo

por Felipe Santana
Bahia, com 20 relacionados, tem uma dúvida para encarar o Botafogo
Foto: Divulgação
Com o retorno dos jogadores Fahel e Titi, após cumprir suspensão pelo cartão vermelho recebido no jogo contra o Cruzeiro, no Mineirão, o treinador Gilson Kleina relacionou 20 jogadores para partida desta quarta-feira (17), diante do Botafogo.
 
O comandante do tricolor baiano, ao lado da delegação e demais membros da comissão técnica, desembarcou na capital fluminense no final de tarde desta terça-feira (16), com apenas uma dúvida na cabeça.

O volante Uelliton, liberado para resolver problemas pessoais, não participou do único treinamento coletivo da semana. Por isso, segundo Gilson Kleina, ele é a única dúvida da equipe. Feijão, se não der para o camisa 8, será o titular.

Fahel e Titi, mesmo fora da equipe titular, foram relacionados e ficarão no banco de reservas no Maracanã. O restante dos atletas concentrados não apresenta novidades com relação ao último jogo no Brasileirão, diante do Figueirense.

Atletas que estão no Rio de Janeiro:

Goleiros: Douglas Pires e Marcelo Lomba
Laterais: Guilherme Santos, Pará e Railan
Zagueiros: Demerson, Lucas Fonseca e Titi
Volantes: Léo Gago, Fahel, Feijão, Rafael Miranda e Uelliton
Meias: Branquinho, Emanuel e Marcos Aurélio
Atacantes: Kieza, Maxi, Rafinha e Wiliam Barbio

   
Quarta, 17 de Setembro de 2014 - 07:45

No Maracanã, Bahia encara o Botafogo em mais uma tentativa de sair do Z4

por Felipe Santana
No Maracanã, Bahia encara o Botafogo em mais uma tentativa de sair do Z4
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O objetivo segue o mesmo antes do apito inicial, muda apenas o adversário. Na noite desta quarta-feira (17), às 22h, no Maracanã, o Bahia enfrenta o Botafogo em busca de um triunfo que, a depender de outros resultados, pode tirar o tricolor baiano da temida zona do rebaixamento, onde está há onze rodadas.
 
Por isso, na tentativa de engrenar uma sequência de bons resultados, o treinador Gilson Kleina vai repetir a formação que utilizou no triunfo por 3 a 0 sobre o Figueirense, na última rodada, em Feira de Santana.

O volante Fahel e o zagueiro Titi, após cumprir suspensão, estão à disposição do comandante. No entanto, nesta partida, eles ficarão apenas no banco de reservas como opções para o decorrer da partida.

O lateral-direito Roniery, que voltou a sentir dores na coxa, segue desfalcando a equipe assim como Diego Macedo. 

Outro que sequer viajou para o Rio de Janeiro foi o atacante Rhayner, com pubalgia. Henrique, por questões contratuais, também está fora.

FICHA TÉCNICA:
Série A - 22ª rodada
Botafogo x Bahia
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17/09/2014
Horário: 22h
Árbitro: Igor Benevuto (MG)
Auxiliares: Renato Cardoso da Conceição e Wanderson Alves de Sousa.
 
Botafogo: Jefferson, Dankler, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Airton, Gabriel e Ramírez; Zeballos, Rogério e Emerson. Técnico: Vagner Mancini.
 
Bahia:  Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Uelliton, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel; Rafinha e Kieza. Técnico: Gilson Kleina.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 17:33

Reub Celestino pede demissão e não é mais diretor do Bahia

por Felipe Santana
Reub Celestino pede demissão e não é mais diretor do Bahia
Foto: Felipe Santana / Bahia Notícias
Oficialmente, o novo presidente do Bahia só vai assumir o clube em dezembro. Mas, três meses antes do fim do mandato de Fernando Schmidt, o tricolor baiano sofreu uma baixa na composição da sua diretoria executiva na tarde desta terça-feira (16). Reub Celestino, até então diretor administrativo financeiro do clube, pediu demissão e teve a solicitação atendida pelo presidente Fernando Schmidt, após uma série de conversas entre os dois. De saída, em conversa com o Bahia Notícias, Reub disse estar cansado da rotina e rasgou elogios ao modo como Fernando Schmidt conduziu a situação, além da adminstração do clube, apesar do ruim momento dentro das quatro linhas "Eu, na véspera da morte de Eduardo Campos, já havia pedido minha demissão em uma reunião da diretoria. Então, depois de uma nova reunião com Schmidt, decidi por completo renunciar ao cargo. Estava cansado, precisando respirar. Deixo o Bahia feliz, muito feliz, principalmente por saber que trabalhei com uma pessoa como ele", disse. Reub falou sobre o período em que esteve à frente da área financeira do clube e citou possíveis arrependimentos que teve. Por outro lado, o agora ex-diretor acredita que seu sucessor encontrará uma situação 'muito melhor' com relação à antiga gestão. "Pode ter feito mais coisas como também poderia ter evitado fazer outras. No financeiro, por exemplo, poderia ter sido mais exigente nos orçamentos de cada área, mas cada um sabe sua responsabilidade. Mas, agora, quem vier vai encontrar o financeiro mais organizado. Conseguimos fazer o plano de cargos, orçamento, além de fazer a divulgação da contabilidade, do fluxo de caixa diário", analisou. Reub não falou o nome do substituto, mas disse que fez parte da escolha ao lado do presidente Fernando Schmidt.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 11:26

Feijão ou Uelliton? Kleina admite única dúvida na escalação

por Felipe Santana
Feijão ou Uelliton? Kleina admite única dúvida na escalação
Foto: Felipe Santana / Bahia Notícias
O volante Uelliton, liberado para resolver problemas pessoais, foi o único desfalque da equipe considerada titular no treinamento coletivo desta terça-feira (16), realizado no Estádio de Pituaçu.
 
E foi sobre o camisa 8 que o treinador Gilson Kleina deixou o único ponto de interrogação em relação aos onze que começarão o jogo. O técnico, inclusive, confirmou que, caso Uelliton não jogue, o escolhido será Feijão.

"Estou aguardando pelo Uelliton. Ele fez uma grande partida, conversei com o grupo e procurei ser transparente. Se Uelliton não tiver condições já treinei o Feijão, e ele consegue ter essa mesma dinâmica. Quero dar confiança ao time que jogou", afirmou.

Kleina também foi questionado sobre a presena de Fahel e Titi no banco de reservas. O treinador jutistificou a opção e disse estar priorizando o melhor momento de outros jogadores que entraram e deram conta do recado.

"Titi e Fahel são grandes jogadores. Mas, nos grupos que trabalhei, sempre procurei trabalhar com coerência. Preciso pensar no Bahia, e vou manter os jogadores com melhor momento", concluiu.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 10:56

Sem Fahel e Titi, Kleina vai repetir time que venceu o Figueirense

por Felipe Santana
Sem Fahel e Titi, Kleina vai repetir time que venceu o Figueirense
Foto: Felipe Santana / Bahia Notícias
O zagueiro Titi e o volante Fahel cumpriram suspensão e estão aptos para jogar. No entanto, contra o Botafogo, os dois serão apenas opções no banco de reservas, já que treinaram na manhã desta terça-feira (16) no time reserva.
 
Em Pituaçu, no último treino antes da viagem para o Rio de Janeiro, o comandante tricolor realizou um treinamento coletivo. Satisfeito com o desempenho do time contra o Figueirense, na última rodada, Gilson Kleina decidiu manter a formação.

O time será idêntico ao time que venceu a equipe catarinense por 3 a 0, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana. Mas, no treino desta terça, o treinador Gilson Kleina foi obrigado a modificar a escalação com a entrada do jovem Feijão no lugar de Uelliton.

A substituição, porém, foi apenas no treino. Uelliton, liberado pelo clube para participar de uma audiência, vai atuar normalmente diante do alvinegro carioca, no Maracanã, às 22h.

Os titulares treinaram com Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Feijão, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel; Rafinha e Kieza.

De colete, os reservas atuaram com Douglas Pires; Potita, Adailton, Titi e Pará; Fahel, Branquinho e Marcos Aurélio; Maxi, William Barbio e Henrique.

Os jogadores relacionados embarcam para o Rio de Janeiro no final da tarde, onde ficarão no hotel até minutos antes do jogo.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 09:49

Contra o Botafogo, Rhayner e Roniery seguem fora da equipe

por Felipe Santana
Contra o Botafogo, Rhayner e Roniery seguem fora da equipe
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Roniery participou do primeiro treinamento da semana, mas voltou a sentir incômodo na coxa e está fora da partida desta quarta-feira (14), às 22h, contra o Botafogo, no Estádio do Maracanã.
 
Além dele, o treinador Gilson Kleina não vai poder contar com a presença de outros três jogadores. O atacante Henrique, por questões contratuais, não encara o Botafogo, detentor dos seus direitos federativos.

O atacante Rhayner, com pubalgia, seque sem participar das atividades em campo e continua fora da equipe, enquanto Diego Macedo se recupera do estiramento muscular na coxa direita.

O goleiro Omar, com lesão, está em tratamento muscular e Lincoln treinou a parte física na sala de musculação.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 09:30

Gilson Kleina trata jogo contra o Botafogo como 'decisão' para o Bahia

por Felipe Santana
Gilson Kleina trata jogo contra o Botafogo como 'decisão' para o Bahia
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia, a depender de outros resultados, pode deixar a zona do rebaixamento depois de rodadas consecutivas entre os quatro últimos colocados do Brasileirão. Mas, além de torcer por tropeços dos concorrentes, o tricolor baiano precisa derrotar o Botafogo nesta quarta-feira (17), no Maracanã.
 
Não é à toa que o treinador Gilson Kleina considera o jogo diante do alvinegro carioca, no Rio de Janeiro, como uma decisão. Para ele, visando a permanência da equipe na elite do futebol brasileiro, a partida na capital fluminense possui um teor ainda mais decisivo para o Bahia.

"Sabemos que passa a ser jogo de decisão, que será super importante para as nossas pretensões. O Botafogo vai sair para fazer o resultado. Temos que ter equilibrio dentro do jogo para trabalhar para sair com o triunfo", destacou.

Gilson Kleina aprovou o comportamento do time contra o Figueirense, em Feira de Santana. Porém, sem deixar a empolgação tomar conta do grupo, que ainda está na zona do rebaixamento, o comandante tricolor espera uma atuação idêntica fora de casa.

Tanto é que o técnico cobrou dos jogadores a mesma postura no Maracanã.

"Não podemos nos acomodar. Espero essa postura na quarta-feira contra o Botafogo", disse.

   
Terça, 16 de Setembro de 2014 - 08:20

Árbitro mineiro apita jogo entre Botafogo e Bahia

por Felipe Santana
Árbitro mineiro apita jogo entre Botafogo e Bahia
Foto: Junior Lago / UOL
Mineiro, integrante do quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desde há mais de dez anos, Igor Junio Benevuto será responsável por comandar a partida entre Botafogo e Bahia, nesta quarta-feira (17), no Maracanã.
 
O árbitro mineiro terá como auxiliares os experientes Márcio Estáquio Santiago, já detentor do distintivo da Fifa, e o aspirante ao quadro da entidade internacional, Guilherme Dias Camilo, os dois de Minas Gerais.

Benevuto é velho conhecido do Bahia nesta temporada. Anteriormente, em duas derrotas do tricolor, ele estava presente. O primeiro, em Santa Catarina, apitou o revés esquadrão por 2 a 1 para Chapecoense.

O segundo jogo do Bahia comandado pelo mineiro na temporada foi pela Copa do Brasil, no Itaquerão, quando o time baiano perdeu por 3 a 0 para o Corinthians. Na ocasião, inclusive, o árbitro marcou um pênalti em favor da equipe paulista nos minutos finais, após toque de mão do atacante Rafinha.

Igor Benevuto, ao lado de cada meta, terá como auxiliares Renato Cardoso da Conceição e Wanderson Alves de Sousa.